Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

CSA apresenta seu novo diretor-executivo de futebol

O CSA apresentou, na manhã desta quarta-feira (07), em solenidade no CT Gustavo Paiva, no Mutange, o seu novo diretor-executivo de futebol, Carlos Kila. O profissional foi contratado para gerir todo o departamento de futebol do clube do Mutange, trabalhando a montagem da equipe para a disputa do Campeonato Alagoano de 2016. O objetivo inicial da diretoria azulina é fazer com que o clube volte a ter um calendário de competições na temporada que se avizinha.

Kila se juntou ao diretor-executivo de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, e ao tetracampeão do mundo com a Seleção em 1994, Ricardo Rocha. Com o primeiro, a direção azulina voltou a debater a parceria firmada no mês passado, quando o clube carioca prometeu ceder jogadores ao Azulão.

O presidente azulino Rafael Tenório, além do conselheiro João Feijó, também marcou presença na coletiva. De acordo com Tenório, o CSA 'precisa ser administrado como um clube, e não como um time de futebol, como vinha sendo feito em gestões anteriores'. 

Em sua apresentação, Kila convocou o torcedor azulino para aderir ao programa de sócio-torcedor e disse que os diretores 'estão trabalhando incansavelmente'. Kila ainda destacou que nunca trabalhou com o técnico Oliveira Canindé, apesar de garantir conhecer sua trajetória. A ideia de Kila é fazer um time que mescle experiência e juventude.

- Definimos um técnico para, então, definirmos um estilo de jogo para a equipe. A partir disso é que nós começamos a procurar os jogadores que interessam ao CSA, pensando em jogadores que se encaixam neste perfil. Precisamos de atletas experientes, que sustentem o processo, precisamos de jogadores de mídia, que motivem o torcedor, e de jogadores jovens, que tenham mais energia e muita ambição na carreira. Temos de convencer esses jovens de que o CSA pode ser a porta de entrada deles para o sucesso no futebol.


























Kila também ressaltou que as parcerias firmadas com clubes como Palmeiras e São Caetano devem favorecer ambas as partes, assegurando que o CSA não trará 'qualquer jogador':

- Nós temos o objetivo de montar uma equipe competitiva. Quando fizemos contato com estes clubes, deixamos claro que não aceitaremos jogadores descartados, ou seja, jogadores dos quais querem se livrar. Nós conhecemos bem o mercado do futebol. Queremos atletas que cheguem para jogar. Traremos bons jogadores, os que nos interessam, e não aqueles que os clubes desejarem mandar.

Na mesma coletiva, o conselheiro João Feijó confirmou que o elenco azulino deverá ser apresentado no dia 15 de novembro, justificando o sigilo dos nomes até a apresentação oficial, devido à grande quantidade de atletas que ainda atuam por equipes que disputam as séries B e C, o que comprometeria o acerto em definitivo com tais profissionais.


NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA