Image Map
Image Map
Image Map

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

AMIGOS INTERNAUTAS , ESTAMOS DE FÉRIAS. VOLTAREMOS EM BREVE


AMIGOS INTERNAUTAS

Gostaríamos de agradecer a todos pelo carinho da audiência, em 2019 voltaremos renovados para a grande temporada do futebol e arbitragem nacional.

Abraço do Editor Chefe 

Paulo Lira 

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Fim da espera: CSA renova contrato com Marcelo Cabo até o final de 2019

FOTO: ASCOM CSA
Marcelo Cabo será treinador do CSA em 2019. O comandante azulino chegou a um acordo com a diretoria do clube do Mutange em um almoço nesta quinta-feira (29) e renovou seu contrato com o Azulão até o final da próxima temporada. 
Além de Marcelo Cabo, também permanecem no CSA para 2019, o preparador físico Leonardo Cupertino e os auxiliares Gabriel Cabo e Rodolfo Oliveira. Após assinatura de contrato, Marcelo Cabo vai embarcar rumo ao Rio de Janeiro, onde passará férias com a família e também vai participar de um curso na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 
Marcelo Cabo e dirigentes do CSA chegaram a um acordo após um almoço nesta quarta-feira
FOTO: ASCOM CSA

























O treinador retornará a Maceió somente no dia 2 de janeiro, quando dará início ao período de pré-temporada no CSA. A direção azulina foca agora nas renovações dos contratos de alguns jogadores que interessam o clube para a próxima temporada.
Marcelo Cabo chegou ao CSA em fevereiro deste ano para substituir Flávio Araújo, demitido após a eliminação na Copa do Brasil para o São Paulo, no Rei Pelé. 
No Azulão, o treinador carioca que completa 52 anos no próximo dia 6 de dezembro, conseguiu pôr um fim ao jejum de nove anos sem conquistar um título estadual, vencendo o CRB na finalíssima por 2x0, e levou o clube a fazer a maior campanha de um alagoano na Série B do Brasileirão, sagrando-se vice-campeão e garantido acesso à elite do futebol nacional.
NM com Isaac Simões

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Final da Libertadores entre River e Boca será no Santiago Bernabéu

Fim do mistério. Na tarde desta quinta-feira, a Conmebol bateu o martelo e decidiu que a final da Libertadores da América, entre River Plate e Boca Juniors será decidida no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, no dia 9 de dezembro.
A casa do poderoso Real Madrid levou a melhor na disputa para sediar a final aos 45 do segundo tempo. Até o início da tarde, a cidade de Doha, no Qatar era a principal favorita, mas a Conmebol decidiu optar pela cidade européia.
Um dos fatores que contribuíram com Madri é que a capital espanhola recebe inúmeros turistas sul-americanos, ou seja, o calor latino estaria mais presente ao estádio do que uma final no Oriente Médio.
Torcida Mista
Outro ponto que será novidade na decisão é a presença das duas torcidas no estádio. Por conta de uma lei na Argentina, apenas a torcida do mandante poderia ocupar as arquibancadas. Como o jogo será em campo neutro, tanto os Xeneizes, como os Millonarios estão liberados para assistir ao duelo.
Entenda o Caso
Após o ônibus do Boca Juniors ser atingido pela torcida do River Plate nos arredores do Monumental de Núñez, a final foi suspensa e até a tarde desta quinta-feira existia a expectativa do River ser punido e o título ficar com o Boca Juniors.
Apesar da força Xeneize nos bastidores, a Conmebol não puniu o Millonario e decidiu pela final dentro de campo, o que não deixou o Boca Juniors feliz.
NM com Lance

Valorizado após acesso, Marcelo Cabo ainda não acertou renovação com CSA

FOTO: AILTON CRUZ
O técnico Marcelo Cabo ainda não acertou sua permanência com o CSA para temporada 2019. Muito valorizado pelo vice-campeonato da Série B do Brasileirão com o clube marujo, Cabo já demonstrou o seu interesse de renovar com o Azulão, mas até o momento nenhum acordo foi firmado. 
O presidente do conselho deliberativo do clube, Raimundo Tavares, contou que as negociações com o treinador seguem em andamento e que o clube tem esperanças de chegar a um consenso a qualquer momento. "Ainda não tem nada definido. Mas, esperamos renovar", disse o dirigente marujo.
Marcelo Cabo chegou ao CSA em fevereiro deste ano para substituir Flávio Araújo, demitido após a eliminação na Copa do Brasil para o São Paulo, no Rei Pelé. No Azulão, Cabo conseguiu pôr um fim ao jejum de nove anos sem conquistar um título estadual, vencendo o CRB na finalíssima por 2x0, além de levar o clube à elite do futebol brasileiro.
A grande campanha na Série B do Campeonato Brasileiro fez o atual comandante ser valorizado no cenário nacional, chegando a ter o nome ventilado no Flamengo e Santos para a próxima temporada.
NM com Isaac Simões

CRB renova contrato com Roberto Fernandes para a temporada de 2019

FOTO: DOUGLAS ARAÚJO/CRB
A diretoria do CRB renovou o contrato do técnico Roberto Fernandes e da comissão técnica para a temporada 2019. O presidente Marcos Barbosa, com o aval do presidente do Conselho Deliberativo, Fernando Paiva e do presidente do Comitê Gestor, Carlos Rubens, assinaram a renovação na tarde desta quarta-feira (28).
O treinador Roberto Fernandes liderou o CRB em 11 partidas desde a sua chegada. A estreia foi na 28ª rodada contra o Coritiba, que terminou em empate, com 1x1. Desde então, foram cinco vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas. 
A equipe regatiana fez 15 e sofreu 10 gols. Dos 33 pontos disputados, 19 foram ganhos pelo comandante, finalizando a Série B com um aproveitamento de 57,58%.
Com a missão de livrar o Galo do terceiro rebaixamento à Serie C, Roberto Fernandes encontrou o CRB com 29 pontos, ocupando a 18° colocação da Segundona. Ao fim da competição, o Galo apontava 48 pontos conquistados, na 12° posicao da tabela. A figura dura de Fernandes é dada como crucial para o CRB ter conseguido a permanência.
"A figura de uma liderança positiva ajuda em qualquer ambiente de trabalho e no CRB não foi diferente. Ele conseguiu, por meio da conversa, resgatar alguns jogadores que estavam encostados como eu e Willians Santana, que acabou sendo decisivo na reta final da competição [artilheiro do time com 11 gols]. Não digo que foi um bom final na temporada para o CRB, poderíamos fazer mais, no entanto foi um final honesto", assegurou o volante Serginho, que voltou a atuar pelo CRB depois de cinco meses afastado.
Para Marcos Barbosa, era muito importante começar a próxima temporada dando continuidade a um trabalho que se mostrou vencedor. "Fizemos uma grande reta final de Série B e a permanência da comissão técnica é o o primeiro passo para o planejamento de 2019. A Nação Regatiana pode ficar tranquila, que o CRB vai com tudo enfrentar os desafios que virão pela frente", disse ele.
O vínculo de Roberto Fernandes com o Galo vai até o final da temporada de 2019.
NM com assessoria do CRB 

+ VISTAS