Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 27 de agosto de 2016

Galo tem jogador expulso, fica no empate em 1x1 com o Ceará e segue em 4º

O CRB não fez uma boa partida na noite desta sexta-feira (27), em novo duelo pela Série B do Campeonato Brasileiro. Agora, já são cinco jogos sem saber o que é vencer na competição. Porém, o empate fora de casa contra o Ceará em 1x1 teve sabor de vitória, principalmente porque o Galo teve um jogador expulso, o volante Somália, aos 17 minutos do tempo final, quando o time visitante já havia cedido o empate ao Vozão.
Com este resultado, o representante alagoano foi a 34 pontos e segue na quarta posição, enquanto o Ceará, com 36, permanece em 3º lugar. Agora, o time do técnico Mazola Júnior já começa a voltar as suas atenções para o compromisso da próxima terça-feira, quando vai receber o Oeste-SP, no Estádio Rei Pelé.
E para o duelo diante do torcedor regatiano, o CRB não terá, além de Somália, o atacante Zé Carlos - o autor do gol alvirrubro no Castelão tomou o terceiro cartão amarelo. Em compensação, Mazola terá o retorno de Matheus Galdezani, volante que cumpriu suspensão automática.
Gol e vacilo na defesa
O Galo entrou em campo com três mudanças em relação à equipe que iniciou o duelo contra o Londrina, em Maceió. Marcos Martins, que cumpriu suspensão automática, tomou a vaga de Bocão na lateral-direita, enquanto Somália substituiu o também volante Matheus Galdezani, com Geandro ainda a assumir a vaga de Olívio. E ainda no meio-campo, o treinador optou por Welinton Júnior no lugar de Roger Gaúcho.
Welinton Jr recebeu amarelo e deu lugar a Roger Gaúcho no 2º tempo
FOTO: CHRISTIAN ALEKSON/CEARASC.COM


















Empurrado por seu torcedor, o Ceará partiu para cima e criou boa chance aos 13 minutos, quando Eduardo arriscou chute de fora da área e, após desvio, o goleiro Júlio César saltou no canto esquerdo, espalmando para escanteio.
A reação, porém, veio logo em seguida, aos 17 minutos. Marcos Martins recebeu pela direita e cruzou para Zé Carlos, que, livre de marcação, tocou de cabeça no canto direito do goleiro Éverson, abrindo o marcador no Castelão.
Já aos 33, Mazola se viu obrigado a processar sua primeira substituição, depois que Júlio César se lesionou e deu lugar a Juliano. O Ceará seguia com mais volume de jogo, quando, aos 34 minutos, Zé Carlos recebeu novo cruzamento da direita, dominou no peito e quase marcou mais um, chutando de voleio. Éverson, atento, fez a defesa em dois tempos.
Atacante Bill comemora o único gol do Ceará na partida
FOTO: CHRISTIAN ALEKSON/CEARASC.COM


















Contudo, como o Galo não conseguia sair jogando, a pressão alvinegra acabou surtindo efeito já aos 48 minutos, depois de Diego Felipe, aos 43, testar com muito perigo. Após cruzamento da esquerda, o atacante Bill surgiu nas costas do zagueiro Jussani e tocou, de cabeça, no canto esquerdo de Juliano, deixando tudo igual na arena: 1x1.
Igualdade no segundo tempo
E a disputa seguiu a mesma no segundo tempo, com o Ceará a propor o jogo. Já aos 15 minutos, Mazola decidiu trocar Welinton Júnior, pendurado, pelo também meia Roger Gaúcho. Porém, dois minutos depois, o volante Somália chutou a bola quando o jogo já havia sido paralisado para cobrança de falta, e o árbitro interpretou que o jogador tentava retardar o reinício da partida, punindo-o com o segundo amarelo.
Com um homem a menos, foi a vez de o volante Glaydson fazer a sua reestreia com a camisa do CRB, substituindo o meia Luidy. O Galo se fechou para garantir o empate, e o Ceará, desordenado, lançou-se ao ataque em busca da virada.
E apesar da pressão, o time cearense chegou com perigo em apenas uma oportunidade até o apito final. Foi aos 28 minutos, quando a zaga regatiana afastou cruzamento nos pés de Eduardo, que chutou forte, rasteiro. A bola passou perto do poste direito de Juliano, no último lance de efeito da partida.
NM com Bruno Soriano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA