Image Map
Image Map
Image Map

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Técnico do ASA, Vica comenta sobre interesse do CSA: "Não existe nada"

A entrevista coletiva concedida pelo presidente-executivo do CSA, Rafael Tenório, na tarde de terça-feira, levantou questões relevantes sobre o futuro do clube. Entre os assuntos mais comentados está a escolha do novo técnico azulino para a temporada de 2016. O dirigente do Azulão citou nomes, como de Oliveira Canindé, Marcelo Vilar, Leandro Campos e o atual treinador do ASA, Vica.
O nome de Vica tem sido muito comentado nos bastidores do clube marujo e a notícia chegou em Arapiraca. Em entrevista ao repórter Jânio Barbosa, da Rádio Gazeta, o técnico alvinegro tratou de pôr fim às especulações, ressaltando que não houve propostas oficiais até o momento.
Vica, técnico do ASA (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)Vica comenta que não houve contato por parte da diretoria do CSA  (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)
- Não, não teve nada. Para mim não chegou nada e nem para pessoas ligadas a mim, empresários essas coisas. Ninguém me procurou. Pode ter surgido meu nome através da imprensa da capital. Eles (CSA) sabem que eu tenho compromisso com o ASA e tenho que fazer um bom trabalho aqui, mas garanto que não fui procurado por ninguém, não sei de nada sobre isso. Às vezes o pessoal comenta nos bastidores, de CSA, CRB, outros clubes, em outros anos, mas não tem nada e nem escutei essas coisas - declarou.
O contrato de Vica com o Fantasma tem validade até o fim de 2016. De acordo com que está firmado no documento, caso algum lado - diretoria demita o treinador ou o técnico deixe o clube -, há uma multa a ser paga para o lado prejudicado. 
Rafael Tenório CSA (Foto: Caio Lorena / GloboEsporte.com)Rafael Tenório citou Vica como um nome que interessa à diretoria do CSA (Foto: Caio Lorena/GloboEsporte.com)
- Tenho um projeto, um compromisso assumido com essa diretoria. Lógico que amanhã ou depois se aparecer alguma proposta ou o ASA não estiver satisfeito com meu trabalho, nós vamos sentar, conversar e resolver. Dentro do contrato também tem multa rescisória: se lá tem dizendo que você pode sair ou que o clube pode te mandar embora, sem problema, mas logicamente tem a condição financeira. Se eu quiser sair daqui amanhã, eu tenho uma multa a pagar. Se o clube quiser me demitir, também tem que pagar multa - comentou.
Vica encerrou a entrevista falando que não tem interesse de sair do clube no momento.

- Estou satisfeito, o ASA está procurando fazer tudo aquilo que foi prometido e eu não tenho reclamação. Estamos tentando fazer o máximo para voltar à Série B, esse é o nosso pensamento e por isso deixamos essas outras coisas um pouco de lado.
*Jota Rufino colaborou
NM com globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA