Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 22 de março de 2017

Após dez anos de ação, justiça obriga réus a pagar indenizações milionárias a árbitros de futebol

NM apurou e descobriu nestas duas matérias que ações na justiça há mais de dez anos para com a arbitragem foram sentenciadas a favor do respeito e da integridade moral dos nossos árbitros de futebol. Parabéns a Justiça Brasileira.
Acompanhem as matérias:

Comentário sobre árbitro de futebol gera indenização por dano moral

A Justiça de São Paulo condenou o ex-árbitro e comentarista esportivo Oscar Roberto de Godoi e a TV Bandeirantes a pagarem indenização de mais de R$ 100 mil por dano moral ao árbitro de futebol Philippe Lombard.
Em fevereiro do ano passado, no programa Jogo Aberto, o comentarista usou expressões ofensivas sobre a atuação do árbitro em um jogo entre São Paulo e Ponte Preta. Ao ser questionado sobre o que tinha achado do trabalho de Philippe na partida, Godoi respondeu : "Fezes. Resíduo Alimentar".
Para o juiz Rodolfo Cesar Milano, da 1ª vara Cível de Pinheiros, as expressões usadas causariam humilhação a qualquer pessoa. "O jornalista dispunha de outros termos menos agressivos e difamatórios para definir eventual atuação profissional não condizente com as expectativas que se espera", afirmou Milano na sentença.
O magistrado ainda ressaltou que seria possível aceitar tal comportamento de alguém ligado aos times de futebol. Porém, "o mesmo não pode ocorrer com aquele que se dispõe a comentar 'profissionalmente' a atuação".
  • Processo : 053.10.010778-0
  • Leia mais em : http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI120972,91041-SP

Resultado de imagem para vanderlei luxemburgo

Luxemburgo é condenado por ofender Rodrigo Cintra

O técnico Vanderlei Luxemburgo foi condenado pela 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo por ter ofendido o árbitro Rodrigo Cintra, em 2006, quando ainda era treinador do Santos, após um clássico contra o santos. O treinador terá de pagar um multa de R$ 50 mil por ter chamado Cintra de gay.
A princípio, a juíza Tamara Hochgreb Matos, da 3ª Vara Cível Central da Capital, havia determinado que a multa seria deR$ 100 mil, mas a decisão final acabou reduzindo a pena pela metade.

Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/brasileiro/luxemburgo-condenado-por-ofender-rodrigo-cintra-1933903.html#ixzz4cNHEFBcd

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA SOLIDÁRIO