Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 5 de abril de 2017

FAF confirma não haver decisão judicial sobre torcida única para clássico

A Federação Alagoana de Futebol (FAF) emitiu um ofício, após solicitação do presidente do CRB, Marcos Barbosa, em que confirma a inexistência de decisão judicial sobre torcida única para o clássico das multidões do próximo domingo (9), válido pela 3ª rodada da fase hexagonal do Campeonato Alagoano.
Conforme o documento disponibilizado nessa terça-feira (4), o presidente da entidade, Felipe Feijó, afirma também não haver medida disciplinar desportiva que verse sobre a realização do clássico com a presença apenas da torcida do clube mandante, neste caso, o CSA. 
E apesar de não haver uma decisão judicial a respeito, no dia 7 de março, reunião realizada no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) e que contou com a presença de dirigentes de CSA e CRB definiu que os clássicos seriam realizados, a partir daquela data, com a presença de apenas uma das torcidas no Estádio Rei Pelé, em virtude dos frequentes registros de violência. O encontro também reuniu representantes do próprio Judiciário, Ministério Público, Secretaria de Segurança e federação local.
"Em conclusão, restou definido que os jogos do Campeonato Alagoano, entre CSA e CRB, serão realizados com torcida única até a partida final, caso venham a se enfrentar nesta fase, recomendação que já havia sido apresentada pelo Ministério Público à Federação Alagoana de Futebol e aceita nesta oportunidade, conforme salientou a representante do MP", diz trecho da ata assinada pelos clubes, em março passado.
No entanto, o presidente regatiano, em entrevista à Rádio Correio, afirmou que, sem uma decisão judicial, não há motivo de o clássico acontecer sem a presença da torcida alvirrubra. 

"Não vamos cumprir recomendação. Já cumprimos toda a punição que nos foi imposta [pelo STJD, em virtude de batalha campal entre torcedores, no gramado do Trapichão, após a final do Alagoano 2016] e mostramos que a torcida correspondeu com a paz nos estádios. O torcedor tem o direito de ir ao estádio e, por isso, pedimos à FAF uma cópia daquilo que foi debatido na reunião. Não há decisão judicial. Se houver, cumprirei", afirmou Barbosa.
A direção do CSA, por sua vez, ainda não informou se deve liberar a venda de ingressos também para a torcida regatiana - que, caso marque presença, poderia ocupar até 30% da capacidade do estádio.

Policiamento trabalha com torcida única
O coronel PM Nivaldo, comandante do CPC, afirmou, na tarde desta quarta-feira (05), que o planejamento de segurança para o clássico está sendo elaborado com base no acordo assinado entre as partes, que prevê a presença de apenas uma torcida no próximo domingo. 
"Na reunião, todos concordaram com a proposta de torcida única e, por isso, assinaram o acordo. Mas, pelo que estamos vendo, isso pode mudar. Contudo, todo o planejamento que está sendo feito é para apenas uma torcida", explicou o coronel, acrescentando que uma reunião será realizada na próxima sexta-feira, a fim de definir os últimos detalhes para a segurança da partida.


NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA