Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 31 de julho de 2019

CRB falha nos minutos finais e deixa escapar a chance de entrar no G-4

FOTO: AILTON CRUZ
Em busca de mais três pontos para se aproximar ainda mais do G4 ou até mesmo chegar ao tão cobiçado grupo dos quatro melhores da Série B, o CRB vacilou no finalzinho e cedeu o empate ao Oeste, por 2 a 2, na noite desta terça-feira (30), no Estádio Rei Pelé. O Galo chegou a estar à frente no placar por duas vezes, mas deu bobeira e com este resultado ficou estacionado na 7ª posição da Segundona. A partida foi válida pela 13ª rodada da competição nacional.
O Galo abriu o marcador com Igor, enquanto o Rubrão empatou com Bruno Alves, ambos no primeiro tempo. Na etapa final, o Galo ficou à frente no placar novamente, mas com um gol de Léo Ceará, e o time paulista empatou mais uma vez,desta feita com Fábio, já no finalzinho da partida.
O time regatiano agora soma 20 pontos na tabela de classificação e estaciona em sétimo lugar, enquanto o Oeste é o 12º colocado, com 17 pontos. 
O próximo compromisso do CRB será contra o Cuiabá, no sábado (3), às 19 horas, novamente no Rei Pelé. E o Oeste vai até Ribeirão Preto-SP, para enfrentar o Botafogo, na sexta-feira (2), no Estádio Santa Cruz, às 20h30.
Etapa inicial
Jogadores do CRB se abraçam após o primeiro gol do Galo sobre o Oeste
FOTO: AILTON CRUZ
























O CRB começou bem a partida e não teve dificuldade para abrir o placar, logo no início,  Aos 3 minutos, Felipe Ferreira cobrou um escanteio, a bola ficou viva na área e Igor Cariús mandou o foguete para estufar as redes e fazer: 1 a 0.
O Galo teve uma chance aos 8 minutos, quando Igor cobrou o lateral para Felipe Ferreira. Ele chutou bonito, mas a bola acertou a rede pelo lado de fora.
Mesmo com o gol que tomou, o Oeste não se abateu e correu em busca do gol de empate. E ele veio. Foi marcado aos 10 minutos e também fruto de uma cobrança de escanteio. Élvis cobrou, Bruno Lopes subiu mais alto do que todo mundo e cabeceou para o gol. Tudo igual no Rei Pelé: 1 a 1.
Agora foi a vez de os atletas do Oeste comemorarem o primeiro gol de sua equipe, o gol do empate com o Galo
FOTO: AILTON CRUZ
























Aos 14 minutos, o Oeste tentou, mas fez feio. Fábio arriscou do meio-campo, tentando surpreender o goleiro regatiano, mas mandou muito longe do gol de Fernando Henrique. Depois dos 20 minutos, o jogo ficou embolado. O time do Oeste acertou a marcação, mas a partida caiu de produção, com as duas equipes perdendo suas respectivas jogadas.
Aos 23 minutos, o CRB efetuou uma boa descida e tentou fazer o seu segundo gol, quando Ferrugem chegou à linha de fundo, cruzou rasteiro, mas viu a defesa do Rubrão cortar. O time visitante respondeu com perigo aos 27 minutos. Alyson avançou, deu um belo passe para Bruno Lopes, que devolveu e a zaga do CRB colocou para escanteio com Igor, livrando o perigo.
Com a marcação cerrada do oeste, o CRB ficava sem espaço e não conseguia criar
FOTO: AILTON CRUZ
























O CRB não se encontrava na saída de bola, estava meio perdido, como se tivesse dado um apagão no Galo, que não conseguia se acertar. Aos 30 minutos, por exemplo, Alisson Farias entrou na área do Oeste e, aos trancos e barrancos, tentou o cruzamento, mas a zaga chegou e colocou a bola para escanteio. Na cobrança de Felipe Ferreira, aos 31 minutos, a defesa do Oeste afastou parcialmente e, na sobra, a bola foi chutada direto para fora.
O Rubrão chegou com perigo dois minutos depois. Alyson cruzou a bola voltando para Bruno Lopes, que soltou a bomba, mas Fernando Henrique fez uma defesa de pagar ingresso. Na sobra, Victor Ramos afastou. Aos 37 minutos, foi a vez de o time regatiano tentar chegar. Felipe Ferreira lançou em profundidade para Alisson Farias, o atacante correu muito, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo e a chance sendo desperdiçada.
Mal na partida, o CRB não criava. Já o Oeste, tentava, criava e, aos 39 minutos, assustou o Galo. Matheus Oliveira limpou a marcação, chutou cruzado, a bola desviou em Victor Ramos e sobrou para Fábio que, sozinho, se complicou na hora de empurrar para as redes e desperdiçou a boa oportunidade de virar o placar.
Willians Santana não foi bem no jogo desta noite, não conseguiu render o esperado pela torcida do Galo
FOTO: AILTON CRUZ
























A torcida do CRB não gostava nem um pouco do que via da atuação de seu time em campo. E não gostou também quando, aos 42 minutos, Willians Santana tentou o passe para Alisson Farias, mas errou e a bola foi direto pela linha de fundo. 
A etapa inicial foi até os 47 minutos, com os dois minutos de acréscimos determinados pelo árbitro, e o resultado ficou mesmo no empate de 1 a 1.
Etapa final
No segundo tempo, o Oeste foi quem começou levando perigo. Aos 3 minutos, Bonilha soltou um torpedo de fora da área, mas o goleiro Fernando Henrique espalmou para escanteio. O CRB respondeu aos 4 minutos. Felipe Ferreira desceu em velocidade, ficou cara a cara com Glauco, chutou cruzado e o goleiro do Oeste fez uma grande defesa. Na sequência, a zaga afastou o perigo com Cléber Reis.
O time regatiano deu uma melhorada no início do segundo tempo, chegava mais e brigava mais pela bola no meio-campo. O Galo melhorou e deu certo, chegou ao segundo gol. Aos 10 minutos, Ferrugem cobrou o escanteio e Léo de Ceará, de peixinho, bonito, balançou as redes do Oeste: 2 a 1.
Desolação x comemoração: de um lado, jogador do Galo lamenta o empate; do outro, jogadores do Oeste vibram com o gol da igualdade no finalzinho
FOTO: AILTON CRUZ

























O Oeste tentava chegar e trocava passes no campo de ataque. E o Galo, que se recuperou na segunda etapa, não desistia e tentava o seu terceiro gol. O técnico Marcelo Chamusca fez as três substituições que são permitidas, entre os 18 aos 29 minutos. O Oeste também começou a mudar.
Aos 30 minutos, o CRB tentou quando Alisson Farias avançou em velocidade, rolou para Willie, que chutou e a bola explodiu na zaga, indo para escanteio.  O time regatiano seguia em busca do terceiro gol. Aos 35 minutos, Willie tocou a redonda para Felipe Ferreira, que ajeitou para a canhota e chutou, mas ela ficou tranquila para o goleiro Glauco.
O Oeste respondeu aos 39 minutos. Léo Ceará - o time de Barueri também tem um Léo Ceará -, entrou na área, chutou prensado, Fábio se esticou mas não alcançou a bola, que passou muito perto do gol do Galo. O Rubrão era insistente, não se dava por vencido e continuava buscando o gol de empate. E conseguiu, aos 42 minutos. Léo Ceará avançou pela direita e tocou para Fábio, que ajeitou e mandou a bola "onde a coruja dorme". Tudo igual de novo no Rei Pelé: 2 a 2.
Torcida do CRB compareceu em bom número ao Rei Pelé e ficou na bronca com o time, que desperdiçou a vitória dentro de casa
FOTO: AILTON CRUZ

























A partida foi até os 52 minutos, o Galo tentava, mas o Oeste conseguiu segurar o empate até o apito final do árbitro, deixando a torcida regatiana, que compareceu em bom número ao estádio, na bronca..
CRB - Fernando Henrique;  Daniel Borges, Victor Ramos, Ewerton Páscoa e Igor Cariús; Claudinei, Ferrugem (Lucas Abreu) e Felipe Ferreira; Léo Ceará (Willie), Willians Santana (Hugo Sanches) e Alisson Farias. Técnico: Marcelo Chamusca.
Oeste - Gláucio; Alisson Rodrigo, Cleber Reis, Caetano e Alyson (Bruno Gonçalves); Wallace Bonilha (Léo Ceará), Betinho e Elvis; Bruno Lopes, Matheus Oliveira (Mazinho) e Fábio. Técnico: Renan Freitas.
Árbitro - Ivan da Silva Guimarães Júnior (CBF-AM). 
Auxiliares - Dimmi Yuri das Chagas Cardoso (CBF-AM) e Rener Santos de Carvalho (CBF-AC).
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário