Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 21 de março de 2018

CSA só empata com o Ceará e dá adeus à Copa do Nordeste: 1 a 1

FOTO: AILTON CRUZ/
O CSA está eliminado da Copa do Nordeste. Precisando vencer para ainda ter chances de classificação, o Azulão apenas empatou com o Ceará, por 1 a 1, na noite desta terça-feira, no Estádio Rei Pelé, pela 5ª rodada da competição. Os gols foram de Arthur Cabral (Ceará) e Leandro Souza (CSA), ambos no 2º tempo.
Na 6ª rodada, no dia 29, apenas para cumprir tabela, o CSA visita o Sampaio Corrêa-MA, que empatou com o Salgueiro (0 a 0), também nessa terça-feira, e foi a oito pontos; já o Salgueiro tem três. 
O Azulão, por sua vez, soma apenas quatro em cinco partidas. Já o líder Ceará, com dez, vai receber o Salgueiro, no mesmo dia. 
O empate entre Sampaio e Salgueiro, em jogo que começou mais cedo, ainda favoreceu o Azulão, mas ele próprio não se ajudou e se despediu precocemente da competição, já voltando suas atenções para o Alagoano - domingo que vem, vai precisar vencer o ASA, no mesmo Rei Pelé, para ir às finais contra CRB ou Coruripe.
Copa do Nordeste: CSA 1x1 Ceará
Confira os melhores momentos da partida no Estádio Rei Pelé!
Outro detalhe é que, antes de a bola rolar, quando os times estavam perfilados para a execução do Hino Nacional, membros de uma organizada do Ceará invadiram a arquibancada onde estava a torcida do CSA e houve troca de agressões. Para conter os brigões, policiais militares usaram bala de borracha.
Como foi
O jogo começou com o CSA imprimindo velocidade, mas aos 7min foi o Ceará o primeiro a levar perigo. Após contra-ataque quase mortal do Ceará, a zaga azulina bateu cabeça, Arthur dominou e tocou para Felipe Azevedo, que ajeitou a bola e mandou para o gol, mas ela subiu e foi para fora.
Echeverría e Didira disputam bola contra o Ceará: ambos também acabaram substituídos na etapa final
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS











O jogo ficou sem muitos lances de finalização, mas o Ceará tinha mais posse de bola, enquanto o CSA não atacava. Teve seu primeiro bom momento aos 18?, quando Celsinho recebeu a bola pela direita e cruzou no primeiro pau, buscando Michel, mas Valdo se antecipou e cortou, livrando o perigo.
O Azulão tentou de novo, aos 21?. Echeverría recebeu pela esquerda e mandou a bomba do meio da rua e a bola passou perto do travessão de Everson. Precisando vencer, o CSA se atrapalhava e se precipitava nas jogadas, não conseguindo acertar o último passe. Aos 25?, Echeverría de novo. Ele chutou para o gol e Everson fez boa defesa.
O Vozão levou perigo aos 31min, após falha da defesa azulina. Ricardinho tocou de calcanhar para Ernandes, que mandou com força, mas a bola subiu e foi para fora, assustando o goleiro Cajuru. O Ceará era só pressão, dominava e buscava o gol. E o CSA levou sorte pelo Vovô não ter aberto o placar no 1º tempo.
Na 2ª etapa, o primeiro lance de perigo foi do CSA. Aos 4min, após troca de passes no ataque, Rafinha tocou para Didira, que finalizou na pequena área, mas Everson segurou.
CSA chegou ao empate em belo cabeceio do zagueiro Leandro Souza
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS











O Ceará, que tentou o gol desde o 1º tempo, fez aos 11min. Após troca de passes, Arthur Cabral tocou dentro da pequena área: 1 a 0. E o Vozão ainda comemorava, quando o CSA chegou ao empate, aos 12min, com Leandro Souza. Após cobrança de escanteio, ele subiu e testou: 1 a 1.
A partida caiu em qualidade. O CSA voltou a ter dificuldade para concluir em gol e o tempo já se tornava seu inimigo a essa altura.
Aos 38?, o Ceará ainda teve uma boa chance. Ernandes foi lançado pela esquerda e soltou a bomba, de frente para o gol, mas Cajuru espalmou para escanteio.
CSA - Cajuru; Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Yuri, Daniel Costa e Boquita; Didira (Bruno Veiga), Michel (Josimar) e Echeverría (Giva). Técnico: Marcelo Cabo. 
Ceará - Everson; Pio, Valdo, Luiz Otávio e Ernandes; Juninho, Richardson (Raul) e Ricardinho (Wescley); Andrigo, Arthur e Felipe Azevedo (Roberto). Técnico: Marcelo Chamusca.
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário