Image Map
Image Map
Image Map

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

CSA vence Jaciobá no Rei Pelé e conquista os 3 primeiros pontos no Estadual: 3x0

FOTO: AILTON CRUZ
Na sua "estreia" jogando em casa no Campeonato Alagoano de 2019, contra o Jaciobá, na noite desta quarta-feira, no Estádio Rei Pelé, o CSA conquistou seus três primeiros pontos, ao vencer pelo placar de 3 a 0. O Azulão se reabilita, assim, da derrota por 1 a 0, na rodada de abertura, para o Dimensão Capela. Os gols do CSA foram assinalados por Didira, que abriu o placar no finalzinho do primeiro tempo; e por Patrick Fabiano, que fez os dois outros gols na etapa final.
Com essa vitória, o CSA  passa a ser o vice-líder da competição, com três pontos, seguido pelo Dimensão Capela e pelo Jaciobá, que também têm três pontos, mas estão atrás por causa do número de gols. Lembrando que essa 2a rodada será fechada no fim de semana, com mais dois jogos: Coruripe x Dimensão Capela, no sábado, e CEO x ASA, no domingo.
Agora, o CSA vai voltar as atenções para o jogo contra o Fortaleza, no próximo domingo (27), pela segunda rodada da Copa do Nordeste, às 17 horas, no Castelão, em Fortaleza-CE. Pelo Alagoano, o Azulão volta a campo na próxima quarta-feira (30), às 20h30, no estádio Rei Pelé, contra o Murici, pela terceira rodada. Já o Jaciobá, recebe o CRB, no mesmo dia e no mesmo horário, com o local ainda a ser definido pela Federação Alagoana de Futebol (FAF).
O jogo
O CSA começou mal, mas aos 8 minutos tentou com Régis, que bateu, mas o goleiro Diogo defendeu a bola, que tinha chegado com perigo. Aos 17 minutos, de novo o CSA. Matheus Sávio chegou com perigo na área do Jaciobá, na hora do lance, Patrick Fabiano não conseguiu pegar. Se tivesse chegado um pouco antes, talvez tivesse conseguido abrir o placar para o CSA.
No primeiro tempo, CSA encontrou certa dificuldade em chegar ao ataque, pois o Jaciobá sempre interceptava as jogadas e se defendia
FOTO: AILTON CRUZ























O Azulão só atacava e não deixava o adversário sair. Aos 32 minutos, o CSA tentou quando Amaral recebeu o passe de Patrick Fabiano, foi até a entrada da área do Jaciobá e mandou um balaço, mas a bola foi muito longe do gol de Diogo, para alívio do time de Pão de Açúcar.
O time azulino tentava e tentava fazer o seu primeiro gol. O jogo ia chegando ao final no primeiro tempo e o gol azulino estava maduro. E saiu no finalzinho, já nos acréscimos. Aos 46 minutos, após ataque pelo lado direito, no bate rebate na grande área, a bola sobrou para Didira e ele guardou no fundo da rede, abrindo o placar para o CSA: 1 a 0.
No segundo tempo, o CSA chegou com perigo logo aos 2 minutos. Celsinho avançou em velocidade pela direita, cruzou com perigo, Régis tentou chegar na bola e não conseguiu e a redonda acabou indo pela linha de fundo. O Jaciobá mal atacava. E o Csa foi quem assustou de novo, aos 10 minutos. Matheus Sávio lançou a Patrick Fabiano, que entrou cara a cara com Diogo, escolheu o canto, mas chutou a bola muito alta e perdeu o que poderia ser o segundo gol do CSA.
Patrick Fabiano foi o autor de dois gols do CSA, na vitória sobre o Jaciobá; jogador deu trabalho à defesa adversária no Rei Pelé
FOTO: AILTON CRUZ























O segundo gol do Azulão estava maduro. E aconteceu aos 19 minutos. Celsinho fez boa jogada, deu assistência, e Patrick Fabiano mandou de peixinho para colocar no fundo da rede do Jaciobá: 2 a 0. E mal a torcida azulina terminou de comemorar o segundo gol do CSA, veio o terceiro. Aos 21 minutos, após cruzamento de Régis pela esquerda, Patrick Fabiano testou para baixo e a bola tocou no poste direito do Jaciobá, indo morrer no fundo do gol: 3 a 0. Segundo gol de Patrick Fabiano no jogo. 
Com a boa vantagem no placar, e as mudanças no time promovidas pelo técnico Marcelo Cabo, o CSA passou a administrar o jogo no Trapichão. Mas ainda teve duas boas chances. Aos 42 minutos, Didira foi pela esquerda, se livrou de Diogo Evaristo e cruzou para Régis, que vinha logo atrás. Ele tentou tocar para o gol, mas passou da linha da bola, desperdiçando o lance. E aos 45 minutos, o Azulão teve uma bola na trave. Celsinho recebeu a falta, Matheus Sávio cobrou com perfeição, a bola bateu no travessão e, no rebote, Jhon Cley emendou de voleio, mas viu a bola de novo na trave e a zaga do Jaciobá afastou o perigo.
O jogo foi até os 48 minutos, o Jaciobá não levou mais nenhum perigo e o CSA, que foi o dono da partida, só fez segurar o resultado até o apito final do árbitro. Placar final: 3 a 0 para o Azulão do Mutange. 
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário