Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sexta-feira, 16 de junho de 2017

CSA empata em 1x1 com o Confiança e vê liderança ameaçada na Série C

FOTO: AILTON CRUZ
Não deu para o CSA. Contra o Confiança, na noite desta sexta-feira (16), no Estádio Rei Pelé, o time do Mutange saiu atrás no placar, buscando o empate em 1x1 no final do primeiro tempo. Já na etapa seguinte, pecou no quesito finalização e acabou somando apenas 1 ponto em casa, na abertura da 6ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. 
Agora com 11, o Azulão abriu pequena vantagem sobre o Fortaleza, mas vê a liderança ameaçada, já que pode ser ultrapassado pelo próprio Leão - que tem 10 - e por Botafogo-PB ou Remo-PA - cada um deles com 8 - no complemento da rodada. 
O Dragão, por sua vez, foi a 8 pontos e é, ao menos por enquanto, o sexto colocado no grupo A da Série C.
Muita chuva e belo gol
O CSA entrou em campo com a mesma equipe que iniciou a última partida, contra o Remo, no Mangueirão. E quando a bola rolou, o time da casa tomou a iniciativa, partindo para cima do Dragão. Mas foi o Confiança quem primeiro chegou com perigo, aos 13 minutos, quando Everton errou chute da esquerda e viu a bola sobrar para Rômulo. O atacante chutou de primeira e a bola passou raspando o travessão do goleiro Mota.
Debaixo de muita chuva, o clube mandante, que tinha mais posse de bola, sentiu o gol e acabou punido aos 22. Álvaro foi lançado em velocidade pela esquerda, fintou dois com muita categoria e, mesmo sem ângulo, chutou forte, rasteiro. A bola entrou por entre as pernas de Mota, com o torcedor visitante festejando o golaço no Trapichão: 1x0.
Porém, o CSA seguiu com mais volume de jogo, apesar da insistência pela direita. E foi pela direita que quase saiu o gol de empate, aos 35 minutos. Dick tabelou com Vanger e chutou forte da entrada da área, mas Silvio saltou no canto esquerdo e espalmou para escanteio, salvando o Dragão.
E de tanto insistir, o Azulão conseguiu igualar a disputa nos acréscimos, já aos 46, e novamente em lance iniciado com Dick. O lateral surgiu livre de marcação e cruzou na segunda trave para Marcos Antônio, que subiu mais alto que todo mundo, ajeitando de cabeça para Michel. De peixinho, o atacante tocou no canto esquerdo do goleiro, estufando a rede: 1x1.
Marcos Antônio cabeceia para fora, em lance no 1º tempo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

CSA cai de produção
Os times voltaram sem alterações para o segundo tempo. Mas não demorou muito e o técnico Ney da Matta processou a primeira mudança do jogo, trocando, aos 12 minutos, o atacante Vanger pelo meia Francisco Alex. Três minutos depois, o CSA teve boa oportunidade de virar o marcador, com Dawhan chutando de primeira, à esquerda do goleiro.
Muito marcado, Michel concluiu pouco em direção ao gol do Dragão
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

No entanto, o CSA exercia uma falsa pressão. Sem conseguir avançar pelas laterais, o time da casa não encontrava espaço para concluir em gol, irritando seu torcedor. 
Aos 19, foi a vez de Marcos Antônio dar lugar ao atacante Jonathan. Mas o Azulão seguiu o mesmo e, aos 26, Thiago Potiguar substituiu Didira. Caindo pela esquerda, Potiguar até que tentou, mas a ansiedade com o passar do tempo dificultava qualquer reação.
Lance do gol do CSA, após cabeceio do atacante Michel
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

Sem muita efetividade, o time do Mutange partiu para cima nos minutos finais, com o rival a se defender bem, administrando o resultado. E prova da carência no setor de ataque é que, até o apito final, o CSA só teve mais uma boa chance de marcar o segundo gol, já aos 38, em cobrança de falta com Francisco Alex, que mandou para fora. 
Torcedor do CSA voltou a comparecer em bom número ao Trapichão
FOTO: CORTESIA NM COM BRUNO SORIANO E GAZETAWEB.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário