Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Reta final de turno eleva estatística de sobrevida do CSA no Brasileirão

FOTO: MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO CON
O CSA ganhou fôlego no Campeonato Brasileiro. Nas últimas cinco rodadas, o clube marujo venceu duas partidas, empatou outras duas e perdeu apenas uma vez, conquistando oito pontos. Retrospecto que faz as chances de rebaixamento sair de mais de 80% e cair para 60,1%, segundo o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Na 18ª colocação, porém a dois pontos de largar a Z4, o Azulão tem mostrado força sobretudo diante dos times da parte de baixo da tabela de classificação. Nesses cinco jogos, encarou Fluminense (venceu por 1x0), Cruzeiro (empatou em 1x1) e Chapecoense (bateu por 2x0).
"A gente vem de uma boa sequência de jogos e por mais que tenhamos perdido um jogo, a equipe tem jogado bem melhor que no começo. Se tivéssemos essa atitude desde o início provavelmente a gente poderia estar com mais pontos, mesmo que na zona de rebaixamento", declarou o lateral Apodi.
Essa sobrevida na reta final do primeiro turno do Brasileirão se deu também pela ótima fase que algumas peças do elenco. Na zaga, Alan Costa e Luciano Castán se encaixaram e ambos tomaram conta do setor. Pela direita, Dawhan (improvisado na lateral) e Apodi (na ponta) têm dado conta do recado com consistência e apoio ao ataque marujo. No meio, o argentino Jonatan Gómez se configura como mola propulsora da boa fase, sendo decisivo com gols e assistências.
Sob as traves, talvez, o grande destaque marujo nesta edição do Campeonato Brasileiro. O goleiro Jordi lidera o ranking de defesas na Série A, impedindo, inclusive, gols de pênalti dos adversários. Contra Bahia e Chape, ele defendeu cobranças na marca da cal.
"O CSA tem crescido muito dentro da competição. Batemos de frente contra uma equipe muito grande, ganhamos um ponto e estamos a dois de pular fora da zona de rebaixamento", declarou o arqueiro azulino.
Na abertura do returno, já no domingo (22), o Azulão receberá o Ceará no Estádio Rei Pelé, às 16 horas. Daqui para frente, com o fim da Copa do Brasil (a final entre Internacional e Athletico nesta quarta-feira, 18) e a distância das semi brasileira da Libertadores entre Grêmio e Flamengo, os jogos do Brasileirão acontecerão em escala bem menor, o que preocupa.
"Teremos jogos agora aos domingos e às quartas sem parar. Não vai ser fácil, mas acredito que essa crescente nossa tem sido muito boa. Temos passado por grandes dificuldades e mesmo assim conseguimos tirar pontos. Hoje [domingo, 15], o São Paulo quem achou um gol no finalzinho, e pode ter certeza que o CSA vai dificultar cada vez mais", garantiu Jordi.
Após empatar com o São Paulo por 1x1, elenco azulino ganhou folga nesta segunda-feira (16) e voltará aos trabalhos nesta terça-feira (17), às 16h, no CT do Mutange.
NM com Mauricio Manoel

Nenhum comentário:

Postar um comentário