Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 21 de maio de 2019

Mardden pega pênalti, e CRB vence o Coritiba com um gol de Léo Ceará

FOTO: AILTON CRUZ
Foi no sufoco, mas valeu! O CRB venceu o Coritiba, por 1 a 0, e faturou a sua segunda vitória no Brasileiro da Série B, na noite desta segunda-feira (20), em jogo isolado que fechou a 4ª rodada da Segundona nacional. A partida foi disputada no Estádio Rei Pelé, que inaugurou o seu novo sistema de iluminação, cujos refletores foram acesos momentos antes do confronto.
O gol do Galo foi assinalado pelo estreante atacante Léo Ceará, aos 38 minutos do primeiro tempo. E com essa vitória, em que quebrou a invencibilidade do adversário, o Galo passa a somar seis pontos e pula da 16ª para a 6ª posição na tabela, um salto qualificado. Já o Coritiba, com cinco pontos, é o 11º colocado. 
O próximo jogo do Regatas será contra o Vila Nova-GO, na próxima sexta-feira (24), às 19h15, novamente no Estádio Rei Pelé. Já o Coritiba vai encarar o Cuiabá-MT, no sábado (25), às 11 horas, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba-PR.
O primeiro tempo...

Volante Ferrugem, do CRB, tenta sair jogando e á marcado de perto por jogador adversário, no Rei Pelé
FOTO: AILTON CRUZ






















A primeira investida do jogo foi do CRB, com o estreante Léo Ceará, logo no primeiro minuto de bola rolando. Ele foi acionado, mas a bola correu demais e saiu pela linha lateral. Aos 5 minutos, de novo o Galo tentou. Ferrugem driblou a marcação e soltou uma bomba, mas a bola desviou em Alan Costa no meio do caminho.
Aos 9 minutos, em falta para o Coritiba, William Matheus cruzou na área, mas a zaga regatiana afastou o perigo. Aos 15 minutos, de novo o Coxa chegou ao ataque. Rodrigão deu um lindo drible, tentou tocar para Wellinton Júnior, mas Ewerton Páscoa, atento, chegou primeiro e tirou a bola.
O jogo passava dos 15 minutos e o CRB não tinha criatividade. Se postava todo lá atrás, recuado, não criava e sofria a pressão do Coritiba. Enquanto isso, o torcedor regatiano já começava a se irritar com a sua equipe, que errava muitos passes.

Novidade: sistema de iluminação do Estádio Rei Pelé foi inaugurado esta noite
FOTO: ALDO CORREIA






















Aos 22 minutos, João Vitor invadiu a área, soltou o chute e o goleiro Edson Mardden espalmou para o lado, como manda o figurino, livrando o Galo de tomar o primeiro gol do jogo.
Aos 29 minutos, o Coxa teve um pênalti assinalado em seu favor, quando Giovanni foi lançado dentro da área, tentou driblar Edson Mardden, que acabou derrubando-o e cometendo o pênalti. Aos 30 minutos, Rodrigão foi para a cobrança, chutou fraco e Edson Mardden, com muita frieza e atento, defendeu, livrando o que seria o gol do Coritiba.
O Coritiba seguia mandando no jogo, era melhor em campo e tinha boas chances, enquanto o Galo não conseguia se encontrar, não conseguia engrenar. Aos 37 minutos, o Coxa tentou. Patrick Brey ficou cara a cara com Mardden, mas na hora de finalizar, tropeçou e perdeu a bola, desperdiçando a grande oportunidade.

Momento de alegria: jogadores do banco de reservas festejam o gol de Léo Ceará, assinalado aos 37 minutos do 1º tempo
FOTO: AILTON CRUZ























E quando a torcida do Galo ficava mais irritada com a equipe, eis que aos 38 minutos veio o gol do Regatas. E foi assim: Lucas recebeu passe dentro da área, tocou para o estreante Léo Ceará, que chutou colocado, balançando a rede e abrindo o placar: 1 a 0, fazendo a festa do torcedor regatiano no estádio.
Aos 45 minutos, Vitor Carvalho arriscou de fora e a bola passou muito perto do gol. No caminho, ela desviou e o Galo ganhou escanteio. Ainda aos 45 minutos, o CRB respondeu, quando Alisson Farias desceu pela esquerda na jogada individual, chutou forte e a bola passou muito perto do travessão.
O árbitro assinalou um minuto de acréscimo e, pontualmente, aos 46 minutos, ele apitou o término do primeiro tempo. Vitória parcial do CRB por 1 a 0.
E a etapa final...

Coxa até que pressionou o Galo, mas o time alagoano levou a melhor e segurou o resultado de 1 a 0
FOTO: AILTON CRUZ






















No segundo tempo, a exemplo do que aconteceu no primeiro, o Coritiba era quem tinha a iniciativa do jogo, logo no início já mostrava essa postura. Enquanto o CRB ficava todo atrás. E aos 4 minutos, o Coxa tentou, quando Patrick Brey mandou para Rodrigão, que ficou cara a cara com Edson Mardden, chutou e o paredão regatiano fez um verdadeiro milagre no Rei Pelé, salvando o Galo.
Aos 14 minutos, o Coritiba chegou mais uma vez. Diogo Mateus cruzou para Patrick Brey, que cabeceou e a bola passou bem perto do gol de Edson Mardden, assuntando o goleiro regatiano. O Galo respondeu aos 17 minutos, com uma cobrança de falta cometida em cima de Daniel Borges. Ele mesmo foi para a bola, cobrou bem e a redonda explodiu na trave. Quase era o segundo gol do Regatas.
Aos 21 minutos, de novo uma chance para o Galo, quando Ferrugem cobrou o escanteio pela esquerda, William Barbio - que tinha entrado nessa etapa - tentou de cabeça, mas a bola foi para fora. O Coritiba tentava, fazia os cruzamentos, trocava passes e buscava furar o bloqueio do CRB, que se postava todo atrás, no campo defensivo, e não atacava. Parecia satisfeito com o placar de 1 a 0.

Goleiro do CRB, Edson Mardden foi seguro na partida e fez grandes defesas, inclusive de um pênalti cobrado pelo Coritiba
FOTO: AILTON CRUZ























Aos 31 minutos, o Coritiba insistia, pressionava. William Mateus tentou a jogada pelo lado esquerdo, mas viu a zaga regatiana tirar. Aos 34 minutos, de novo o Coxa: Wellinton Júnior chutou de fora da área e Edson Mardden fez mais uma boa defesa.
No finalzinho da partida, o CRB cresceu e levantou seu torcedor no estádio, esperando que surgisse o segundo gol. Aos 37 minutos, Willie entrou em velocidade na área do Coxa, fez uma bonita jogada e abriu para Daniel Borges, que tentou o chute, mas Juan Alano fez o corte provincial, na "hora H". Aos 42 minutos, de novo o Regatas chegou. Wiliam Barbio fez a jogada individual e passou pela marcação de Romércio, mas Alan Costa cortou na área.

Coritiba chegou a assustar os jogadores do CRB, pressionando, mas não conseguiu sequer chegar à igualdade no placar
FOTO: AILTON CRUZ























O árbitro deu quatro minutos de acréscimos e, aos 46 minutos, Felipe Ferreira cobrou a falta e a bola passou bem perto da trave direita, assustando o goleiro Wilson. Aos 47 minutos, Dirceu Lucas arriscou de longe, mas pegou muito embaixo da bola e ela se perdeu, sem direção. E aos 49 minutos, Grazianni Maciel Rocha apitou o final da partida. Fim de papo: 1 a 0 para o CRB.
Ficha técnica
Mais um bom momento do paredão Edson Mardden, goleiro regatiano, que salvou o CRB de levar gols na noite desta segunda-feira
FOTO: AILTON CRUZ























CRB - Edson Mardden; Daniel Borges, Ewerton Páscoa, Edson Henrique e Igor; Claudinei, Ferrugem ( Guilherme Costa), Lucas e Felipe Ferreira; Léo Ceará (Willian Barbio) e Alisson Farias (Willie). Técnico: Marcelo Chamusca.
Coritiba -  Wilson; Diogo Matheus, Alan Costa, Romércio e William Matheus; Victor Carvalho, João Vitor (Francisco Arancibia), Patrick Brey (Juan Alano) e Giovanni (Igor Jesus); Rodrigão e Welinton Júnior. Técnico: Umberto Louzer.
Árbitro - Grazianni Maciel Rocha (CBF-RJ). 
Auxiliares - Carlos Henrique Cardoso de Souza (CBF-RJ) e Gabriel Conti Viana (CBF-RJ).
Público total - 3.526 torcedores.
Renda - R$ 39.408,00.
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário