Image Map
Image Map
Image Map

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Com lesão no joelho, Cajuru só deve voltar a jogar pelo CSA em 2019

FOTO: CORTESIA À GAZETAWEB
Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (7), no CT Gustavo Paiva, no Mutange, o médico azulino Fábio Lima informou que o goleiro Alexandre Cajuru - que se lesionou na partida da última terça-feira contra o Guarani-SP, no Rei Pelé -, sofreu uma ruptura do ligamento cruzado anterior, o que deve o afastar dos gramados até o final deste ano. O goleiro do Azulão, inclusive, vai passar por um procedimento cirúrgico já nesta sexta-feira. Segundo o médico, a recuperação para este tipo de lesão é de até seis meses. 
Ainda de acordo com o médico do clube, a ruptura do ligamento dá a sensação de não há nada de errado com o joelho naquele instante. Porém, logo depois, tem-se a impressão de que o joelho está solto, sem estabilidade para qualquer prática esportiva simples. À imprensa, ele acrescentou que, já na próxima segunda-feira, o atleta vai iniciar o trabalho de fisioterapia.
Apesar de não cravar que Cajuru não teria condições de atuar novamente em 2018, Fábio Lima explicou que, em tese, este tipo de lesão costuma exigir tratamento com seis meses de duração. Na oportunidade, ele reforçou que somente após o procedimento cirúrgico, a ser realizado numa clínica particular da capital, é que o departamento médico do clube poderá informar um diagnóstico mais preciso. 
Desde o fatídico episódio envolvendo Cajuru que o CSA garante ofertar todo o suporte necessário ao atleta, disponibilizando-o, inclusive, apoio psicológico. 
"Este é um ponto muito importante. O Cajuru sofreu a lesão na terça à noite, mas, logo na manhã do dia seguinte, já sabíamos a gravidade da situação, acionando um especialista. O Cajuru está chateado por sair do time neste momento, mas ciente do que tem de fazer", explicou o médico durante a entrevista coletiva.
Ainda nesta quinta-feira, o presidente do conselho deliberativo do clube, Raimundo Tavares, confirmou que o clube vai ao mercado em busca de um novo goleiro, para suprir a ausência de Cajuru.


Já pela 10ª rodada da Série B, sábado que vem, contra o CRB, o técnico Marcelo Cabo deve escalar Lucas Frigeri no lugar do goleiro Mota, que teve uma atuação questionável na derrota de virada para o Guarani. 
NM com Jonathas Maresia e Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário