Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 22 de outubro de 2017

CRB tem jogos decisivos para definir sua permanência na Série B

FOTO: AILTON CRUZ 
O empate em 2x2 diante do Boa Esporte-MG, em pleno Rei Pelé na última sexta-feira (20), complicou ainda mais a vida do CRB no Campeonato Brasileiro da Série B. É que por não ter conseguido os três pontos, o Regatas viu sua distância para a temida zona do rebaixamento continuar pequena. Mas, apesar do momento difícil, o Galo busca se apegar aos bons resultados do primeiro turno, contra os próximos adversários, para permanecer na segunda divisão nacional.
Com 38 pontos conquistados até aqui na Segundona, o Galo ocupa agora uma desconfortável 15ª posição na tabela - apenas três pontos a mais que o primeiro clube do Z4, o Luverdense - e restando apenas sete partidas para o final da competição, o torcedor regatiano está preocupado sobre uma possível queda do clube para a terceira divisão nacional.
O momento é tão complicado, que nem o fator casa está ajudando o CRB a conquistar as vitórias. Para se ter uma ideia, dos últimos quatro jogos pelo Brasileirão, três foram disputados no Estádio Rei Pelé - contra ABC, Náutico e Boa Esporte - e o time alvirrubro só conseguiu triunfar uma única vez, quando venceu o confronto com Alvinegro Potiguar, no dia 06 de Outubro, por 1x0, com gol do volante Danilo Pires, de cabeça.
Na coletiva de imprensa, após o empate contra o Boa Esporte, o técnico Mazola Júnior disse que neste momento atuar longe de seu torcedor poderá ser útil ao time. "Ainda restam quatro jogos fora, e três em casa. Quem sabe longe da pressão que estamos vivendo jogando em casa, o Galo não consiga voltar a vencer", indagou.
Se Mazola está certo ou não, só os resultados irão dizer. O fato é que o CRB terá a partir de agora, jogos considerados por muito como verdadeiras "pedreiras". Já na próxima sexta-feira (27), o time entra em campo às 18h15, para mais um duelo de seis pontos, contra o Figueirense - 16º colocado - no Estádio Orlando Scarpelli. Uma semana depois, no dia 03 de Novembro, às 20h30, o clube vai ter a difícil missão de encarar o atual líder, Internacional, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.
No primeiro turno, Galo derrotou o Internacional por 2x0 no Rei Pelé
FOTO: AILTON CRUZ / GAZETA DE ALAGOA

























Entretanto, dependendo da combinação de resultados, dois possíveis triunfos do Galo, diante dos catarinenses e gaúchos, podem fazer com que o time dê um grande salto na tabela, podendo chegar até a oitava posição. E se o torcedor olhar para os resultados no primeiro turno, irá ter motivos para confiar na volta por cima do clube. Isso porque na primeira fase da competição o Regatas venceu tanto o Figueirense, quanto o Inter no Trapichão, quando ainda era comandado pelo técnico Dado Cavalcanti. Por outro lado, em caso de duas derrotas, a situação poderá ser dramática, com o time correndo o risco de entrar de vez no Z4, ocupando a décima sétima posição.
E apesar da situação complicada, o retrospecto da Série B ao longo dos anos mostra que o CRB está mais próximo da permanência do que do rebaixamento. É que nas últimas três edições, nenhum clube desceu para a Terceirona tendo alcançado a marca de 45 pontos - América-MG em 2014, Macaé-RJ em 2015 e Joinville-SC em 2016, foram rebaixados com 43, 43 e 40, respectivamente. 
Levando em consideração que o Galo já possui 38, restaria ao time do técnico Mazola Júnior conquistar nas próximas rodadas, mais sete pontos para enfim se ver livre do fantasma da Série C.  
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA