Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quarta-feira, 22 de março de 2017

Após dez anos de ação, justiça obriga réus a pagar indenizações milionárias a árbitros de futebol

NM apurou e descobriu nestas duas matérias que ações na justiça há mais de dez anos para com a arbitragem foram sentenciadas a favor do respeito e da integridade moral dos nossos árbitros de futebol. Parabéns a Justiça Brasileira.
Acompanhem as matérias:

Comentário sobre árbitro de futebol gera indenização por dano moral

A Justiça de São Paulo condenou o ex-árbitro e comentarista esportivo Oscar Roberto de Godoi e a TV Bandeirantes a pagarem indenização de mais de R$ 100 mil por dano moral ao árbitro de futebol Philippe Lombard.
Em fevereiro do ano passado, no programa Jogo Aberto, o comentarista usou expressões ofensivas sobre a atuação do árbitro em um jogo entre São Paulo e Ponte Preta. Ao ser questionado sobre o que tinha achado do trabalho de Philippe na partida, Godoi respondeu : "Fezes. Resíduo Alimentar".
Para o juiz Rodolfo Cesar Milano, da 1ª vara Cível de Pinheiros, as expressões usadas causariam humilhação a qualquer pessoa. "O jornalista dispunha de outros termos menos agressivos e difamatórios para definir eventual atuação profissional não condizente com as expectativas que se espera", afirmou Milano na sentença.
O magistrado ainda ressaltou que seria possível aceitar tal comportamento de alguém ligado aos times de futebol. Porém, "o mesmo não pode ocorrer com aquele que se dispõe a comentar 'profissionalmente' a atuação".
  • Processo : 053.10.010778-0
  • Leia mais em : http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI120972,91041-SP

Resultado de imagem para vanderlei luxemburgo

Luxemburgo é condenado por ofender Rodrigo Cintra

O técnico Vanderlei Luxemburgo foi condenado pela 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo por ter ofendido o árbitro Rodrigo Cintra, em 2006, quando ainda era treinador do Santos, após um clássico contra o santos. O treinador terá de pagar um multa de R$ 50 mil por ter chamado Cintra de gay.
A princípio, a juíza Tamara Hochgreb Matos, da 3ª Vara Cível Central da Capital, havia determinado que a multa seria deR$ 100 mil, mas a decisão final acabou reduzindo a pena pela metade.

Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/brasileiro/luxemburgo-condenado-por-ofender-rodrigo-cintra-1933903.html#ixzz4cNHEFBcd

Nenhum comentário:

Postar um comentário