Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Direção do CRB confirma a contratação do atacante Luidy pelo Corinthians

Logo após os sites do Sudeste do país informarem que o Corinthians acertou a contratação do atacante Luidy, o presidente do CRB, Marcos Barbosa, disse, em entrevista à Rádio Gazeta, que a direção regatiana já assinou toda a documentação necessária para que o jovem atleta passa a vestir a camisa do Timão em 2017. A duração do contrato é de quatro anos.

- Agora, falta apenas o Corinthians fazer o mesmo, remetendo a documentação para o CRB. Lembrando que o atleta só vai se transferir de clube no dia 2 de janeiro. Até lá, seguirá reforçando o Galo no Campeonato Brasileiro da Série B.

Ainda de acordo com o mandatário alvirrubro, o CRB terá direito, num primeiro momento, a R$ 400 mil - sendo R$ 200 mil pagos em outubro, e R$ 200 mil no mês de novembro. A segunda e última parcela serão depositadas na conta do clube formador em maio do próximo ano, no valor de R$ 800 mil.

Na mesma entrevista, o presidente regatiano assegurou que o montante pago pelo atleta - totalizando R$ 1,2 milhão - será revertido para investimentos no patrimônio do clube.

- Com o dinheiro, vamos reequipar o departamento médico e ampliar o investimento na base, assim como adquirir um novo ônibus, mais moderno e equivalente ao utilizado por grandes clubes do país.

Por fim, Marcos Barbosa acrescentou que o CRB também vai investir em seu patrimônio no bairro de Jaraguá - o Casarão do Galo -, "enquanto lutamos para conquistar outros na capital". "Todo o esforço está sendo feito para compensarmos a perda do Estádio Severiano Gomes Filho", frisou Barbosa.

Durante os quatro anos de contrato com o clube paulista, Luidy vai receber, inicialmente, R$ 40 mil de salário, valor que, conforme a negociação, vai dobrar com a proximidade do fim do contrato. O CRB negocia 70% dos direitos econômicos do atacante, pois, os outros 30% são do empresário do jogador.

NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário