Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 23 de abril de 2019

FAF premia os melhores do Campeonato Alagoano 2019

FOTO: AILTON CRUZ
Acabou! Após o fim do Campeonato Alagoano 2019, neste domingo (21), no Estádio Rei Pelé, com a vitória do CSA, a Federação Alagoana de Futebol (FAF) realizou a cerimônia de premiação dos melhores do estadual. O evento, realizado na noite desta segunda-feira (22), reuniu jogadores, treinadores, dirigentes dos clubes, da federação, imprensa e convidados no Teatro Gustavo Leite, no Jaraguá, em Maceió.  
O evento também contou com o show de stand-up de Rafael Cunha e apresentação artística da cantora Irina Costa.
O presidente da FAF, Felipe Feijó, destacou que a organização buscou fazer uma competição transparente. "É gratificante começar e terminar a competição como tudo aconteceu de maneiro exitosa, tudo que foi planejado ocorreu. A gente terminou a competição sem polêmica, sem interferência de arbitragem, onde aquele que fez merecer dentro de campo saiu campeão". 
Além disso, Felipe Feijó destacou que o momento é de confraternização. "A competição tem vários momentos. Antes de começar estão todos unidos pra ver como ela vai acontecer. No meio dela, acontecem várias coisas onde um não começa mais a gostar um do outro. E acho que no final tudo isso é esquecido e temos a oportunidade de confraternizar e homenagear aquelas que tiveram destaque durante a competição. Não tenho duvidas em dizer que esse é o melhor momento do futebol de Alagoas nos últimos tempos". 
Um dos homenageados da noite foi o integrante do Timaço da 98.3 e apresentador do Bola Quente, Walmari Vilela. "Isso aqui é apenas gratidão que tenho pelo rádio, eu não seria tão conhecido e não chegaria onde cheguei, foi muita coisa de lá pra cá. O ápice do homem na imprensa esportiva é a Copa do Mundo, uma já é muita coisa e eu estive em quatro delas". 
Raimundo Tavares, diretor do CSA, representou o Campeão do Alagoano 
FOTO: AILTON CRUZ











Confira a lista dos premiados:
  • Artilheiro: Alexandre (Jaciobá) - com 8 gols;
  • Melhor árbitro: José Ricardo Laranjeira;
  • Melhores assistentes: Benilsons dos Santos e Rondinelli Tavares;
  • Melhor técnico: Marcelo Cabo (CSA);
  • Melhor goleiro: João Carlos (CSA);
  • Melhor lateral-direito: Apodi (CSA);
  • Melhores zagueiros: Luciano Castan (CSA) e Gérson (CSA);
  • Melhor lateral-esquerdo: Hugo (Jaciobá);
  • Melhores volantes: Dawhan (CSA) e Ferrugem (CRB);
  • Melhores meias: Didira (CSA) e Felipe Menezes (CRB);
  • Melhores atacantes: Alexandre (Jaciobá) e Patrick Fabiano (CSA);
  • Jogador revelação: Victor Paraíba (CSA);
  • Gol mais bonito do campeonato: Alef Manga (Coruripe);
  • Craque da galera: Didira (CSA);
  • Craque do campeonato: Didira (CSA).
Seleção do Ano:
  • Goleiro: João Carlos (CSA);
  • Laterais: Apodi (CSA) e Hugo (Jaciobá);
  • Zagueiros: Gerson (CSA) e Luciano Castan (CSA);
  • Volantes: Dahwan (CSA) e Ferrugem (CRB);
  • Meias: Didira (CSA) e Felipe Menezes (CRB);
  • Atacantes: Alexandre (Jaciobá) e Patrick Fabiano (CSA).

NM com Livia Leão e Jean Nascimento

CRB contrata o zagueiro Ewerton Páscoa, que já se encontra em Maceió

FOTO: SCOOPNEST
Passadas as emoções e a decepção pela perda do título do Alagoano para o maior rival, o CSA, nesse domingo (21), o elenco do CRB foca agora as atenções no início do Campeonato Brasileiro da Série B, onde fará a sua estreia no próximo domingo (28), contra o Londrina, às 16 horas, no Estádio Rei Pelé.
E já para o início da competição nacional, a direção do Galo anunciou a contratação do zagueiro Ewerton Páscoa, 30 anos. O jogador atuou no Paulistão pelo São Bento. Também defendeu clubes como Guarani, Santos, Náutico, Sport e Red Bull Brasil
A Gazetaweb teve a informação de que Ewerton Páscoa já chegou à capital alagoana e deverá ser apresentado oficialmente na tarde desta terça (23), quando ocorrerá a reapresentação dos atletas, no CT Ninho do Galo.
Ele começará os treinamentos com o grupo regatiano nesta terça, pois esta segunda-feira foi de folga geral para todos no elenco do Galo. Páscoa foi uma indicação do técnico Marcelo Chamusca.
NM com Fernanda Medeiros

segunda-feira, 22 de abril de 2019

ASA contrata o meia Mailson para reforçar a equipe visando à Série D

O ASA segue se reforçando para a Série D do Campeonato Brasileiro. E no início da noite desta segunda-feira (22), a direção do Alvinegro confirmou mais uma contratação: o meia Mailson, 22 anos, que estava atuando no América de Teófilo Otoni-MG.
Mailson é considerado um meia ofensivo, podendo jogar também como atacante. Já passou por clubes como Sport Lagoa Seca-PB, Sport Campina-PB e Salgueiro-PE. O atleta é natural de Bodocó, interior de Pernambuco.
O novo reforço do ASA está com a chegada a Arapiraca prevista para esta terça-feira (23), quando irá se unir ao elenco alvinegro e dar início à preparação da equipe, sob o comando do técnico Nedo Xavier.
Neta semana o time se prepara para o jogo amistoso contra o Coruripe, no próximo domingo (28), às 16 horas, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca. Os treinos da equipe arapiraquense se revezam entre trabalhos na academia e no estádio, pela manhã, às 8h30, e à tarde, a partir das 15 horas.
O primeiro compromisso do Alvinegro na Série D será no dia 5 de maio, contra o Jacuipense-BA, às 16 horas, no Estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe, na Bahia.
NM com Fernanda Medeiros

Coruripe apresenta elenco e comissão para a disputa do Brasileiro da Série D

FOTO: AGAPITO SANTANA/ASCOM CORURIPE
Na tarde desta segunda-feira (22), a diretoria do Coruripe apresentou à torcida e à imprensa a sua comissão técnica e o elenco para a disputa do Brasileiro da Série D. Após a apresentação, as atividades físicas foram iniciadas sob o comando do preparador físico Pierre Góes. 
Na comissão técnica as novidades são o técnico Lino, anunciado no último sábado (20), e o preparador de goleiros Givaldo Ferreira de Oliveira, o Índio, vindo do Murici e que também já trabalhou no CRB, Botafogo-PB, Souza-PB, Fortaleza e Ferroviário-CE. Índio foi anunciado nesta segunda-feira.
Entre os jogadores as novidades são o zagueiro André Nunes, ex-ASA, o volante Deivison, o meia Shalon e o atacante Jhony Robert, esses três que atuaram no Murici, e o meia João Grilo, que estava no CEO. Os meias Clebson e Filipe André acertaram a renovação de seus contratos. Já o lateral esquerdo Chiquinho Bala desistiu de renovar o contrato, e o volante Cal, já anunciado, avisou que não vai mais defender o Hulk.
Além dos novos contratados, todos vindos de equipes que disputaram o Campeonato Alagoano deste ano, o clube renovou com 21 atletas que participaram do Estadual e contará, ainda, com garotos das categorias de base.
Amistoso
Durante a preparação para o Brasileiro, o Coruripe fará um amistoso contra o ASA, no próximo domingo (28), no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Já pela Série D, o Hulk estreia contra o Sergipe, no sábado, dia 4 de maio, às 19 horas, no Gerson Amaral.
Comissão técnica
Técnico: Elinaldo da Silva Lira (Lino)
Auxiliar técnico: Sebastião Gessé
Preparador físico: Pierre Góes
Auxiliar de preparação física: Thiago Militão 
Preparador de goleiros: Givaldo Ferreira de Oliveira (Índio) 
Departamento Médico: Dr. Márcio Roberto
Fisioterapeuta: Márcio Roberto Júnior
Massoterapeuta: Betinho
Elenco
Goleiros: Naldo, Gustavo e Gean (base)
Laterais: Pinheirinho e Jackson
Zagueiros: Moisés Potiguar, Islan, Jessé, Cosmo Alagoano e André Nunes (novo reforço)
Volantes: Tauan, Lourinho, Deivison (novo reforço) e Vapor (base)
Meias: Palinha, Carlos Eduardo, Filipe André, Shalon (novo reforço) e João Grilo (novo reforço)
Atacantes: Alef Manga, Juliano, Ivan, André, Valdir e Jhony Robert (novo reforço)
NM com Fernanda Medeiros

domingo, 21 de abril de 2019

Nos pênaltis, CSA vence CRB e conquista o bicampeonato alagoano: 4 a 2

FOTO: AILTON CRUZ
O Campeonato Alagoano já tem o seu campeão, ou melhor o seu bicampeão! E é o CSA! O título foi decidido nas cobranças de pênaltis, após muita emoção e muito coração na mão por parte dos torcedores das duas equipes, na tarde/noite deste domingo (21), em partida disputada no Estádio Rei Pelé. Este é o 39º título estadual conquistado pelo Azulão.
Depois de um tempo normal (90 minutos) com 1 a 0 para o Galo, a decisão foi para as cobranças de pênaltis. Isso porque o Azulão havia vencido o primeiro jogo também por 1 a 0 e dependia do empate. Já o CRB precisava vencer por dois gols de diferença para ser campeão direto. Como venceu por 1 a 0, não teve jeito: a partida foi para as cobranças de pênaltis.

CSA conquista a taça do Campeonato Alagoano 2019
.
Cobraram para o CSA: Matheus Sávio, Carlinhos, Dawhan e Luciano Castán. Rafinha perdeu a sua cobrança. Já do lado do Galo, perderam João Paulo e Lucas. E fizeram os gols Victor Rangel e Guilherme Mattis. A quinta cobrança, que seria de Zé Carlos, não foi necessária, pois o Azulão já estava à frente e o Galo não tinha mais como ser o vencedor. Resultado final: 4 a 2.  

Gol único do CRB no tempo normal do jogo no rei Pelé foi assinalado por Hugo Sanches, ainda no primeiro tempo
FOTO: AILTON CRUZ
























Já no tempo normal da partida, o único gol do CRB foi assinalado pelo atacante Hugo Sanches, aos 21 minutos da etapa inicial.
O primeiro tempo
O CRB chegou primeiro ao ataque, no minuto inicial de jogo. Após cruzamento de Willian Barbio na área azulina, a zaga afasta e a bola sai em lateral para o Galo. O CRB chegou de novo com Hugo Sanches, aos 6 minutos. Ele soltou a bomba da entrada da área mas a bola subiu muito.
O time regatiano era o dono da partida. Ia direto ao ataque, levando perigo ao Azulão, que só fazia se defender. E aos 11 minutos, de novo o Galo chegou com perigo. Guilherme Mattis soltou uma bomba de fora da área e o goleiro João Carlos fez uma grande defesa.
E só dava Galo, metendo pressão em cima dos azulinos! Aos 16 minutos, Hugo Sanches cobrou um escanteio fechado e o zagueiro Wellington Carvalho cabeceou, mas a bola ficou na rede pelo lado de fora. De tanto tentar o CRB conseguiu. Aos 21 minutos, Junior chutou cruzado, João Carlos deu rebote e Hugo Sanches colocou a bola no fundo da rede, fazendo a festa da torcida regatiana nas arquibancadas: 1 a 0.
Depois que levou o gol, o time azulino passou a jogar lá na frente, deixou a retranca de lado, tentando fazer o seu gol, o de empate, o que lhe garantia o título estadual. e na tentativa azulina, aos 25 minutos, Rafinha cobrou uma falta para dentro da área, a zaga do CRB afastou e, na sequência, Didira tentou colocar novamente da área regatiana, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Jogadores do CRB durante a comemoração do gol de Hugo Sanches, que levou a decisão para os pênaltis: mas de nada adiantou
FOTO: AILTON CRUZ

























O CRB trocava passes no campo de ataque e seguia dominando o jogo, chegava com queria, colocando o Azulão na "roda", enquanto o time de Marcelo Cabo estava totalmente perdido. Mas aos 31 minutos, o Azulão chegou com perigo e poderia ter igualado o placar. Patrick Fabiano avançou na área, chutou bem, mas o goleiro Edson Mardden fez uma excelente defesa, evitando o gol do CSA.
O CSA teve uma cobrança de falta em seu favor, quando Rafinha disputou a bola e foi derrubado por William Barbio. Aos 37 minutos, o próprio Rafinha cobrou colocando a bola na área, mas a defesa do CRB afastou. Aos 43 minutos, o Azulão, que tinha melhorado um pouco na partida, teve uma grande chance de empatar. Apodi recebeu o passe dentro da área do CRB, Edson Mardden saiu e tirou a bola dos pés do lateral azulino, livrando o perigo.
O primeiro tempo desta decisão terminou pontualmente, aos 45 minutos, quando o árbitro Fifa Wagner do Nascimento Magalhães, apitou o final, no Rei Pelé: CRB 1x0 CSA.
A etapa final
No segundo tempo, o CRB começou logo levando perigo ao gol do CSA. Aos 4 minutos, Igor fez boa jogada pela esquerda e passou a bola para Mailson. O atacante do CRB soltou o pé e o goleiro João Carlos salvou o Azulão, que melhorou no segundo tempo, em relação à primeira etapa.

CSA e CRB fizeram um jogo interessante no segundo tempo: o Azulão querendo o gol de empate e o Galo buscando o segundo gol para ser campeão de forma direta
FOTO: AILTON CRUZ

























Aos 11 minutos, Junior foi derrubado por Dawhan, o que resultou em uma falta para o CRB. Hugo Sanches cobrou, mas foi mal e a redonda desviou em Patrick Fabiano e foi para fora, em lance de escanteio. O próprio Sanches cobrou o escanteio, mas a zaga azulina afastou.
O jogo melhorou. Tanto CSA quanto CRB buscavam o gol. E em uma das tentativas do Galo, aos 14 minutos, Victor Rangel recebeu na ponta direita, cortou para dentro e chutou de fora da área. A bola passou assustando o goleiro João Carlos e foi para fora. 
Mesmo ganhando por um a zero, o CRB pressionava em busca do segundo gol, para não levar a decisão para os pênaltis. Os técnicos das duas equipes passaram a promover mudanças em seus times, no segundo tempo. Aos 32 minutos, CSA e CRB já tinham feito as suas três substituições permitidas.

Claudinei dá uma escapada, foge do jogador do CSA e corre com a bola: Galo foi melhor na primeira etapa
FOTO: AILTON CRUZ
























Também aos 32 minutos, o CSA teve uma falta em seu favor. Rafinha cobrou, mandando a bola na área, Gerson subiu sozinho e a redonda assusta o goleiro Edson Mardden, levando perigo. O CSA insistia em busca do gol de empate e o jogo ficou totalmente aberto. Aos 35 minutos, de novo o Azulão chegou. Matheus Sávio soltou uma bomba e a bola desviou na zaga do CRB, indo em escanteio para o time azulino. 
O jogo se aproximava do final e o CSA insistia. Aos 42 minutos, Carlinhos invadiu a grande área, chutou forte e Edson Mardden defendeu. O árbitro sinalizou três minutos de acréscimos. E aos 46 minutos, a boa chance foi do CRB, que teve tudo para fazer o segundo gol e ser campeão. Igor cruzou na área, Zé Carlos cabeceou bem e João Carlos operou um verdadeiro milagre no Trapichão. Na sequência, Zé Carlos tentou novamente e foi travado por Luciano Castán.
Aos 48 minutos, Wagner do Nascimento Magalhães encerrou o jogo. E veio, então, a cobrança das penalidades, para decidir quem levantaria o caneco do Estadual de 2019.
Os pênaltis

Goleiro azulino João Carlos foi o herói do título do CSA, defendendo dois pênaltis
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
























Foram para as cobranças no CRB: João Paulo, Lucas, Victor Rangel, Guilherme Mattis e Zé Carlos. E no CSA cobraram: Matheus Sávio, Carlinhos, Rafinha, Dawhan e Luciano Castán. Marcaram para o CRB: Victor Rangel e Guilherme Mattis. 
E perderam João Paulo e Lucas, em ambas cobranças méritos para o goleiro João Carlos, que fez a defesa. E para o CSA só quem perdeu a cobrança foi o lateral Rafinha. Placar final nos pênaltis: 4 a 2. E Azulão campeão da temporada de 2019!

João Carlos é carregado pelos companheiros durante comemoração do título
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
























Fala, Leandrão!
Ao final da partida, já com o título na mão, o zagueiro Leandro Souza, que ainda se recupera de uma contusão e não tem participado das partidas, falou com o repórter Isaac Simões, com exclusividade.
Ele disse como se sente, neste momento, com essa conquista, que também é dele: "Nosso dia a dia, a gente convive todos os dias juntos, treina junto. Hoje quando a rapaziada foi para os pênaltis, eu acompanhei o treinamento. Parecia que eu sabia o que os caras iam fazer, quem ia bater. Feliz demais porque hoje é um dia maravilhoso, todo mundo foi bem".

Zagueiro Leandro Souza falou sobre a emoção da conquista do título azulino
FOTO: ISAAC SIMÕES
Sobre a decisão ele comentou: "Foi um jogo tenso, uma final, mas a rapaziada conseguiu trazer o título, o bicampeonato. É isso que vai ficar na história do CSA. Esses jogadores que chegaram aqui fizeram história, Então, que a gente continue com esse ímpeto, com essa vontade de fazer história cada vez mais".
Leandrão lembrou que o CSA saiu do nada e agora vai para uma Série A, sabendo que terá muita dificuldade. "O trabalho vai ser mais árduo ainda, mas com os pezinhos no chão, com o planejamento que tem sido feito, tenho certeza que o CSA vai continuar na Série A e fazer história", afirmou. 
Disse, ainda que esse momento é diferente, porque quando ele chegou ao clube o CSA não disputava nada. "Pra mim é muito diferente, chega arrepiar. Eu cheguei num lugar em que eu não sabia como ia ser o amanhã. Agora temos uma Série A para disputar, tudo isso furto do nosso trabalho, de tudo o que a gente vem fazendo esse tempo todo dentro do CSA", encerrou.

Jogadores e comissão técnica comemoram o 39º título estadual do CSA
FOTO: AILTON CRUZ
























CRB - Edson Mardenn; Junior, Wellington Carvalho, Guilherme Mattis e Igor; Claudinei, Lucas e Hugo Sanches (João Paulo); Victor Rangel, Willian Barbio (Ferrugem) e Mailson (Zé Carlos). Técnico: Marcelo Chamusca.
CSA - João Carlos; Apodi, Luciano Castan, Gerson e Rafinha; Mauro Silva (Manga Escobar), Dawhan, Matheus Sávio e Didira (Carlinhos); Patrick Fabiano e Robinho (Victor Paraíba). Técnico: Marcelo Cabo.
Árbitro - Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ). 
Auxiliares - Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Neuza Back (Fifa/SC).
NM com Fernanda Medeiros 

+ VISTAS