Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Rafinha lamenta contusão de Rayro, mas comemora volta à equipe do CSA

Rafinha comemora retorno ao CSA e afirma que time vai buscar título jogando no campo adversário 
FOTO: FILLIPE LIMA
O lateral-esquerdo Rafinha comemorou a oportunidade de voltar a atuar pela equipe do CSA. O jogador, que se machucou no último dia 27 de agosto pela primeira partida das quartas-de-final, deve recuperar a posição após a contusão de Rayro, que saiu de campo no último domingo (25), pelo primeiro jogo da final do Campeonato Brasileiro da Série D.
"Estou muito feliz por ter voltado para o time após esse tempo fora da equipe por causa da lesão. Espero jogar no próximo sábado e ajudar o CSA a ser campeão. Infelizmente o Rayro machucou assim como eu também me machuquei. Mas um grupo forte como é o nosso é assim mesmo. Quem entrar, tem que dar conta do recado" disse.
Rafinha destacou que a principal dificuldade para quem fica de fora em vários jogos é adquirir novamente o ritmo de jogo e se adaptar rapidamente em um duelo decisivo.
"Perder o ritmo de jogo é sempre ruim. Mas eu estava treinando e creio que esse tempo fora de campo não deve ser problema para o jogo de sábado, até porque eu fiquei fora de apenas quatro jogos" relata.
Foco na final
O lateral-esquerdo disse que todo o elenco azulino está focado no título e que o empate em Maceió deixou a disputa aberta, com chances para ambas as equipes. Rafinha ressaltou a importância de conquistar o que seria o primeiro título nacional do CSA.
"O título é muito importante para todo mundo em todas as maneiras. Temos a consciência de que o nosso time vai brigar por essa taça. No primeiro jogo tivemos muitas oportunidades de gol e eles chegaram na bola parada. Creio que iremos jogar de igual para igual lá. A disputa está aberta" pontuou.
O fato de decidir o título fora de casa não é problema para os jogadores do CSA, segundo Rafinha. Ele lembrou que quando o time alagoano precisou fazer o resultado fora, foi eficiente e saiu de campo vencedor.


"Contra Altos e São Bento nós fomos para esses dois jogos fora de casa com uma vantagem confortável e isso faz com que o nosso time tivesse uma postura mais defensiva. Mas quando precisamos definir fora de casa, nós ganhamos que foi contra o Parnahyba e o Ituano. Precisamos ter apenas mais equilíbrio e calma na hora de definir as jogadas" afirmou.
NM com Fillipe Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário