Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Irregular no Gersão, Coruripe tem boas atuações quando joga fora de casa

A eliminação na Série D, após vencer o São Caetano por 1 a 0, em São Paulo, marcou o fim da temporada do Coruripe em 2015. O que se pode destacar na trajetória do Hulk na competição nacional é a campanha irregular quando jogou no Estádio Gérson Amaral, e as boas atuações como visitante. Das quatro vitórias na competição, três foram quando a equipe atuou fora de seus domínios.
O desempenho em casa não foi bom. Tanto que a eliminação para o São Caetano nas oitavas de final foi construída no Estádio Gérson Amaral. Irreconhecível, o Coruripe foi goleado por 3 a 0; o que dificultou as chances de classificação. Mas, a atuação no primeiro jogo contra os paulistas foi um reflexo do que o Alviverde apresentou para os seus torcedores na fase de grupos.
O Coruripe finalizou a primeira fase na vice-liderança e com a pior campanha entre os segundos colocados, o que o creditou a enfrentar o São Caetano nas oitavas. Poderia ter sido melhor se o Hulk não tivesse conquistado apenas uma vitória (sobre o Globo-RN por 3 a 0) em quatro jogos como mandante no Grupo 3. Os outros resultados foram três empates, contra Colo Colo, Campinense e Serra Talhada; apenas seis pontos conquistados em 12 possíveis. A última partida do Alviverde no Gersão foi a derrota por 3 a 0 para o Azulão do ABC paulista.
Coruripe x São Caetano, jogo (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)Eliminação na competição nacional começou a ser definida na derrota por 3 a 0 para o São Caetano (Foto: Leonardo Freire)


A campanha como visitante foi satisfatória. Dos cinco jogos que fez, foram três vitórias, um empate e uma derrota. O Coruripe bateu o Serra Talhada, o Colo Colo e o São Caetano. Perdeu apenas pro Campinense, e empatou com o Globo-RN. Na fase de grupos, o Hulk conquistou sete pontos em 12 possíveis longe de casa. Essas atuações com certeza fizeram a diferença e levaram o time do litoral sul alagoano o mais longe que pôde na competição.
Com a eliminação nas oitavas de final, o Coruripe passa a pensar no calendário de 2016. O clube alviverde tem três competições logo no primeiro semestre do próximo ano: Campeonato Alagoano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil.
*Jota Rufino colaborou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA