Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

CSA joga mal e perde para o Ceará no Castelão: 1 a 0

FOTO: LUCAS MORAES/CEARÁ SC
Ainda não foi desta vez que o CSA conquistou a sua primeira vitória na Copa do Nordeste. Jogando na noite desta terça-feira, no Castelão, em Fortaleza, pela 2ª rodada da competição regional, o Azulão amargou uma derrota por 1 a 0 para o Ceará. Detalhe: o "presente de grego" foi justamente no dia do aniversário do técnico Flávio Araújo. O gol do Ceará foi de Arthur, no início do 1º tempo.
O Azulão segue com apenas um ponto, fruto do empate na estreia, com o Sampaio Corrêa. Já o Vozão fica com seis e segue líder isolado do grupo D. 
Na próxima rodada, o CSA pega o Salgueiro, no dia 15 de fevereiro, às 21h, no Rei Pelé. Já o Ceará joga somente no dia 20, contra o Sampaio Corrêa, às 21h45, no Castelão.
COMO FOI 
O jogo mal começou e o Ceará abriu o marcador com 1 minuto de jogo, em jogada de Arthur Cabral. Após levantamento de Pio pela direita e falha do goleiro Mota, ele cabeceou no meio do gol: 1 a 0.
O gol foi uma ducha de água fria no Azulão, que começou o jogo muito mal. O time do técnico Flávio Araújo tentava e não conseguia. Em um dos lances, após tabela de Daniel Costa e Marcos Antonio, a bola foi espirrada para Michel Douglas, mas ele não dominou e a redonda foi pela linha de fundo.

Ceará 1x0 CSA
Confira os melhores momentos da partida válida pela 2ª rodada da Copa do Nordeste 2018
O CSA perdia muito espaço pelo lado direito e facilitava a vida do Ceará. Em uma das boas chances do Vozão, Pedro Ken recebeu a bola pela direita, cruzou rasteiro, mas Boquita cortou.
O Azulão tinha dificuldades na criação das jogadas e não levava perigo ao adversário. E quando conseguiu, aos 21min, perdeu a primeira boa chance, quando Daniel Costa tentou lançar para Marcos Antônio, mas a zaga afastou.
O Ceará respondeu aos 22. Após novo cruzamento da direita, Felipe desviou no primeiro pau e tentou marcar por cobertura, mas a bola foi pelo alto. Aos 30, o Ceará voltou a chegar com perigo, quando Rafael Carioca chutou forte da entrada da área e obrigou o goleiro Mota a saltar no canto direito para fazer bela defesa.
O jogo ficou pobre em emoção. O CSA até conseguiu equilibrar as ações, mas seguiu preso à marcação. E aos 42, o Ceará apareceu de novo com perigo. Luidy (ex-CRB) fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro, mas Lobão, atento, pôs para a linha de fundo. 
O Azulão respondeu aos 45. Daniel cruzou da esquerda e Michel, na primeira trave, cabeceou para fora, longe do gol. 
MUDANÇAS NÃO SURTEM EFEITO
No 2º tempo, o CSA voltou melhor e começou tentando o empate com Daniel Costa. Ele rolou a bola para Marcos Antônio, que mandou uma bomba, mas em cima da zaga do Ceará.
Porém, aos 11, Luidy perdeu um gol incrível para o Ceará. Ele chutou direto e cruzado, mas a bola desviou na zaga. A resposta azulina veio aos 13, com Rafinha cobrando falta e o goleiro Everson, no centro da barra, dando rebote. Na sequência, após cruzamento, Michel cabeceou no canto direto, mas o goleiro pegou.
O Azulão não desistia e tentou com Joilson - que entrou no 2º tempo. Aos 24min, ele recebeu de Marcos Antônio pela direita e abriu espaço para o chute, mas mandou longe do gol.
Administrando o resultado, o Ceará quase ampliou aos 29, quando Wescley - outro que começou no banco de reservas - ficou com a bola dentro da área, chutou à queima roupa, mas viu goleiro Mota salvar. 
Aos 41, no último lance de efeito da partida, o Ceará quase ampliou com Juninho, aue bateu escanteio bem fechado e quase fez um gol olímpico no Castelão. 
Com a vantagem no placar, o Vozão só fez gastar o tempo até o apito final do árbitro, fazendo a festa da torcida alvinegra.
Ceará - Everson; Pio, Valdo, Patrick e Rafael Carioca; Richardosn, Pedro Ken, Ricardinho (Juninho); Luidy (Wescley), Arthur (Douglas Coutinho) e Felipe Azevedo. Técnico: Marcelo Chamusca.
CSA - Mota; Celsinho, Leandro Souza, Rodrigo Lobão e Rafinha; Dawhan, Boquita (Joílson), Marcos Antonio e Daniel Costa; Didira (Bruno Veiga) e Michel Douglas (Giva). Técnico: Flávio Araújo.
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário