Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sábado, 24 de março de 2018

Em jogo emocionante, CSA conquista vitória e a classificação no último lance

FOTO: AILTON CRUZ
O CSA é o primeiro finalista do Campeonato Alagoano. Em um jogo emocionante, decidido apenas nos acréscimos, o CSA conseguiu a vitória por 2 a 1. O gol da classificação azulina surgiu apenas aos 51 minutos, quando após um escanteio Boquita chutou de fora da área, a bola desviou na defesa alvinegra e entrou.
A bola no fundo da rede causou distintas reações no Rei Pelé. No lado azulino, alegria, lágrimas e muita comemoração. No lado alvinegro, lágrimas, decepção e frustração.
Os gols da partida só vieram no 2º tempo. Aos 27 minutos o CSA abriu o marcador com um gol contra do zagueiro Caique. Já aos 48 minutos, Jean Carlos empatou o jogo, mas Boquita deu a vitória ao CSA aos 51 minutos.
Com o resultado, o CSA confirmou sua presença na decisão do título, além de garantir participação na Copa do Brasil. Já o ASA disputará o terceiro e quarto lugares em busca de uma vaga na Copa do Brasil.
O jogo
Goleiro Dida orienta a sua defesa em momento de falta para o Azulão
FOTO: AILTON CRUZ

























CSA começou pressionando e buscando abrir o marcador. Logo no minuto inicial, Boquita chutou de fora da área e com o campo molhado, o goleiro Dida fez a defesa com uma manchete, como se fosse um jogador de vôlei.
Novamente o CSA tentou no chute direto abrir o marcador. Aos três minutos, Echeverria chutou forte e novamente Dida fez a defesa.
Após a blitz impressionante do time azulino, o ASA saiu para o jogo e finalizou pela primeira vez somente aos 17 minutos. O lateral-esquerdo Lucas Piauí experimentou de intermediária e Alexandre Cajuru fez a defesa em dois tempos um função do gramado molhado.
O CSA teve a grande oportunidade aos 25 minutos, quando Didira dentro da área recebeu o passe, conseguiu driblar um marcador, mas chutou por cima. Echeverria reclamou muito, pois queria o passe.
A resposta do ASA veio aos 39 minutos. Leandro Souza errou na saída de bola, Juliano recebeu o passe dentro da área e chutou cruzado quase na linha de fundo. Cajuru deu um tapa e evitou que Rômulo finalizasse. No rebote, Cal chutou de fora área.
Gol de Jean Carlos estava dando a classificação para a equipe do ASA
FOTO: AILTON CRUZ

























Aos 40 minutos, o CSA ficou perto do gol. Após o passe vindo do lado esquerdo, Josimar chutou fraco e Dida fez uma grande defesa. No rebote, Echeverria chutou mascado e Daniel Costa ainda teve a possibilidade de finalizar, mas bateu mal na bola.
Aos 47 minutos, Didira fez linda jogada individual, driblou a marcação dentro da área e chutou com a bola explodindo no travessão.
Logo no começo do tempo final, o ASA teve uma ótima oportunidade. Após lançamento de Caaporã, Rômulo escorou e Isaias finalizou. Leandro Souza se jogou e evitou o gol do ASA.
No lance seguinte, Didira fez grande jogada, foi ao fundo e cruzou, Josimar dominou de costas, girou mas ao bater não conseguiu dar força na finalização. Dida fez a defesa.
Aos 27 minutos, o grito de explosão do torcedor azulino. Daniel Costa cobrou uma falta, Leandro Souza subiu e cabeceou, a bola desviou em Caique e foi para o fundo do gol: CSA 1 a 0.
Saindo para o jogo, o ASA deixou espaços. Aos 31 minutos, Josimar arrancou contra dois jogadores do ASA, conseguiu driblar Caique e Chiquinho, driblou Dida e chutou, mas Cal conseguiu evitar o segundo gol azulino.
Aos 38 minutos, o ASA silenciou o Rei Pelé. Jean Carlos criou uma linda jogada, a bola foi cruzada e na entrada da pequena área Rômulo bateu por cima. Que susto no Rei Pelé.
Já aos 48 minutos, a defesa do CSA errou e Jean Carlos dividiu com Cajuru, empurrou para o gol e empatou a partida: 1 a 1.
Já aos 50 minutos, Dida fez uma linda defesa no chute de Boquita. Na cobrança do escanteio, já aos 51 minutos, Boquita bateu para o gol e fez o torcedor azulino explodir em emoção: CSA 2 a 1.
Logo após o gol o árbitro não deu nem o reinício da partida, encerrando a partida. CSA garantido na decisão.

NM com Alberto Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário