Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 8 de junho de 2016

CRB vence o Sampaio Corrêa por 2x1, chega a 12 pontos e assume a 7ª posição

É bem verdade que o CRB não convenceu. Porém, o Galo fez o bastante para merecer mais uma importante vitória diante de seu torcedor, o que o fez se manter na cola do G4 da Série B. Na noite desta terça-feira (07), pela sétima rodada do Brasileiro, o time alvirrubro voltou a campo para, no Estádio Rei Pelé, bater o lanterna Sampaio Corrêa-MA de virada, por 2x1, chegando a 12 pontos e assumindo a 7ª posição.
O Tubarão abriu o marcador com gol de pênalti de Léo Gago, mas o CRB empatou ainda na primeira etapa, em belo cabeceio de Lúcio Maranhão, confirmando a vitória no início do tempo seguinte - quando o Sampaio teve jogador expulso -, em jogada do atacante Rodolfo, que também deixou sua marca de cabeça.
CRB 2x1 Sampaio Corrêa-MA
Galo vence mais uma em casa e volta a encostar no G4 da Série B 2016
Agora, o Galo já volta as atenções para o confronto diante do Bahia, na noite da próxima sexta-feira, em Salvador. Até lá, o técnico Mazola Júnior espera já poder contar com os atacantes Assisinho e Welington Júnior, contratados recentemente para a sequência da competição. Já o Bolívia Querida vai entrar em campo na mesma noite, ainda a tentar a primeira vitória nesta Série B, contra o Criciúma, em São Luís.
Susto e reação de cabeça
Sem Bocão, suspenso, o time do técnico Mazola Júnior entrou em campo com Marcos Martins na lateral direita. E o comandante alvirrubro também mudou nos outros dois setores da equipe. No meio, Dakson começou "de primeira", com Mazola abdicando dos três volantes, enquanto Lúcio Maranhão jogou isolado no setor de ataque.
Luidy não esteve bem e foi substituído no segundo tempo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS


















E o primeiro bom lance do jogo veio logo aos oito minutos, quando Maranhão foi lançado pela direita e chutou cruzado, de primeira, vendo a bola passar perto do poste direito do goleiro Rodrigo Ramos. Porém, um minuto depois, o Galo acabou castigado quando Pimentinha cruzou e Flávio Boa Ventura tocou a bola com a mão, dentro da grande área. Pênalti que o árbitro marcou e Léo Gago assinalou, deslocando Cristiano: 1x0.
Porém, o Galo manteve a postura, buscando as laterais do campo para criar os espaços. Aos 17 minutos, finalizou bem com Gérson Magrão de fora da área, mas balançou a rede somente aos 19, quando Galdezani virou o jogo para Marcos Martins, que dominou pela direita e cruzou na cabeça de Maranhão. O atacante se antecipou ao zagueiro para desencantar na Série B, testando no canto direito do goleiro Rodrigo: 1x1.
Goleiro Juliano salvou o Galo em pelo menos duas oportunidades
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS


















Porém, o Sampaio apertou a marcação para anular as investigas do Galo e sair no contragolpe. O time da casa seguiu a pecar no último passe, com Luidy sumido em campo, e as equipes ainda alternaram uma chance cada até o Tubarão quase desempatar a partida em belo chute de Léo Gago, que concluiu de primeira. Juliano saltou no ângulo superior esquerdo e fez defesa de pagar ingresso, salvando o CRB.
Expulsão e gol da vitória
Os times retornaram sem alterações para o segundo tempo, mas o Sampaio demonstrou mais vontade, chegando com perigo logo com um minuto, em chute rasteiro do atacante Max. Já aos 12, foi a vez de Pimentinha receber pela esquerda, nas costas da zaga, e errar o passe que deixaria Max na cara do gol. Foi o sinal de alerta para fazer o Galo acordar.
Atacante Rodolfo chuta duas vezes e não consegue vencer o goleiro
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS



























A reação do time da casa veio um minuto depois, quando Galdezani aproveitou cruzamento da esquerda e chutou à queima roupa, em lance na pequena área, vendo o goleiro Rodrigo salvar o Tubarão. Aos 16, Mazola resolveu trocar o meia Luidy pelo atacante Rodolfo, enquanto o também meia Dakson saiu para a entrada de Elton Lira, com o Galo a fazer uma dobra de laterais pela esquerda.
O Galo teve sensível melhora e conseguiu desempatar o jogo aos 22 minutos, quando Diego cruzou da esquerda e encontrou Rodolfo no segundo pau. O atacante não precisou nem pular para, de cabeça, acertar o canto direito do goleiro, fazendo a alegria da torcida regatiana: 2x1.
Por reclamação, o lateral Guilherme Lucena, foi expulso no lance do gol. E mesmo com um homem a mais, o Galo não conseguiu ampliar a vantagem, apesar de ter criado mais duas boas chances. Pelo contrário, deu espaço e tomou sufoco nos minutos finais, defendendo-se até o apito final do árbitro paranaense. Antes, porém, Mazola ainda processou a última substituição a que tinha direito, com Somália no lugar de Galdezani.
NM com Gazetaweb.com
Rodolfo acerta cabeceio e comemora o gol da vitória regatiana
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA