Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 2 de agosto de 2015

Campinense marca no fim e arranca empate fora de casa com o Coruripe

O Coruripe recebeu o líder Campinense, neste sábado, precisando reagir na Série D do Brasileiro. E o time alagoano até que tentou, pois chegou a estar vencendo o adversário até aos 42 minutos da etapa final, mas acabou cedendo o empate por 1 a 1 aos rubro-negros, no Estádio Gerson Amaral. O gol do Hulk foi marcado por Tiago Lima, no primeiro tempo, enquanto que Tiago Sala anotou para a Raposa, aos 42 do segundo.
Com o empate, o Coruripe segue invicto, mas também sem vencer, permanecendo na terceira colocação com três pontos. Já o Campinense, por sua vez, com duas vitórias e dois empates na competição, segue firme na liderança, com oito pontos conquistados. 
Coruripe x Campinense, jogo (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)Coruripe x Campinense, no Gerson Amaral: um gol para cada lado (Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com)

O Campinense agora só volta a jogar pela competição no dia 16, contra o mesmo Coruripe, em Campina Grande. Já o Hulk atua no próximo dia 9, diante do Serra Talhada, fora de casa.
Coruripe joga melhor e sai na frente no primeiro tempo
Pressionado pela torcida, o Coruripe partiu com tudo para cima do Campinense. E foi o senhor das ações no primeiro tempo. A primeira investida do Hulk alagoano aconteceu logo aos três minutos, quando Fabiano ariscou, mas o chute saiu franco nas mãos de Gledson. Apagado em campo, a Raposa não chegava ao ataque. E apenas via o Coruripe jogar. 
Melhor taticamente, o Coruripe abriu o placar aos 25 minutos. Márcio Lima cruzou na medida para Tiago Lima. Livre de marcação dentro da área, o meia testou de cima para baixo, sem chances para Glédson. O goleiro raposeiro, até então, não havia sofrido nenhum gol na competição, mas não foi páreo desta vez.
Campinense reage e empata no finalzinho
No reinício do jogo, o Coruripe manteve a mesma postura ofensiva. Porém, aos 14 minutos, perdeu Tiago Lima por expulsão, após ele agredir Negretti, levando o cartão vermelho direto.
Com um jogador a mais, a equipe raposeira tentou a todo custo chegar ao empate. Tanto é que o técnico Francisco Diá colocou em campo o estreante Adilson Canga, deixando o time mais compacto e com quatro atacantes. Mas coube a um zagueiro livrar a Raposa da derrota, aos 42 minutos. Tiago Sala aproveitou rebote após cobrança de escanteio de Negrettti, e colocou para dentro da meta de Ridson. Foi um empate com sabor de vitória para os raposeiros.
NM com globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA