Image Map

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Na Copa Nordeste, CRB abre placar em cima do América-RN, mas cede empate no final

FOTO: DIEGO SIMONETTI/AMÉRICA FC

O CRB viajou até Natal para enfrentar o América-RN, neste sábado (15). Embalado pelo ótimo resultado dentro de casa, quando venceu o ASA por 4 a 0, valendo pelo Alagoano, o Galo não conseguiu mais do que um empate por 1 a 1 contra a equipe do América.
A equipe comandada por Marcelo Cabo até saiu na frente do placar e teve as melhores chances do jogo, mas depois de um deslize da zaga, após a cobrança de falta de Michael, o atacante Wellington Pernambucano marcou de cabeça para o time da casa. 
O CRB volta a campo na próxima quarta-feira (19), às 19:15, contra o Paysandu, em Belém. A partida será pela segunda fase da Copa do Brasil. O jogo será no Estádio Leônidas Sodré de Castro.
Já o América-RN, enfrentará o ABC, pela primeira partida da final do Campeonato Potiguar. O jogo será na quarta (19), às 20:30, no Estádio Maria Lamas Farache.
PRIMEIRO TEMPO
O início da primeira etapa foi elétrico por ambos os times. Já nos primeiros minutos de jogo, a equipe do América-RN teve duas tentativas de abrir o marcador. A primeira foi da subida de Michael pela esquerda, cruzando para o meio da área do CRB, visando Orobó, mas a zaga regatiana interceptou no último momento. Já a segunda, foi no cruzamento de Lelê, que o goleiro Edson Mardden tirou de soco.
Aos 3 minutos, foi a vez do CRB buscar o gol adversário. Com ótima jogada de Erik, pela esquerda,  passou pelo marcador, chegando até a linha de fundo e lançou para a área, mas ninguém do Galo estava em posição para finalizar para o gol.
Depois de nove minutos da bola se concentrando no meio de campo, o Galo da Pajuçara conseguiu uma boa chance com Leo Gamalho, aos 12', após a zaga do América-RN falhar na cobertura do escanteio, tentou mandar de primeira para o gol e acaba furando.
As melhores chances da equipe potiguar foram criadas pelo setor ofensivo, no seu lado esquerdo. Tanto que aos 14', Wallace Rato fez boa jogada e tocou para Michael, que arriscou um chute forte, passando perto do gol de Mardden.
A partida foi pegada por ambas as equipes. No fim, tanto CRB quanto América-RN tiveram jogadores expulsos
FOTO: DIEGO SIMONETTI/AMÉRICA FC

























Na metade do primeiro tempo, as equipes voltaram a esfriar o jogo, com passes de bola sem objetividade ofensiva. Nem mesmo o chute de Luidy, de fora da área, passou perto de abrir o marcador. 
Porém, logo após o lance regatiano, foi a vez do América voltar a atacar. Depois da cobrança de escanteio de André Krobel ser desviada no meio do caminho, Geninho tem a chance de abrir o marcador, mas, no susto, chuta para longe da meta do Galo.
Logo em seguida, aos 25', Leo Gamalho faz boa jogada e arrisca para o gol de Ewerton, que espalma a redonda para longe. E no minuto seguinte, Rafael Longuine tabelou com Léo Príncipe, da entrada da área, finalizou para fora sem causar perigo para a equipe potiguar.
Aos 30', um choque entre Thalisson Kelven e Adílio paralisa a partida por dois minutos, para que ambos os jogadores recebessem os atendimentos médicos.
Perto do final do primeiro tempo, o América-RN fez uma boa jogada com Dione. O meio-campista se livrou da marcação de três regatianos, encaixando um belo passe para Orobó, que bateu fraco na bola e facilitou a defesa de Mardden.
Sem perder tempo, a equipe do CRB inicia um rápido contra-ataque pela esquerda com Erik, que obteve espaço para chutar e acertou a trave do goleiro Ewerton. O lance levantou a torcida do Galo que estava presente na Arena das Dunas, em Natal.
Antes de acabar o tempo inicial, a torcida americana teve a chance de ver o lance de Lelê e Orobó, pela esquerda. O atacante chutou forte e exigiu uma ótima defesa de Edson Mardden.
O primeiro tempo acabou aos 46'.
SEGUNDO TEMPO
O último tempo se iniciou sem alterações por ambas as equipes.
Já no início, o lateral Igor Cariús, após dividida, reclamou de dores na coxa. O atendimento foi solicitado. Mas não houve nada grave com o jogador regatiano, e logo voltou a campo. Contudo, quem não teve a mesma sorte foi César Sampaio. O volante se chocou com Carlos Jatobá. E após ser atendido dentro de campo, não deu para César continuar jogando, e foi substituído pelo atacante Felipe Pará.
Aos 11', o zero foi tirado do marcador. Depois da troca de passes pela esquerda, Igor Cariús cruzou para a área do Mecão, e Erik não perdoou. Com o biquinho da chuteira, desviou para os fundos da rede. 1 a 0 para o CRB.
Após o gol do Galo, o jogo ficou morno em relação a criação de reais oportunidades de gol. O lance que voltou a esquentar a partida foi a jogada do América-RN, pela direita, André Krobel tentou cruzamento para a área regatiana, mas ela explodiu em Xandão. Os jogadores do Mecão reclamaram de um toque de mão do zagueiro do CRB, mas o árbitro Diego Fernando Silva de Lima estava perto do lance, e mandou o jogo seguir normalmente.
Em seguida, aos 20', o Galo voltou a levar perigo para o gol de Ewerton, buscando ampliar o placar.  Erik puxou para o chutou. Mas o goleiro do Mecão estava esperto e fez uma boa defesa.
Com o placar desfavorável, o técnico Roberto Fernandes faz sua segunda alteração. Saindo Adílio para a entrada do atacante Wellington Pernambucano. E em seguida, realiza a última substituição: saindo Lelê e entrando Erivan.
Querendo segurar o ataque do América-RN, Marcelo Cabo fez alterações no time. O técnico tirou Luidy e pôs o zagueiro Washington. Depois, tirou o camisa 10 Rafael Longuine, e colocou o lateral esquerdo Hugo, reforçando o lado em que a equipe do América mais criou oportunidades. 
Aos 36', veio o empate do Mecão. Com falta cobrada por Michael, Wellington Pernambucano subiu mais que toda a zaga regatiana, e cabeceou para o fundo da rede do CRB. Mas, por fim, não passou disso. A partida se encerrou aos 50 minutos de jogo, mas não antes do Galo fazer sua última alteração: saindo Gamalho para dar lugar a João Carlos.
O jogo era importante para as duas equipes; Para o CRB valia debaixo de tabela, para o América-RN, assumir a liderança do grupo B
FOTO: DIEGO SIMONETTI/AMÉRICA FC


























O jogo, por mais corrido que tenha sido, teve algumas paralisações devido as faltas e, consequentemente, os cartões amarelos. Ao todo, foram 4 cartões amarelos para o CRB, sendo dois para o atacante Erik, que foi expulso no final do jogo, Claudinei e Xandão. E dois cartões amarelos para o América-RN, ambos destinados para Wallace Rato, também expulso da partida.
ESCALAÇÕES
América-RN: Ewerton, André Krobel, Geninho, Edimar, Michael,Wallace Rato, César Sampaio (Felipe Pará), Dione, Lelê (Juninho), Adílio (Wallace Pernambucano), Orobó.
CRB: Edson Mardden, Léo Príncipe, Thalisson Kelven, Xandão, Igor, Claudinei, Carlos Jatobá, Rafael Longuine (Hugo), Luidy (Washington), Léo Gamalho (João Carlos).
ARBITRAGEM
Árbitro: Diego Fernandes Silva de Lima (PE) 
Árbitro Assistente 1: Marcelino Castro de Nazaré (PE)
Árbitro Assistente 2 :Victor Matheus de Lavor Paes Barreto (PE)
Quarto Árbitro: José Magno Teixeira do Nascimento (RN).
NM com Luis Caldas

Nenhum comentário:

Postar um comentário