Image Map
Image Map
Image Map

sábado, 16 de novembro de 2019

CRB vence a Ponte por 2 a 0 e se mantém firme em busca dos 60 pontos

FOTO: FELIPE NYLAND
O CRB conseguiu um importante resultado na tarde deste sábado (16), no Estádio Rei Pelé, pela 36ª rodada da Série B. Venceu a Ponte Preta, por 2 a 0, e, com esta vitória, subiu uma posição na tabela. Agora o Galo é o 6º colocado, com 54 pontos.
O time do técnico Marcelo Cabo está a seis pontos do G4, faltando apenas duas rodadas para o encerramento da competição. Mas chegou perto dos 60 pontos, meta desejada a fim de alcançar a melhor campanha da história do clube na competição. Além disso, essa foi a terceira vitória seguida em casa do Galo. Já a Ponte Preta é a 12ª colocada, com 44 pontos.
Os gols do time alvirrubro foram de Léo Ceará, de pênalti, e de Lucas Siqueira. Ambos assinalados no 1º tempo. Detalhe: Léo chegou ao seu 14º gol na Série B e segue firme na briga pela artilharia. Encostou em Guilherme, do Sport, que tem 15 gols assinalados. Ernani Brocador, também do Sport, tem 14 gols. 
O próximo jogo do Galo, pela 37ª e penúltima rodada da competição, será contra o Figueirense, na sexta-feira (22), às 19h15, novamente no Rei Pelé. Quanto à Macaca, vai enfrentar o Sport, dois dias antes, quarta-feira (20), na Ilha do Retiro, às 21h30.  
1º tempo
O CRB começou logo levando perigo à Ponte Preta. Aos 4 minutos, Willie tabelou com Élton Arábia, cruzou para Léo Ceará, o atacante chutou e Ygor fez uma defesa espetacular. A Macaca assustou aos 6 minutos quando Róger ajeitou de calcanhar para Vico, que chutou bonito e a bola passou à direita de Edson Mardden. 
O CRB era melhor no jogo. E aos 9 minutos teve um pênalti marcado em seu favor. Isso depois que Élton tocou a bola para Daniel Borges, o lateral fez o cruzamento e a zaga afastou parcialmente. Na sequência, Borges ficou com a redonda e foi derrubado por Guilherme Guedes. Aos 10 minutos, o artilheiro Léo Ceará cobrou, lentamente, deslocando o goleiro e correndo para o abraço: 1 a 0.
Aos 16 minutos, na tentativa da Macaca, Guilherme Guedes chegou à linha de fundo, cruzou na área do CRB, Vico tentou emendar uma bicicleta, mas o chute saiu errado e a bola foi direto para fora. A Ponte tinha dificuldade para sair do campo de defesa, pois o CRB exercia forte marcação. Aos 20 minutos, Alisson Farias cobrou o escanteio curtinho para Élton, o meia cruzou e o goleiro Ygor subiu para ficar com a bola.
Aos 27 minutos o Galo chegou de novo e até fez o gol, quando Willie recebeu dentro da área da Ponte, chutou forte na saída de Ygor, mas o árbitro assistente Vinícius Melo já assinalava impedimento do ataque regatiano.
O CRB fazia um jogo tranquilo, ganhava todas as bolas do meio de campo e criava, podendo até já ter chegado ao segundo gol. Mas aos 34 minutos quem chegou com perigo foi a Ponte. Vico chutou forte, Edson Mardden espalmou para o lado, Roger dividiu com o goleiro e o árbitro acabou marcando a falta do centroavante da Macaca.
Aos 42 minutos, o CRB tentou: Willie tocou para Élton Arábia, que tocou para o centro da área buscando Léo Ceará. O centroavante caiu pedindo pênalti, mas o árbitro Pablo Ramon nada marcou.
Um minuto depois veio o segundo gol regatiano. Élton tocou a bola para o meio da área, achou Willie, que deu um belo toque de letra e Lucas Siqueira soltou a bomba para ampliar o placar: 2 a 0.
O árbitro determinou dois minutos de acréscimos e, aos 47 minutos, encerrou a primeira etapa no Rei Pelé.
2º tempo
O CRB voltou bem para a segunda etapa. E a Ponte tentava diminuir o placar. Aos 10 minutos, a Macaca teve uma falta em seu favor. Renato Cajá foi para a bola e fez o levantamento para Washington, mas o assistente marcou impedimento.  O CRB respondeu aos 12 minutos. Trevisan entregou "de bandeja" a bola para Léo Ceará, que driblou o goleiro Ygor, mas perdeu o ângulo, tocou para Alisson Farias, que passou para Willie e ele foi flagrado em impedimento.

Alisson Farias não se houve bem no jogo, apresentou um futebol abaixo do esperado pela torcida do Galo
FOTO: FELIPE NYLAND













O Galo chegou de novo aos 13 minutos. Arnaldo deixou Daniel Borges para trás, chegou à linha de fundo, cruzou rasteiro e Edson Mardden salvou o CRB. Aos 22 minutos, foi a vez de a Ponte tentar, que começou a gostar do jogo. Araos arriscou o chute de longe e a bola subiu muito, indo em tiro de meta para o Galo. Aos 25 minutos, de novo a Ponte Preta tentou. Edilson chegou à linha de fundo, fez o cruzamento, mas Ewerton Páscoa cortou o perigo.
A Ponte ficava mais tempo com a bola e, aos 27 minutos, Araos veio de trás, recebeu o passe de Cajá, dentro da área do CRB, projetou o corpo e chutou bonito. A bola passou perto do poste esquerdo de Edson Mardden. Aos 36 minutos, o CRB perdeu uma chance incrível. Numa bonita jogada, Igor rolou a bola na medida para Edson Cariús, mas ele chutou em cima do goleiro Ygor.

CRB explorou bastante o lado esquerdo com as jogadas do lateral Igor Cariús
FOTO: FELIPE NYLAND










A

Aos 38 minutos, Bill carregou a bola, ajeitou e soltou o chute. A bola passou muito, mas muito perto do gol de Mardden. Com o placar lhe sendo favorável, o Galo trocava passes no campo de defesa para gastar o tempo que restava.
O árbitro deu 4 minutos de acréscimos e aos 49 minutos, o jogo foi encerrado pontualmente. Fim de papo, com a vitória do CRB: 2 a 0.
CRB - Edson Mardden; Daniel Borges, Wellington Carvalho, Ewerton Páscoa e Igor Cariús; Claudinei, Lucas Siqueira e Élton Arábia (William Barbio); Léo Ceará (Edson Cariús), Alisson Farias e Willie (Lucas Abreu). Técnico: Marcelo Cabo.
Ponte Preta - Ygor, Edilson, Renan Fonseca, Trevisan e Guedes (Arnaldo); Camilo (Renato Cajá), Lucas Mineiro, Washington e Araos (Bill); Roger e Vico. Técnico: Gilson Kleina.
Árbitro: Pablo Ramon  Gonçalves Pinheiro (CBF-RN).
Auxiliares: Vinícius de Melo Lima (CBF-RN) e Lorival Cândido das Flores (CBF-RN).
Público Pagante: 1.384
Público Total: 2.136
Renda: R$ 11.730,00
NM com Fernanda Medeiros 

Nenhum comentário:

Postar um comentário