Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

domingo, 10 de março de 2019

CSA empata em 1x1 com o Santa Cruz no Recife e sobe uma posição no Nordestão

FOTO: MARLON COSTA / PERNAMBUCO PRESS
O CSA empatou por 1x1 com o Santa Cruz, na noite deste domingo (10), no Recife-PE, pela 6ª rodada da Copa do Nordeste. O Azulão que, buscava chegar a liderança do Grupo B da competição regional, até abriu o marcador do Arruda aos 40 minutos do primeiro tempo, com um belo chute de Manga Escobar. Porém, aos 4 minutos da etapa final, Pipico deixou tudo igual, em cobrança de falta, sem chances para o goleiro João Carlos.
Com o resultado, o CSA chegou aos 10 pontos e subiu uma posição na tabela de classificação do Grupo B do Nordestão, assumindo a terceira colocação. O Santa Cruz, por sua vez, retomou a liderança do Grupo A, com nove pontos ganhos.
Agora, o CSA passa a focar no clássico diante do ASA, pelo complemento da 6ª rodada do Campeonato Alagoano, quarta-feira (13), às 20h30, no Estádio Rei Pelé. O Azulão só voltará a campo pela Copa do Nordeste no dia 24 (domingo), quando vai receber a visita do Sergipe, no mesmo Trapichão, às 19h. 

Já o Santa Cruz terá pela frente o Central de Caruaru, na próxima quinta-feira (14), às 19h30, no Arruda, pela 8ª rodada do Campeonato Pernambucano.

Santa Cruz 1x1 CSA
Confira os melhores momentos da partida válida pela 6ª rodada da Copa do Nordeste

Jogo movimentado

O jogo mal começou e já dava para perceber que seria uma noite de muita disposição por parte das duas equipes. No primeiro minuto, Luiz Felipe invadiu a grande área azulina, mas na hora de finalizar foi travado por Didira. 

Aos 11 minutos, o Santa teve uma grande chance de abrir o marcador. Carlinhos errou passe no meio-campo, Elias Carioca se aproveitou, chegou a linha de fundo e cruzou rasteiro. Pipico, na marca do pênalti, finalizou e João Carlos com a ponta dos dedos salvou o CSA.

Um minuto depois, quem teve a chance foi o CSA, em uma jogada parecida. Manga Escobar avançou pelo corredor central, serviu Didira, dentro da área, que chutou de canhota e a bola passou por cima do gol defendido por Anderson. 

Lateral-direito Apodi teve mais uma boa atuação pelo CSA e por pouco não deixou sua marca
FOTO: MARLON COSTA / PERNAMBUCO PRESS

























Aliás, o goleiro do Santa voltaria a aparecer dois minutos depois, quando Matheus Sávio recebeu na ponta esquerda e cruzou na medida para Apodi. O lateral azulino testou bonito, mas Anderson fez uma defesa de pagar ingresso, salvando o Santa.

Aos 20, novamente Apodi recebeu lançamento de Didira e de cabeça, tentou encobrir Anderson, mas o goleiro tricolor estava esperto e colocou para escanteio. Aos 38 minutos, o lateral-esquerdo azulino Carlinhos sentiu um problema na coxa esquerda, deixou o gramado e foi substituído por Celsinho. 

Atacante Manga Escobar marcou seu primeiro gol com a camisa do CSA
FOTO: MARLON COSTA / PERNAMBUCO PRESS

























Apesar da baixa, o CSA não se abateu e abriu o placar aos 40, em mais uma jogada de Apodi. Ele levantou pelo lado direito, a bola passou por Patrick Fabiano e ficou limpa para Manga Escobar, dominar, escolher o canto e guardar no ângulo superior esquerdo de Anderson. Azulão 1x0.

Empate no início

Pipico deixou tudo igual em uma bela cobrança de falta no segundo tempo
FOTO: MARLON COSTA / PERNAMBUCO PRESS

























Na segunda etapa, o jogo foi outro. O Santa Cruz voltou com uma postura mais agressiva e passou a sufocar o Azulão, graças a boa atuação do atacante Pipico. Aos dois minutos, ele recebeu de costas para a marcação e sofreu falta de Gerson na meia lua da grande área. Na cobrança, o camisa 9 do Santa mostrou categoria, acertou um canudo e a bola morreu no fundo das redes do CSA, sem chances para o goleiro João Carlos: 1x1.

Após o gol, o CSA parecia assustado e não conseguia deixar o campo defensivo. Por outro lado, o Tricolor aproveitava e por pouco não virou o jogo aos 11 minutos com Elias Carioca. Ele recebeu na ponta-direita, trouxe para dentro e mandou um balaço de perna canhota, obrigando João Carlos a saltar e espalmar para escanteio.

Patrick Fabiano teve poucas chances de marcar contra o Santa Cruz
FOTO: MORGANA OLIVEIRA/ASCOM CSA

























O CSA não conseguia criar e, por isso, Gabriel Cabo - substituto de Marcelo Cabo, suspenso - trocou Robinho por Cassiano na linha de frente. O atacante marujo pouco ajudou, enquanto Pipico seguia perigoso. Aos 27, ele recebeu na entrada da área, girou sobre a marcação e bateu rasteiro, buscando o canto direito de João Carlos, mas a bola passou raspando a trave e foi para fora.

Bruno Ramires também entrou no lugar de Manga Escobar e no finzinho da partida ele teve a chance de garantir a vitória azulina em Pernambuco. Aos 46 minutos, já no abafa, Celsinho bateu escanteio, Cassiano desviou na primeira trave e, Ramires sozinho, não conseguiu tocar para o gol. Fim de jogo no Mundão do Arruda: Santa Cruz 1x1 CSA.

Santa Cruz: Anderson; Cesinha, João Victor, William e Bruno Ré; Ítalo Henrique (Charles), Luiz Felipe e Allan Dias; Elias Carioca (Augusto Potiguar), Jô (Guilherme Queiroz) e Pipico.
Técnico: Léston Júnior
CSA: João Carlos; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos (Celsinho); Dawhan, Didira e Matheus Sávio; Robinho (Cassiano), Manga Escobar (Bruno Ramires) e Patrick Fabiano.
Técnico: Marcelo Cabo
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário