Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quarta-feira, 18 de maio de 2016

CRB abre o placar, mas cede empate nos acréscimos e dá adeus à Copa do Brasil

O CRB fez um grande jogo contra o Vasco da Gama. Voltou a campo para novo desafio contra o time cruz-maltino, na noite desta quarta-feira, desta vez em São Januário, e por muito pouco não deixou o Rio de Janeiro com uma classificação inédita à terceira fase da Copa do Brasil. Abriu o placar no primeiro tempo com um belo gol de falta do lateral Diego, mas acabou cedendo o empate aos 47 minutos do segundo tempo, despedindo-se da competição.
Isso porque o Galo, com a derrota por 1x0 no Rei Pelé, precisava ao menos devolver o placar fora de casa para forçar uma decisão na série de cobranças de pênalti. E tudo parecia caminhar bem até que o zagueiro Rafael Vaz, que entrou no segundo tempo, deixou tudo igual nos acréscimos, em lance no qual a defesa regatiana simplesmente parou, para desespero do torcedor alvirrubro.
Agora, o Galo já volta suas atenções, em definitivo, para a Série B do Brasileiro. Após estrear com importante vitória sobre o Londrina, no Paraná, o time do técnico Mazola Júnior terá pela frente o Ceará, na primeira apresentação do CRB diante de seu torcedor, sábado que vem, no Rei Pelé.
Golaço de falta
Quando a bola rolou, o CRB partiu para cima. O técnico Mazola Júnior repetiu a equipe que venceu o Londrina pela Série B, adiantou a marcação para sair em velocidade no contragolpe, e anulou praticamente todas as investidas do time da casa. Tanto que a primeira chance real de gol foi do time alvirrubro, aos nove minutos, quando o lateral Diego fez grande jogada pela esquerda e deixou Neto Baiano na cara do gol, mas o atacante chutou para fora.
Rafael Vaz toca na saída de Juliano e deixa tudo igual em São Januário
FOTO: PAULO FERNANDES/VASCO.COM.BR
















Já aos 18, foi a vez do meia Gérson Magrão dominar na entrada da área e arriscar o chute rasteiro, obrigando Martín Silva a saltar no canto direito e espalmar para escanteio. 
A melhor e única chance do Vasco veio aos 25 minutos, quando Nenê lançou o lateral Bruno Ferreira, que cruzou da direita, nos pés de Yago Pikachu. Livre de marcação, o meio-campista chutou de primeira, mas para fora, por cima do gol de Juliano.
São Januário recebeu público muito pequeno nesta quarta
FOTO: GLOBOESPORTE.COM
Porém, de tanto insistir, o CRB acabou premiado aos 29, quando Neto Baiano sofreu falta em jogada pela direita. Diego foi para a cobrança e chutou encobrindo a barreira, com muita categoria. A bola acertou o ângulo superior esquerdo do goleiro, que nem se mexeu: 1x0.
Foi quando o Vasco, preso à marcação, tentou sair um pouco mais para o jogo, dando espaço para o time regatiano, que, no contra-ataque, quase ampliou o placar em grande assistência de Magrão, que achou Luidy nas costas da zaga, mas o jovem atacante preferiu um drible a mais e foi desarmado pelo goleiro na hora "h".
Só termina quando acaba
O Vasco voltou mais aceso para a etapa complementar. Logo com um minuto, após cruzamento, Thalles cabeceou no canto esquerdo de Juliano, que viu a zaga afastar em cima da linha. Mas o time da casa ainda cedia espaço ao contra-ataque regatiano, e o Galo quase ampliou aos 18, quando Luidy recebeu de Magrão e chutou forte para boa defesa de Martín Silva.
Já aos 29, o CRB teve nova boa chance, em jogada que começou com Neto Baiano, que recebeu de costas para o gol e rolou para Magrão, que fez o cruzamento rasteiro, buscado Diego, mas o lateral não alcançou a redonda na pequena área.
Yago Pikachu tenta fintar o lateral Diego, destaque do CRB no jogo
FOTO: PAULO FERNANDES/VASCO.COM.BR
















Mazola Júnior trocou Luidy pelo também atacante Rodolfo, e o Vasco respondeu aos 33, com bela assistência de Nenê e chute forte de Thalles, mas o goleiro alvirrubro fez defesa de pagar ingresso. 
Aos 34, foi a vez de o volante Wigor substituir Matheus Galdezani, com o Galo firme na marcação. Porém, o Vasco tinha mais volume de jogo e, mesmo se expondo, achou o gol já aos 47 minutos, quando Éder Luís cruzou da direita, ninguém conseguiu fazer o corte, e a bola sobrou livre para Rafael Vaz. Nas costas da defesa, o zagueiro artilheiro só teve o trabalho de tocar na saída de Juliano: 1x0.
Nos minutos finais, Mazola ainda trocou o volante Rivaldo pelo meia Dakson, mas já não havia tempo para uma reação.
Matheus Galdezani acompanha de perto o meio-campista Andrezinho
FOTO: PAULO FERNANDES/VASCO.COM.BR


Vasco 1x1 CRB
Galo cede empate no final e é eliminado da Copa do Brasil 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário