Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

domingo, 26 de agosto de 2018

Em tarde inspirada, CSA faz 3x0 no Criciúma e segue vice-líder da Série B

AILTON CRUZ FOTO
O CSA não tomou conhecimento do Criciúma e venceu o time catarinense na tarde deste sábado (25), no Estádio Rei Pelé. Aos 39 minutos do primeiro tempo, Daniel Costa abriu o marcador para o Azulão. Já na etapa final, Jhon Cley entrou no lugar de Neto Berola e marcou duas vezes, garantindo a vitória do time marujo por 3x0.
Com mais um triunfo, o CSA chegou aos 40 pontos e permaneceu na vice-liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. O detalhe é que o time marujo abriu quatro pontos de vantagem para o Goiás - 5º colocado, com 36 - e assim não deixará o G4 na próxima rodada, em caso de derrota. O Criciúma, por sua vez, estacionou na 15ª posição, com 25 pontos.
Na próxima rodada, o Azulão vai até a cidade de Varginha-MG encarar o lanterna Boa Esporte, no sábado (1°), no Estádio Dilzon Luiz de Melo, às 21h. Antes, na próxima terça-feira (28), às 19h15, o Criciúma recebe o Guarani-SP, no Estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

CSA 3x0 Criciúma
Confira os melhores momentos da partida válida pela 23ª rodada da Série B do Brasileirão

O jogo

Empurrado pelo torcedor, o CSA começou o jogo pressionando o Criciúma. Logo nos primeiros minutos, o Azulão investia nas jogadas pelos lados do campo e, assim, teve três oportunidades seguidas de levantar a bola na área, com escanteios batidos por Pio e Daniel Costa. Em todas, a zaga do Tigre levou a melhor e afastou o perigo.

Titular pela primeira vez no CSA, Neto Berola criou boas chances pelo lado direito 
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

























Apesar de ter mais volume, o Azulão só veio ter a primeira chance aos 20 minutos. Celsinho apareceu na ponta direita e cruzou. O goleiro Belliato tentou encaixar, mas acabou soltando a bola na pequena área, mas Nino se antecipou a Neto Berola e fez o corte. 

Dois minutos depois, Didira ajeitou para Pio finalizar de primeira, da entrada da área. O chute saiu um foguete e por pouco não entrou no cantinho direito de Belliato. A pressão azulina era grande e aos 28, Rafinha cruzou da esquerda e Neto Berola, com a mão, completou para o gol. No entanto, a arbitragem não só invalidou o lance, mas também aplicou o cartão amarelo ao atacante marujo. 

Com dificuldades, o Criciúma não criava e só assustou aos 33, quando Elvis lançou Marlon, dentro da área e o lateral dividiu com Felipe Garcia. Na ocasião, o goleiro marujo levou a melhor e ficou com a bola.

Daniel Costa abriu o placar no Rei Pelé com um golaço no primeiro tempo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

























De tanto pressionar, o Azulão abriu o marcador aos 39 minutos. E foi um golaço! Didira tabelou com Pio, invadiu a área e tocou para trás. A bola desviou no zagueiro, ganhou altura e Daniel Costa, de voleio, acertou um lindo chute, fazendo a festa dos torcedores nas arquibancadas. CSA 1x0.

Jhon Cley decide! 

No segundo tempo, Mazola mexeu na equipe catarinense, buscando mais força ofensiva. Marlon Freitas e Patrick entraram nas vagas de Elvis e Luiz Fernando.  Cabo também mudou e Jhon Cley substituiu Neto Berola. Aos 7 minutos parecia que as alterações do técnico do Tigre surtiriam efeito. Zé Carlos foi lançado nas costas da zaga e finalizou, obrigando Felipe Garcia a salvar o Azulão.

Jhon Cley toca no canto de Belliato e sai para comemorar o segundo gol do CSA
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

























Mas, a tarde era mesmo do CSA. Quatro minutos depois, o volante Eduardo colocou a mão na bola e o árbitro marcou falta para o CSA, na entrada da área. Na cobrança, Pio bateu rasteiro, com força. Belliato deu rebote e Jhon Cley atento, mandou para o fundo das redes, para alegria de Marcelo Cabo. CSA 2x0.

Na sequência, o Criciúma respondeu. Após lançamento na área, Vitor Feijão, em posição irregular, mandou para o gol. Mas, o assistente anulou o lance. Aos 15 minutos, Didira percebeu que o goleiro do Tigre estava adiantado e chutou de muito longe, mas a bola foi para fora. Aos 21, Daniel Costa bateu escanteio com veneno e por pouco não marcou um gol olímpico.

Precisando sair mais, o Criciúma deixava espaços e o CSA soube aproveitar. Pio descolou lindo lançamento para Jhon Cley, dentro da área. O meia marujo teve tranquilidade para tocar rasteiro no canto esquerdo de Belliato, fazer o seu segundo gol e o terceiro do Azulão, aos 24 minutos: 3x0.

Com o resultado garantido, Cabo preservou os laterais Rafinha e Celsinho, colocando Wellington Silva e Velicka. Aos 40, Leandro Souza quase marcou o quarto, após cruzamento da esquerda. 

Apesar da marcação forte, atacante Zé Carlos teve duas chances claras, nesta tarde
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

























Antes do apito final, Zé Carlos ainda tentou diminuir para o Tigre. Ele chutou da entrada da área, mas viu a bola explodir na trave, após grande defesa de Felipe Garcia. Fim de jogo no Rei Pelé: CSA 3x0 Criciúma.

Torcedor azulino fez a festa nas arquibancadas do Rei Pelé
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























CSA: Felipe Garcia; Celsinho (Velicka), Leandro Souza, Matheus Lopes e Rafinha (Wellington Silva); Yuri, Pio, Didira e Daniel Costa; Neto Berola (Jhon Cley) e Alemão.

Técnico: Marcelo Cabo

Criciúma: Belliato; Carlos Eduardo, Nino, Liel e Marlon; Jean Mangabeira, Eduardo, Luiz Fernando (Marlon Freitas) e Elvis (Patrick); Vitor Feijão (Joanderson) e Zé Carlos.

Técnico: Mazola Júnior

NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário