Image Map
Image Map
Image Map

PARCEIRO NA MIRA

sábado, 30 de março de 2019

CRB empata com o Botafogo e se classifica para a próxima fase do Nordestão: 0x0

FOTO: AILTON CRUZ
O CRB sofreu contra o líder do Grupo B, o Botafogo-PB, mas garantiu o empate sem gols e se classificou para a próxima fase da Copa do Nordeste. O duelo foi realizado neste sábado (30), às 16 horas, no Estádio Rei Pelé, pela oitava e última rodada da fase de grupos da competição. Detalhe, o Regatas ainda perdeu um pênalti, cobrado pelo volante Ferrugem, no segundo tempo.
O Galo conseguiu a classificação para as quartas de final do Nordestão, ficando em terceiro lugar no Grupo A. E agora em vai enfrentar o Santa Cruz (2º colocado do Grupo A), no Estádio do Arruda, no Recife-PE, com a data ainda a ser definida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Já o Botafogo-PB (2° do Grupo B), vai enfrentar o CSA (3º do Grupo B).
Mas o Galo já terá compromisso no próximo dia 2 (terça-feira), às 19h15, no Estádio Rei Pelé, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil, quando voltará a campo para enfrentar o Bahia.
O jogo
O CRB começou o jogo, tentando ir ao ataque e o Botafogo tinha mais posse de bola, tocando a mesma de um lado para o outro. Mas o primeiro tempo foi fraco. Aliás, o jogo inteiro foi fraco. O CRB teve o domínio, mas finalizou poucas vezes e quando o fez não conseguiu chegar ao gol.
Com 10 minutos de bola rolando, o CRB ainda não havia se encontrado em campo. O Botafogo fazia uma marcação cerrada em cima do Galo, que não conseguia sair. Aos 13 minutos, o Regatas tentou, quando o lateral Júnior cruzou, Lucas cabeceou, mas saiu fraco e a bola foi direto para a defesa fácil da zaga do Botafogo.
Aos 16 minutos de novo o CRB chegou. Ferrugem cobrou o escanteio. Edson Henrique mandou de cabeça em cima da defesa do Botafogo. Na volta da redonda, Ferrugem rolou para Lucas, mas ele chutou fraco e ela foi à esquerda do gol de Saulo. Aos 19 minutos, o Botafogo respondeu, após cobrança de escanteio. Marcos Aurélio cobrou, Charles levantou na área do Galo e Donato mandou de cabeça, mas por cima do gol de Mardden. Quase saía o gol do Botafogo.
O jogo passava dos 20 minutos e o torcedor do CRB ficava impaciente no estádio, pedindo mais agilidade por parte de sua equipe. Mas o Regatas era melhor em campo e chegou com Mailson, aos 24 minutos. Ele foi para a grande área, a bola bateu no pé de Lula e, em seguida, bateu na mão do zagueiro. A torcida do CRB e os jogadores se irritaram e pediram pênalti, mas o árbitro deu lance normal e nada marcou.
Aos 36 minutos, o Botafogo tentou com Pitbull, que avançou, mas na hora de finalizar chutou fraco bem em cima da defesa regatiana. E aos 41 minutos, CRB tentou com Igor, que cruzou rasteiro, a bola foi na pequena área, Victor Rangel não conseguiu alcançar, e ela se perdeu pela linha de fundo. Boa chance perdida pelo CRB.
FOTO:: AILTON CRUZ
A etapa final
No segundo tempo, quem chegou primeiro foi o Botafogo. Aos 6 minutos, Clayton recebeu a bola, cortou para dentro e chutou forte, mas a bola desviou no meio do caminho e passou bem perto do gol do CRB. Quase era o gol do time paraibano.
Os dois técnicos passaram a fazer as modificações em suas equipes e o jogo ficou mais chato ainda. Aos 16 minutos, Igor, do CRB, que joga usando uma máscara, sofreu um corte na sobrancelha direita e teve que ser substituído.
Aos 27 minutos, em um bom momento do CRB, Claudinei lançou para Júnior, que tentou de cabeça e a bola foi direto para as mãos do goleiro Saulo. Aos 30 minutos, o Galo teve um pênalti assinalado em seu favor, quando Mailson foi derrubado na área e o árbitro assinalou penalidade. Porém, aos 33 minutos, Ferrugem cobrou mal e o goleiro defendeu. A chance de o Galo abrir o placar foi desperdiçada.
A partir daí o que se viu foi um festival de cartões amarelos. Além disso, o Botafogo, satisfeito com o resultado, passou a gastar o tempo.
Aos 39 minutos, Zé Carlos - que entrou nesta etapa - lançou a bola para William Barbio, mas ele demorou muito para fazer o cruzamento e a defesa do Botafogo ficou com a redonda. Aos 46 minutos, o goleiro Saulo deu bobeira, Júnior levantou a bola na área do Botafogo, Zé Carlos ajeitou para trás, mas a defesa do Botafogo afastou o perigo.
O jogo foi até os 50 minutos e já não havia tempo para mais nada. Placar final no Rei Pelé: 0 a 0. 
CRB - Edson Mardden; Júnior, Wellington Carvalho (Guilherme Mattis), Edson Henrique e Igor (Guilherme Souza); Claudinei, Ferrugem e Lucas; William Barbio, Victor Rangel (Zé Carlos) e Mailson. Técnico: Roberto Fernandes.
Botafogo-PB - Saulo; Israel (Roniery), Lula, Donato e Charles; Rogério (Carlão), Wellington e Marcos Aurélio; Clayton, Pitbull (Paulo Renê) e Nando. Técnico: Evaristo Piza.
Árbitro - Emerson Ricardo de Almeida Andrade (BA). 
Assistentes - Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Paulo de Tarso Bregalda Gussen (BA).
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário