Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

CSA fica no empate em 1x1 com Murici e reassume liderança no grupo B

O CSA perdeu os 100% de aproveitamento no Campeonato Alagoano. Porém, o time do Mutange se tornou o único invicto com o empate em 1x1 na noite desta quinta-feira (16), quando encarou o Murici, no Estádio José Gomes da Costa, pela 5ª rodada do Estadual. Com este resultado, o Azulão foi a 13 pontos e reassumiu a liderança isolada no grupo B.
Tudo porque o ASA acabou derrotado por 3x1 também nesta noite, em partida realizada no Estádio Edson Matias, em Olho d'Água das Flores, Sertão alagoano. Com isso, o Alvinegro estacionou nos 12 pontos, ficando apenas 1 atrás do CSA, enquanto o CEO assumiu a vice-liderança de sua chave, com 6 pontos, 4 a menos que o líder CRB.
O Murici, por sua vez, somou seu segundo ponto em cinco jogos até aqui. O time comandado pelo técnico Roberval Davino segue sem vencer na competição - com 2 a menos que o Sete de Setembro, ainda segura a lanterna no grupo A. 

Goleiro Dias faz importante defesa no 1º tempo, salvando o Murici
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS




















Agora, a equipe comandada pelo técnico Oliveira Canindé já começa a voltar suas atenções para o clássico contra o Galo na tarde do próximo domingo, no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe, e com os portões fechados - em virtude de punição imposta pelo STJD, após confronto entre torcedores de CSA e CRB no gramado do Rei Pelé, na final do Alagoano 2016.

Encerrada a 5ª rodada, confira a classificação do Alagoano
FOTO: REPRODUÇÃO/FAF





















Até lá, Canindé espera já poder contar com o volante Panda e o atacante Luis Soares, que, sob os cuidados do departamento médico, seguem em fase de recuperação. A dúvida, por ora, gira em torno do goleiro Mota, que, lesionado, deixou a partida em Murici ainda no intervalo.

Everton Heleno chuta forte em cobrança de pênalti para abrir o placar
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS




















"O Murici é uma forte equipe. Não é a toa que se classificou na Copa do Brasil ao vencer em casa o Juventude-RS, time que subiu para a Série B do Brasileiro. Ou seja, jogar aqui não é e nunca será fácil", comentou, durante entrevista coletiva, o treinador azulino, que também destacou a exibição do jovem Dawhan, volante que atuou durante os 90 minutos.
O jogo

Canindé valorizou resultado em Murici
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
O CSA entrou em campo com mudanças em relação ao time "misto" que iniciou a partida contra o CEO, na segunda-feira. Uma delas teve o atacante Jacó ganhando a preferência entre os titulares, jogando ao lado de Thiago Potiguar. 
O time do Mutange tomou a iniciativa, mas quase viu o Murici abrir o marcador aos 31 minutos. O jogo era equilibrado, até que, aos 50, Cleyton sofreu pênalti e Everton Heleno converteu a cobrança para o time visitante: 1x0.
Para o segundo tempo, Canindé foi obrigado a processar sua primeira substituição, trocando Jeferson por Mota. E foi numa falha do primeiro que, logo aos dois minutos, o Murici acabou deixando tudo igual. Após cobrança de falta, o goleiro azulino falhou ao deixar a pequena área e viu o zagueiro Sinval tocar para o fundo da rede: 1x1.
Canindé ainda trocou Marcos Antônio por Didira, promovendo também a estreia do meia Daniel Costa, que substituiu Cleyton. As alterações não surtiram o efeito esperado, já que o CSA não criava o bastante. Mas a disputa até ganhou em emoção nos minutos finais, com o Murici desperdiçando ao menos duas oportunidades de sair com a vitória.
Já aos 47, no último lance da partida, Everton Heleno aproveitou rebote do goleiro Dias e quase marcou o segundo gol azulino, chutando forte e acertando o travessão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário