domingo, 22 de janeiro de 2017

Em estreia no Alagoano 2017, CSE e CRB ficam no empate de 1x1 no Juca Sampaio

Jogadores do CRB e técnico Léo Condé comemoram gol da abertura do placar
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS




















Na estreia das duas equipes no Campeonato Alagoano 2017, CSE e CRB ficaram no empate de 1x1 jogando na tarde deste domingo no Estádio Juca Sampaio. Os gols só saíram na etapa complementar. Atacante Neto Baiano, para o visitante CRB, abriu o placar. E o também atacante Etinho evitou a derrota para o CSE.
Na próxima rodada o CSE vai a Olho D'Água das Flores para enfrentar o CEO enquanto que o CRB pega o Miguelense. Estes jogos vão ser no domingo, dia 29. Mas antes o Galo da praia realiza outra estreia: é nesta quinta-feira, no interior sergipano, contra o Itabaiana, pela Copa do Nordeste.
O jogo
O jogo começou com o CSE tomando a iniciativa de ataque com Ila, que subiu pela ponta direita até fazer o centro e a defesa do CRB cortar para lateral. Mas logo o Galo domou as rédeas da partida ao adiantar seus jogadores e ganhar, na maioria das vezes, a segunda bola. Apesar do domínio territorial regatiano, a chance de maior emoção no 1º tempo foi do tricolor palmeirense com o lateral-esquerdo Diego Costa, que deslocado pelo meio soltou a bomba, obrigando o goleiro Juliano a se esticar e dar um tapa para escanteio a bola que ia entrando no ângulo esquerdo.
Etinho (9) apriveita o rebote para deixar tudo igual no Juca Sampaio
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS




















Na volta para o 2º tempo o treinador Givanildo Sales deixou seu time mais ofensivo ao trocar o armador Sorato pelo atacante Rhuann. Mas foi o CRB que primeiro chegou ao fundo da meta quando aos 10 minutos o estreante Jocinei finalizou rasteiro da entrada da área e contar com o desvio de Neto Baiano para abrir o placar no Estádio Juca Sampaio.
Por dez minutos o CSE sentiu o impacto. A partir daí foi pra cima em busca ao menos do empate. E acabou conseguindo igualar o placar aos 29 minutos através de escanteio batido pela direita. Houve bate-rebate na área regatiana até que Etinho pegou a sobra para tocar para o fundo da meta e comemoração da torcida local.
O CSE criou outra boa oportunidade para virar o marcador aos 43 minutos, quando o atacante Ila deu outra arrancada pela direita até ser derrubado pelo zagueiro Gabriel perto da área, na chamado escanteio de mangas curtas. Porém, na cobrança desta falta a bola foi para a linha de fundo, sem perigo para o arqueiro Juliano.
Kaká (2) e Diego (6) levantam o pé na disputa pela posse de bola
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS




















No último lance da partida o CRB pôde ter confirmado a vitória, mas em cobrança de falta, frontal, Maxwell, que havia sofrido carga faltosa do zagueiro Emerson, e que rendeu cartão amarelo para este, bateu para o goleiro Adilson segurar firme. Não houve mais tempo pra nada e o árbitro deu o apito final aos 48 minutos.
NM com Francisco Cardoso
Leia Mais ►

ASA faz dever de casa e vence CEO por 3 a 1 na estreia do Alagoano

Ascom ASA
O time do ASA começou bem o campeonato alagoano. Na tarde deste domingo, no estádioo Coaracy da Mata Fonseca, venceu o CEO pelo placar de 3 a 1. O alvinegro começou bem a partida tendo total domínio das ações e criando as melhores oportunidades.  O CEO, por sua vez, quando tinha a posse de bola atuava num sistema 3-4-3. Quando perdia essa posse,  fazia duas linhas de quatro bem compactadas e procurava diminuir os espaços da equipe alvinegra.  Mas o time arapiraquense saiu na frente aos 13 minutos, gol do zagueiro André Lima. Aos 25 minutos aumentou com o atacante Leandro Kivel.
Porém após o segundo gol, a equipe do ASA diminuiu o ritmo de jogo.  Aproveitando um erro de marcação do time alvinegro, o CEO conseguiu diminuir o placar através do volante Wagner aos 37 minutos.
Segundo tempo
Na segunda etapa, o técnico Maurilio Silva voltou com Diego Palhinha no lugar do atacante Jean Carlos e conseguiu organizar mais a marcação. O CEO voltou com duas mudanças, o lateral direito Juninho e o atacante André sentiram contusões e deram lugar a Chiquinho e Hiago respectivamente.  O alvinegro manteve o domínio, mas apresentou deficiência no momento da reposição, chegando a passar por sustos. O goleiro Luís Cetin fez, pelo menos, duas defesas  importantes.
O zagueiro Hugo, que já estava de cartão amarelo, foi expulso de campo após falta.  Na sequencia,  o alvinegro teve boas chances de ampliar com Diego Palhinha e Leandro Kivel. Mas o terceiro gol surgiu com Jefferson Baiano, que havia entrado no lugar de Leandro Kivel. Numa boa jogada de Tiago Souza, o atacante Jefferson Baiano cabeceou para marcar aos 33 minutos.  
Ficha Técnica
ASA 3 x 1 CEO
Gols do ASA: André Lima aos 13 do 1º, Leandro Kivel aos 25 do 1º tempo, Jefferson Baiano aos 33 do 2º.
Gol do CEO: Wagner aos 37 do 1º tempo.
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento.
Auxiliares: Esdras Mariano de Lima e Pedro Jorge Santos
Márcio dos Santos Oliveira e Benilson dos Santos Silva ficaram como quatro e quinto árbitros respectivamente.
A renda foi de R$ 13.775,00. Público pagante 682 torcedores. Público total 1.051 torcedores.
ASA: Luís Cetin, Douglas, Eron, André Lima e Téssio; Leanderson, Nata e Doda; Júnior Mandacaru ( Tiago Souza), Jean Carlos ( Diego Palhinha) e Leandro Kivel. Técnico: Maurílio Silva
CEO: Diogo, Juninho ( Chiquinho), Hugo (expulso), Rocha e Nildo; Wagner, Cirlan, Alexsandro e Polinho; André ( Hiago) e William ( Danilo). Técnico: Edson Ferreira
NM com 7Segundos
Leia Mais ►

No complemento da 1ª rodada, Santa Rita goleia e passa a liderar o grupo B

A rodada de estreia do Campeonato Alagoano 2017 teve ainda, neste domingo, os jogos Santa Rita 3x0 Sete de Setembro, com gols assinalados por André Nunes, Jonathan e Augusto; e ASA 3x1 CEO. Para o ASA marcaram André Lima, Leandro Kível e Jefferson Baiano. Descontou Wagner para o CEO.
Estes resultados fazem com que o novo líder do grupo B seja o Santa Rita, ficando o ASA em segundo. O CSA, que nesse sábado aplicou 2x0 no Murici, caiu para terceir lugar. Todos estão com três pontos e o desempate é através do saldo de gols. CSE e Miguelense vêm em quarto e último lugar, respectivamente. O time xucuru soma um ponto enquanto que a equipe que São Miguel dos Campos está com zero.
No grupo A o Coruripe, que nesse sábado aplicou 2x0 no Miguelense, lidera com 3 pontos. Com um ponto, o vice-líder é o CRB. Sete de Setembro, CEO e o Murici estão todos com 0 ponto. O Sete segura a lanterna por ter três gols de déficit.
A 2ª rodada marca as seguintes partidas:
Sábado (28)
Coruripe x Santa Rita
Domingo (29)
CEO x CSE
Murici x ASA
CRB x Miguelense
Sete de Setembro x CSA
NM com Francisco Cardoso
Leia Mais ►

sábado, 21 de janeiro de 2017

Em jogo duro, CSA vence o Murici pela primeira rodada do Campeonato Alagoano


Everton Heleno abriu o placar para o Azulão em gol de pênalti
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

TEMPO REAL





















Em jogo bastante acirrado o CSA venceu o Murici por 2 x 0, na tarde deste sábado (21), pela primeira rodada do Campeonato Alagoano de 2017. A partida aconteceu no Estádio Gerson Amaral, na cidade de Coruripe. Os gols da partida foram marcados na etapa final por Everton Heleno, de pênalti, e Geovani.
Depois de perder dois dos três amistosos disputados na pré-temporada, o Azulão vinha bastante pressionado para conseguir um resultado positivo na estreia do Estadual. 
Apesar de jogar em Coruripe, devido a uma punição de cinco jogos pela briga que aconteceu na final do Alagoano de 2016, 1.539 torcedores compareceu ao Estádio para acompanhar a estreia do Azulão.
O jogo
Partida foi bastante disputada, com entradas duras
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS





















O CSA iniciou melhor a partida e logo no início Cleyton fez uma boa jogada e saiu na cara do goleiro Dias, mas isolou a bola. E as chances para o CSA foram se repetindo em todo primeira etapa. 
Apesar de dominar o jogo no primeiro tempo, o time não conseguiu refletir esse domínio em gols. Várias chances foram criadas e o atacante Daniel Cruz foi um dos que mais desperdiçou oportunidades.
No segundo tempo, o técnico Oliveira Canindé tirou o meia Cleyton, para a entrada de Geovani. Mas desta vez quem voltou melhor foi a equipe do Murici, que propôs mais o jogo com chances claras de abrir o placar. O jogador Deizinho foi o que mais se destacou com no mínimo três boas chances desperdiçadas.
Torcida do CSA marcou presença na estreia do clube
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

Mas a partir dos 20 minutos, o técnico do Murici, Roberval Davino, começou a mexer no time, com os jogadores claramente cansados. O atacante Alexsandro saiu para a entrada de Eduardo e cinco minutos depois, o zagueiro Edson Veneno, machucado, saiu para a entrada de Sinval. E isso foi refletido na partida, a partir das alterações, o jogo voltou a ficar equilibrado e o CSA voltou a mostrar força no ataque.
Canindé ainda tirou o volante Panda, amarelado no primeiro tempo, para a entrada de Marcos Antônio e Kelvin no lugar de Alex Henrique. Aos 33 minutos do primeiro tempo, a estrela de Canindé brilhou e Geovani sofreu um pênalti dentro da área; quando o goleiro Dias saiu nas pernas do atleta.
Alex Henrique chutou forte no lado esquerdo para abrir o placar para o Azulão. A parti dai, mesmo tentando buscar o empate, o Murici não teve força para chegar com qualidade ao gol Azulino. Na única chance do Verdão da Mata, aos 38?, Tarcísio apareceu sozinho dentro da área e colocou a bola para fora.  
Aos 42? o CSA sacramentou a vitória em uma falha grotesca do goleiro Dias, que na bola alçada na área, saiu errado, ?caçando borboletas? e mais uma vez Geovani foi o protagonista da partida, marcando um golaço de cobertura e dando números finais a partida.
Ao fim do jogo, o técnico Roberval Davino lamentou o cansaço do time na etapa final. "Trabalhamos apenas 20 dias, e ainda temos muitas avaliações para serem feitas. Tive que fazer muitas substituições por cãibras e infelizmente, na hora que precisávamos, de mais gás tive que realizar as substituições. Mas foi bom para o primeiro jogo", ponderou Davino.
Já Canindé disse que o time estava ansioso, devido aos resultados negativos nos amistosos realizados na pré-temporada. "O jogo foi em cima da ansiedade, a necessidade de vencer a primeira partida e mostrar serviço atrapalhou", disse o técnico. 
Próximos compromissos
Agora o CSA só volta a jogar pelo Alagoano no próximo domingo, quando encara o Sete de Setembro, no domingo (29) às 16h, o Verdão da Mata recebe o ASA no mesmo horário.  Antes, na quarta-feira (18), o Azulão terá que virar a chave para estrear pela Copa do Nordeste contra o ABC, no Estádio Rei Pelé.

NM com Marcio Chagas
Leia Mais ►

No primeiro jogo do Alagoano 2017, Coruripe bate Miguelense no Coaracy

Miguelense x Coruripe, Campeonato Alagoano 2017 (Foto: Agapito Santana/Assessoria Coruripe)Ainda sem o seu estádio liberado, Miguelense teve que atuar em Arapiraca (Foto: Agapito Santana/Assessoria Coruripe)

O Coruripe ganhou de 2 a 0 do Miguelense, em Arapiraca, na abertura do Campeonato Alagoano. Os gols do Hulk foram marcados por Cristiano Alagoano e Diego Renato, na segunda etapa de partida. Com o resultado, o Verdão assume a liderança do Grupo A.
Resumo
No primeiro tempo, as equipes não criaram tanto e os goleiros não tiveram trabalho. Já no começo da etapa final, precisamente aos dez minutos, o experiente atacante Cristiano Alagoano fez o primeiro gol do estadual. Cinco minutos depois, o camisa 9 do Coruripe tocou para o meia Diego Renato ampliar o placar. O Miguelense tentou diminuir o marcador, mas sem grande sustos ao goleiro Roque Alan.
Miguelense x Coruripe, Campeonato Alagoano 2017 (Foto: Wellyngton Pereira/Assessoria Coruripe)Gols do Coruripe foram marcados na segunda etapa (Foto: Wellyngton Pereira/Assessoria Coruripe)
Miguelense jogou com Ricardo; Allef, Clayton, Cosmo e Índio; Jonílson, João Luiz (Nicássio), Luan Braz e Dwan (Doguinha); Cássio e Shalon (Kaio). Técnico: Rommel Vieira. O Coruripe atuou com Roque Alan; Lazaro (Danilo Silva), Jesse, Daciel e Jackson (Nilson Sergipano); Roberto, Renato, Diego Renato e Kiko; Fábio Lopes (Romisson) e Cristiano Alagoano. Técnico: Joécio Barbosa.
Pela segunda rodada, o Coruripe recebe o Santa Rita, sábado, às 16h, no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe. No dia seguinte, o Miguelense encara o CRB, em Maceió, às 16h, no Estádio Rei Pelé.
NM com Globoesporte.com/al
Leia Mais ►