Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Após vitória diante da Venezuela, Dunga agora pensa na Argentina

"Agora vou descansar. Acabamos de sair de um jogo importante. A partir de amanhã vamos pensar na Argentina. Se eu conseguisse pensar nisso agora seria um super-homem", disse o técnico da seleção pentacampeã.
Dunga terá uma dura missão de vencer os argentinos
Foto: Divulgação
O Brasil vai encarar a Argentina em um momento ruim para as duas seleções, já que a seleção vem sendo contestada pelo futebol apresentado e a 'Albiceleste' ainda não venceu na competição. Dunga evitou falar sobre o difícil começo da Argentina nas Eliminatórias, depois que os 'hermanos' perderam em casa, na primeira rodada, por 2 a 0 para o Equador e empataram sem gols hoje, fora de casa, contra o Paraguai.
"Independentemente dos resultados deles nas primeiras rodadas, sempre será difícil. Brasil e Argentina é uma eliminatória à parte. Vai ser difícil como sempre foi. Lógico que eles serão pressionados, como o Brasil foi. É um jogo diferente. Quando ganham é normal, quando perdem cai o mundo. Temos que saber conviver com essa pressão.", opinou Dunga.
Sobre o jogo de hoje contra a Venezuela, cinco dias após a derrota para o Chile na estreia em Santiago, Dunga disse que daria nota 9 para a equipe se seus comandados tivessem marcado a metade das chances que criaram.
"Sou exigente. Se tivéssemos feito a metade das chances criadas, daria um 9. Como não fizemos, dou 8,5.", comentou o treinador. Além disso, Dunga aproveitou para elogiar a postura de seus jogadores em campo.
"Queríamos vencer para nós mesmos, pela nossa capacidade técnica. O Andrey (Lopes, auxiliar técnico) foi muito feliz quando apontou para cada jogador antes da partida e lembrou onde eles jogam. São grandes jogadores, referências. Não pode ser diferente na seleção", disse. Além disso, Dunga enalteceu a participação dos torcedores em Fortaleza.
"Tem que dar os parabéns ao torcedor pelo espírito. Ele aplaudiu a equipe quando necessário e ela voltou a mostrar qualidade. Foi um bom jogo. Valeu pela apresentação. Queremos manter e melhorar", comentou sobre os quase 39 mil presentes que compareceram à Arena Castelão e não deixaram de apoiar a Seleção.
Sobre as mudanças promovidas na equipe, principalmente a escalação do jovem goleiro Alisson no lugar de Jefferson, Dunga disse que optou pela maior estatura do reserva.
"Todos precisam estar preparados. Vamos vencer com o coletivo. Quem entrar precisa dar algo a mais. A Venezuela tem a bola aérea forte e o Alisson tem boa estatura", justificou.
Quanto à escalação de Ricardo Oliveira no lugar de Hulk, Dunga explicou que o artilheiro do Campeonato Brasileiro tem mais facilidade de romper linhas defensivas fechadas como a da Venezuela. Sobre o santistaLucasLima, que entrou no segundo tempo, Dunga disse que "está dando sequência ao bom trabalho em seu clube, mostrando a mesma maturidade na seleção". O treinador também aproveitou para elogiar o zagueiro Marquinhos, que entrou no lugar do lesionado David Luiz. 
Ceará - O técnico Dunga afirmou nesta terça-feira que começará a pensar naArgentina, o adversário doBrasilna próxima rodada das Eliminatórias para aCopado Mundo da Rússia, "a partir de amanhã", após a vitória de hoje por 3 a 1 sobre a Venezuela em Fortaleza.

NM com Odia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA