Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Romário publica post afirmando não ser dono de conta milionária na Suíça

Romário nega possuir conta na Suíça (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Após ser acusado numa reportagem da revista "Veja", no último fim de semana, de ter uma conta ilícita em um banco da Suíça, no valor de R$ 7,5 milhões não declarados à Justiça Eleitoral e à Receita Federal, o senador Romário (PSB) publicou nesta quarta-feira um post numa rede social em que aparece em Genebra. No texto, o Baixinho afirma estar chateado por descobrir não ser o dono da quantia milionária citada na matéria. Além de afirmar que é uma pessoa decente, séria e correta, o ex-jogador também deu um recado para que "aqueles que devem comecem a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas". 

Assim que tomou conhecimento da reportagem na revista, Romário divulgou nota oficial contradizendo o teor da matéria. Atual presidente da CPI do Futebol, o senador não desmentiu a existência da conta, alegando que pode não ter fechado todas as contas abertas no tempo em que atuou no futebol europeu. No entanto, foi enfático ao rebater a informação da "Veja" de que fez investimentos em dezembro de 2013. 

- Obviamente, fiquei muito feliz com a notícia, assim que possível, irei ao banco para confirmar a posse desta conta, resgatar o dinheiro e notificar à Receita Federal (...) Espero que seja verdade, como trabalhei em muitos clubes fora do Brasil, é possível que tenha sobrado algum rendimento que chegou a essa quantia. Estou me sentindo um ganhador da Mega Sena, só que do meu honesto e suado dinheiro - escreveu o Baixinho em tom de ironia no seu comunicado.

Na ocasião, Romário disse que não ficaria surpreso se a apuração da revista estivesse errada e levantou a hipótese da reportagem ter sido feita em retaliação ao seu trabalho no Senado, principalmente no comando da CPI do Futebol, além do fato de estar liderando as primeiras pesquisas de intenção de voto para a eleição para prefeito do Rio de Janeiro, em 2016. Ele também lembrou o fato de não ter recebido nenhuma notificação do Ministério Público sobre essa questão.

Confira a íntegra da mensagem do Romário: 

"Chateado! Acabei de descobrir aqui em Genebra, na Suíça, que não sou dono dos R$ 7,5 milhões. Aguardem mais informações... Agora, aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas. Eu não finjo ser decente, não faço de conta ser sério e pareço ser correto. Eu sou!!!"


NM com globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA