Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 25 de maio de 2019

Com direito a 'lei do ex', CRB e Vila Nova ficam no empate por 1x1 no Rei Pelé

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
O CRB até esteve perto de dormir dentro do G4 da Série B do Brasileirão, mas ficou apenas no empate com o Vila Nova-GO, no Rei Pelé, nesta sexta-feira (24). Aos 22 minutos do primeiro tempo, Willie, de cabeça, colocou o Galo na frente do marcador. Porém, logo no início da etapa final, Diego Jussani - que jogou no Galo em 2015 e 2016 - tratou de acabar com objetivo regatiano e empatou o confronto para o Tigre, aos 8 minutos fazendo valer a famosa 'lei do ex' no Trapichão.
Com o empate, o CRB permanece momentaneamente na sexta posição da Segundona, com sete pontos ganhos. Dependendo dos resultados da rodada neste fim de semana, o Regatas pode perder mais posições na tabela de classificação. O Vila Nova, por sua vez, ganhou duas colocações e agora aparece em décimo com seis pontos. 
Agora, o Galo terá uma semana de descanso, já que volta a campo somente na próxima sexta-feira (31), quando vai medir forças com o São Bento, às 20h30, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba-SP. Um dia depois, o Vila  recebe o Londrina no Serra Dourada, em Goiânia, às 16h30.

CRB 1x1 Vila Nova-GO
Confira os melhores momentos da partida válida pela 5ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro


Willie marca
Desde o início do jogo, o CRB sabia que a noite não seria fácil no Rei Pelé. Apesar de jogar fora de casa, o Vila Nova não se intimidou e não deixava a defensiva regatiana descansar. Aos cinco minutos de bola rolando, o lateral Daniel Borges errou na saída de jogo e Neto Moura finalizou à direita do gol alvirrubro.
Edson Mardden salta e vê a bola passar raspando o travessão regatiano
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















Dois minutos depois foi a vez de Ferrugem sair jogando errado. A bola sobrou no lado direito e Gastón mandou uma paulada que explodiu no poste esquerdo de Edson Mardden. 
Com dificuldades na transição, o CRB só acordou aos 22 minutos e, de cara, demonstrou força. Lindo passe de três dedos de Alisson Farias para Felipe Ferreira. O camisa 10 regatiano recebeu no lado esquerdo, levantou a cabeça e cruzou na medida para Willie cabecear no cantinho esquerdo de Rafael Santos: Galo 1x0.
Willie corre para comemorar com os companheiros o gol marcado no primeiro tempo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















A bola área aliada aos passes de Felipe Ferreira poderia ter sido o grande trunfo do CRB no jogo. Aos 32 minutos, o meia regatiano cobrou falta e encontrou Victor Ramos na segunda trave, ele cabeceou para o chão e a redonda morreu no fundo do gol. Mas, a arbitragem pegou impedimento do estreante zagueiro do Galo.
Também na bola parada o Vila teve chance de igualar o marcador ainda no primeiro tempo. Diego Jussani soltou uma bomba de perna direita, a bola saiu venenosa e por pouco não entrou no ângulo superior direito de Edson Mardden, que se esticou todo e viu a redonda passar por cima do travessão.
Lei do ex aparece!
Correndo atrás do prejuízo, o Vila Nova retornou para o segundo tempo mais perigoso. Aos cinco minutos, Alan Mineiro acertou o travessão de Mardden, após um lindo chute de perna direita. 
Dois minutos depois, o próprio meia do Tigre foi derrubado por Edson Henrique na meia-lua da grande área. Diego Jussani, ex-CRB, pegou a bola e acertou um balaço, rasteiro, no canto esquerdo de Edson Mardden, empatando o confronto no Rei Pelé: 1x1. 
Chute de Jussani entrou no cantinho esquerdo de Edson Mardden
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















Marcelo Chamusca perdeu Dirceu Lucas contundido e colocou Mateus Silva na partida. Mas foi o lateral-esquerdo Igor quem quase recolocou o Galo à frente aos 17 minutos, quando finalizou forte e obrigou Rafael Santos a espalmar para o lado.
Aos 20 minutos a partida ficou paralisada devido a uma pane no sistema de iluminação de uma das torres do Rei Pelé. 
Luzes de uma torre do Rei Pelé apagaram aos 20 minutos da etapa final e o jogo ficou parado
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
Quando o jogo recomeçou, os times caíram de rendimento e passaram a errar muitos passes. Chamusca ainda trocou Willie por William Barbio e Alisson Farias por Bryan, mas o CRB seguia inofensivo.
Quando o jogo se encaminhava para o final, eis que surgiram mais duas grandes chances, uma para cada lado. Na primeira, aos 47 minutos, Juninho soltou uma pancada da entrada da área e a bola passou perto da trave de Mardden. 
Apesar de ter marcado em jogada aérea, CRB tinha dificuldades pelo alto
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















Já aos 50, Felipe Ferreira invadiu à área do Vila Nova, cortou o marcador e bateu cruzado de perna direita, mas, a bola desviou no adversário e raspou o poste direito de Rafael Santos. Fim de papo no Trapichão: CRB 1x1 Vila Nova.
CRB: Edson Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos, Edson Henrique e Igor; Lucas (Mateus Silva), Ferrugem e Felipe Ferreira; Willie (William Barbio), Alisson Farias (Bryan) e Léo Ceará.
Técnico: Marcelo Chamusca
Vila Nova-GO: Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Gáston; Joseph, Ramon e Neto Moura; Richard (Juninho), Gustavo Mosquito (Bruno Mota) e Alan Mineiro (Boné).
Técnico: Eduardo Baptista.
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário