Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Arbitral do Alagoano já tem os oito participantes definidos

O título da 2ª Divisão conquistado pelo Jaciobá, equipe da cidade de Pão de Açucar, garantiu equipe azul do sertão alagoano, a última vaga na elite do futebol de Alagoas.
Com esta definição, a Federação Alagoana de Futebol tem assegurada a participação das oito equipes no conselho arbitral do Campeonato Alagoano, que acontecerá na próxima 3ª feira, 13, ás 15h, no Auditório do Maceió Mar Hotel.
Com apenas uma opção para trabalhar a fórmula de disputa da competição, os clubes devem confirmar a sugestão do departamento de competições da FAF. Luciano Sampaio que responde pelo departamento de competições da FAF, revelou que o Alagoano 2019 deverá repetir a fórmula da competição deste ano.
A principio as oito equipes disputariam um turno único com todos se enfrentando. Neste primeiro momento, sete datas seriam utilizadas. Os quatro melhores estariam classificados para as semifinais. Os dois piores seriam rebaixados. Na fase semifinal seriam utilizadas duas datas e na decisão do campeonato mais duas datas, totalizando onze datas. Sobraria mais uma data para uma eventualidade.
"A ideia é repetir a mesma maneira de disputa. Temos conversas iniciais com os clubes para mostrarmos nossas dificuldades e o caminho existente", disse o diretor de competições da FAF.
ALTERNATIVO
Um caminho alternativo para o Alagoano 2019 poderia ser a modificação da fórmula acontecer para duas situações. A primeira delas seria usar a data que sobrou - mostramos que a FAF usaria 11 datas para todo o campeonato - para repetir uma rodada da fase de classificação e proporcionar dois clássicos. Esta alternativa visa implementar algo a mais no aspecto financeiro para os clubes. A outra alternativa seria fazer a fase inicial com dois grupos de quatro equipes, ofertando seis ou oito jogos na fase inicial , com as duas semifinais e com as duas decisões. Esta alternativa levaria em consideração o critério técnico desta temporada para divisão de grupos, mas também iriam surgir questionamentos sobre as divisão de forças e que os clubes iriam terminar a competição sem enfrentar todos os clubes.
Nas duas alternativas, Luciano Sampaio adverte que a competição precisaria ter a autorização de mudança na fórmula de disputa pelo Conselho Nacional de Desporto para não ferir o Estatuto do Torcedor que obriga a repetição da mesma fórmula de disputa por dois anos. "Esta mudança é uma possibilidade bem remota. Estudamos a possibilidade mas não deveremos optar por mudanças", disse Luciano Sampaio.
O Alagoano de 2019 será disputado por CSA (carregando o status de campeão), CRB, ASA, Coruripe, CEO, Dimensão Capela, Murici e Jaciobá (como campeão da 2ª Divisão).
NM com Alberto Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário