Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Rússia entra com novo recurso contra o banimento da Paralimpíada do Rio

O Comitê Paralímpico da Rússia segue tentando mudar a decisão da Corte Arbitral do Esporte (CAS) de banir toda a delegação russa da Paralimpíada do Rio, que começa no próximo dia 7 de setembro. Nesta sexta, a entidade entrou com recurso Corte Federal Suíça contra o banimento. O recurso deve ser apreciado na próxima segunda-feira. 
Vladimir Lukin presidente do Comitê Paralímpico da Rússia (Foto: Reuters)Vladimir Lukin, presidente do Comitê Paralímpico da Rússia: decisão não pode afetar atletas "limpos" (Foto: Reuters)
A justificativa de Vladimir Lukin, presidente do Comitê Olímpico Russo, é que o doping de alguns atletas não pode afetar competidores "limpos". Até o momento, a posição do Comitê Paralímpico Internacional (IPC - sigla em ingês) é manter a punição à Rússia uma vez que o país montou uma “operação de doping programada pelo estado".
Durante esta semana, o presidente do IPC, Sir Philip Craven, descreveu a política antidoping russa como um sistema “quebrado, corrupto e inteiramente comprometido”.
- A decisão sublinha nossa forte crença de que doping não tem lugar no esporte paralímpico e melhora nossa capacidade de assegurar uma competição leal e no mesmo nível para os atletas paraolímpicos de todo o mundo - afirmou Sir Craven.
A decisão contrasta com a do Comitê Olímpico Internacional, que não baniu os atletas russos em sua totalidade na Rio 2016. No fim, 270 competidores puderam disputar os Jogos Olímpicos, e a Rússia ganhou 56 medalhas no total. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA