Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quinta-feira, 29 de março de 2018

CRB vence o Treze-PB e está classificado na Copa do Nordeste: 2x1

FOTO: AILTON CRUZ
Praticamente classificado e com uma equipe alternativa iniciando o jogo, pois, alguns titulares ficaram no banco, o CRB enfrentou o Treze-PB, na noite desta quarta-feira, pela Copa do Nordeste, venceu por 2 a 1 e garantiu sua vaga na próxima fase da competição. 
O Galo começou com os reservas porque o elenco está com a mente voltada para o clássico de domingo, contra o CSA, pelo jogo de ida da final do Alagoano.
O Galo só precisava de um empate nesta noite para avançar de fase. E com a vitória, passou a 11 pontos, confirmando a vice-liderança, enquanto o Treze-PB, com quatro, está eliminado. 
O líder do Grupo A é o Santa Cruz, que venceu o Confiança (3º lugar, com 5 pontos), também nessa quarta, por 4 a 1, e encerrou a fase de classificação com 12 pontos.
A partida foi disputada no Estádio Rei Pelé e os gols foram de Edson Ratinho e Flávio Boaventura (CRB), com Tibério descontando para o Treze. Nas quartas de final, o Galo praiano vai encarar Santa Cruz, Vitória, Botafogo-PB ou Ceará.
COMO FOI 
O CRB começou o jogo embalado e, logo no primeiro lance de ataque, abriu o placar. Aos 2 minutos de bola rolando, Ratinho foi para cobrança da falta e chutou em cima da barreira. Após o desvio, a bola morreu no canto direito do goleiro alvinegro, sem chance nenhuma de defesa: 1 a 0.
CRB 2x1 Treze (28/03/2018)
Confira os melhores momentos da partida pela Copa do Nordeste
O Treze assuntou aos 6 minutos. O lateral Rayro foi lançado nas costas da zaga, fintou o marcador e chutou cruzado da entrada da área, vendo a bola passar perto da trave esquerda de João Carlos.
Meia Rafael Bastos disputa bola pelo alto em lance no 1º tempo da partida no Rei Pelé
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS











O jogo era lá e cá, e o Galo assustou em dois momentos, com Ratinho, aos 10', quando recebeu pela esquerda e chutou com veneno da entrada da área, obrigando o goleiro Copetti a espalmar para escanteio, e com Juninho Potiguar, aos 11', quando recebeu livre de marcação pela esquerda e cruzou rasteiro, mas a zaga alvinegra cortou.
O Treze teve uma boa chance aos 13 minutos. Tininho recebeu pela direita e abriu espaço para o chute forte, e a bola passou raspando a trave do CRB. Já aos 16', foi a vez de o Galo responder com perigo. Após cobrança de escanteio pela direita, Boaventura subiu mais que todo mundo e cabeceou no travessão.
O CRB anulava as investidas do adversário e segurava a vitória que lhe garantia a classificação. Foi assim durante todo o 1º tempo.
No 2º, o Treze melhorou em campo, enquanto o CRB parecia desatento e satisfeito com o resultado, protagonizando um festival de passes errados. Do outro lado, o time paraibano fazia o que podia para chegar ao gol de empate, jogando em cima dos erros do CRB. 
E foi assim que saiu o gol de empate. Aos 22', o zagueiro Anderson Conceição falhou feio e o atacante Tibério cabeceou encobrindo o goleiro João Carlos, sem chance de defesa: 1 a 1. 
Lance do primeiro gol do Galo, após cobrança de falta de Edson Ratinho
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS











A torcida do CRB, chateada, começou a vaiar o time. Mas o Galo acordou e ficou novamente à frente no placar. Aos 31', Ratinho cobrou falta pela direita e mandou a bola no primeiro pau. Flávio Boaventura surgiu nas costas da zaga e, livre de marcação, cabeceou no canto esquerdo do goleiro Copetti, dando números finais à partida.
Na sequência, o Treze ainda tentou uma reação, mas o Galo soube se fechar para administrar o resultado e garantir mais uma vitória em casa.
CRB - João Carlos, Edson Ratinho, Boaventura, Anderson Conceição e Everton Sena; Willians Fernandes e Márcio Passos (Serginho); Tinga, Rafael Bastos e Potiguar (Ruan); Marcão (Neto Baiano). Técnico: Mazola Jr.
Treze - Rafael Copetti, Alex (Joelson), Marcos, Fernando e Rayro; Johnnattan, Francisco Olivan, Chiquinho (Marcelinho) e Renato Diniz (Hugo Freitas); Tibério e Tininho. Técnico: Hélio Pinheiro (auxiliar).
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário