Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 5 de fevereiro de 2017

ANAF pede punição para presidente do CSA que ofendeu arbitragem após derrota no "Clássico das Multidões"

Resultado de imagem para rafael tenorio
A ANAF lamenta profundamente a atitude do dirigente do CSA Rafael Tenório, que não digeriu a derrota de seu clube e proferiu ofensas contra o trio de arbitragem comandado por Emerson Luiz Sobral, de Pernambuco.
“Vergonha, juiz premeditado, desmoralizado. A arbitragem chega aqui para roubar o CSA. Ladrão, safado, descarado”. Estas foram algumas palavras utilizadas pelo presidente, que também atacou a Policia Militar, conclamou os torcedores para abandonarem os estádios e cogitou “entregar” o campeonato para os adversários.
A entidade nacional dos árbitros de futebol cobra das instâncias da Justiça Desportiva e da organização da Copa do Nordeste a punição do dirigente, por entender que as acusações são totalmente desprovidas de veracidade e prejudicam a imagem da competição e do esporte.
Após o primeiro clássico das multidões de 2017, disputado entre CRB e CSA na noite de 5 de fevereiro, no Estádio Rei Pelé, o dirigente atingiu a arbitragem da partida com acusações e ofensas descabidas em uma entrevista a emissora de rádio local.
Ao final da conversa transmitida ao vivo, o repórter da emissora afirmou que tentou de todas as formas “convencer o presidente a não falar o que ele disse” mas não teve êxito.
Mais uma vez dirigentes, tentando justificar a derrota de seus clubes, partem para cima da arbitragem. E o mais grave, incitam a torcida contra as regras do futebol e geram um clima de guerra nos estádios.
Não é aceitável que um clube de futebol com a tradição do CSA, através de seu mandatário, utilize os meios de comunicação para lançar dúvidas a respeito de uma figura importante da partida, justamente o árbitro que deve ser respeitado. A conduta de um arbitro é pautada pelo esforço em acertar as decisões e contribuir ao máximo para o bom desenvolvimento do espetáculo.
Assim, a ANAF espera que além da punição exemplar, este tipo de discurso, que tenta justificar a derrota pela atuação dos árbitros, seja eliminado do futebol, de modo que prevaleça a paz nos estádios e o respeito.
NM com site da ANAF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA