Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Martelotte tenta driblar desfalques para manter a estrutura do Santa

Quem acompanha o técnico Marcelo Martelotte desde o início de sua segunda passagem no Santa Cruz, já sabe: o treinador tem como "mantra" a manutenção da estrutura tática da equipe. Para a partida diante do CRB, às 20h30 deste sábado, no Rei Pelé, a situação se manteve. Mesmo com os desfalques do zagueiro Alemão e do meia-atacante Lelê, o comandante coral tentou ao máximo não mudar a espinha dorsal do Tricolor.

A primeira opção foi Renatinho, que será titular na vaga de Lelê. Polivalente, o prata da casa já atuou em todas as posições do meio de campo nesta Série B. Contra o time alagoano, jogará aberto pela esquerda, auxiliando o ataque, da mesma forma que Lelê atua. Martelotte explicou que a similaridade entre os dois foi determinante para a escolha por Renatinho.

- É uma posição na qual Renatinho está acostumado a jogar. É um atleta que tem características parecidas em termos de velocidade, além de também ajudar na marcação e na armação da equipe. Ele tem boa chegada pela lateral do campo. A equipe muda pouco com essa troca, o que é meu foco: colocar jogadores com características parecidas para não alterar muito a nossa maneira de jogar.

Se Martelotte conseguiu um encaixe com Renatinho, teve de improvisar na defesa. Com a suspensão de Alemão, o treinador tinha apenas o zagueiro Walter Guimarães para a posição. Contudo, o jogador de 19 anos, criado nas divisões de base do clube, ainda não jogou no torneio. Por isso, em um momento tão importante da Série B, onde a equipe busca a manutenção no G-4, Martelotte optou pela experiência, e escalou o lateral-esquerdo Marlon.

- É uma meia improvisação. Marlon já atuou como zagueiro e têm características para tal. É alto, tem porte físico e velocidade. A escolha por ele em detrimento de Walter Guimarães vai pela experiência, ele atuou bem mais no Brasileiro do que o Walter, e neste momento do campeonato, a experiência é algo muito importante. Por isso, a escolha – explicou Martelotte.

Essas duas mudanças serão as únicas na equipe em relação à vitória diante do Bragantino por 3 a 1, na última rodada. Atento a boa fase do adversário, que não perde há seis jogos, Martelotte entende que, apesar do crescimento do CRB, o Santa tem tudo para conseguir um bom resultado como visitante.

- É um adversário que cresceu muito, vem de uma vitória e em um momento muito positivo. Está em uma situação mais tranquila do que há algumas rodadas. Precisa ser observado e respeitado. Atua em sua casa e sempre propõe dificuldades. Mas também estamos em um bom momento, temos atuado em um nível alto - encerrou o treinador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA