Image Map
Image Map
Image Map

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Sem marcar há duas partidas, líder CSA tem apenas 1 gol a mais que o lanterna

Atacante Michel é o artilheiro do CSA na Série C
O CSA é líder isolado no grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. Porém, o Azulão não marca há duas partidas, jejum que já começa a preocupar os homens de frente. E é exatamente por isso que o time do Mutange, apesar da boa campanha, não detém o melhor ataque de sua chave, que é do vice-líder Fortaleza - o Tricolor do Pici soma 13 gols (dois a mais que o Azulão) em 10 partidas. 
Outro detalhe é que, mesmo no topo da tabela de classificação, a equipe do técnico Ney da Matta assinalou apenas um gol a mais que o lanterna Confiança-SE, que tem 10 pontos. Dos 11 gols marcados pelo CSA nesta fase, três são do atacante Michel, enquanto dois foram assinalados pelo também atacante Vanger, com o volante Marcos Antônio tendo marcado outros dois. Completam a artilharia o lateral Dick, o meia Daniel Costa, o atacante Gustavinho e o volante Dawhan.
A Série C entrou na série dos jogos de volta, e o CSA, agora, vai cumprir duas partidas em casa: contra o Sampaio Corrêa, no próximo domingo, e diante do Botafogo-PB, no dia 30. O Azulão soma 19 pontos e, se vencer nos dois compromissos, vai encaminhar de vez sua vaga na segunda fase do campeonato.
E para o confronto contra o time maranhense, o treinador azulino já terá à disposição o lateral-direito Dick, o zagueiro Jorge Fellipe e o atacante Gustavinho. Os dois primeiros não enfrentaram o ASA, em Arapiraca, porque tomaram o terceiro cartão amarelo diante do Cuiabá, enquanto o terceiro, lesionado, recuperou-se de uma contratura na parte posterior da coxa esquerda.
O grupo treina até a manhã do sábado, 23, quando Ney da Matta já terá definido os 11 jogadores que entrarão em campo no dia seguinte.
Ingressos
CSA x Sampaio Corrêa terá início às 16h, no Estádio Rei Pelé. E para os próximos dois jogos, a direção azulina lançou a denominada "operação casadinha", com os ingressos sendo vendidos a R$ 30 e R$ 50 para as arquibancadas baixa e alta, respectivamente. Já o bilhete para as cadeiras especiais sai por R$ 100.
No ato da compra, o torcedor azulino já levará consigo o segundo bilhete. Contudo, aquele que preferir acompanhar apenas uma das partidas irá pagar R$ 20 para a arquibancada baixa, R$ 30 para a alta e R$ 60 para as cadeiras especiais.
Sobre os postos de venda: Loja do Azulão (Maceió Shopping), Arena das Torcidas (Farol e Serraria) e Poly Sport (Centro e Pátio). 
NM com Francisco Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA