Image Map
Image Map
Image Map

PARCEIRO NA MIRA

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

VÍDEO: Jordi critica condições do CSA e Rafael Tenório rebate acusações

FOTO: AUGUSTO OLIVEIRA/ASCOM CSA
Em um vídeo vazado nesta quinta-feira (24), o goleiro Jordi fez duras críticas quanto às condições estruturais do CSA, alegando "não ter nem talher para comer". Utilizando também a internet, o presidente Rafael Tenório rebateu as acusações afirmando que as palavras são inverdades e que o clube "tomará as atitudes cabíveis". Jogador poderá ser multado ou ter o contrato rescindido.
Arqueiro titular do Azulão na campanha de reabilitação na Série A, Jordi está afastado da equipe e entregue ao Departamento Médico (DM) desde o confronto contra o Goiás, quando sentiu a posterior da coxa direita ainda no primeiro tempo. 

Jordi está lesionado desde a partida contra o Goiás, no Serra Dourada
FOTO: REPRODUÇÃO/PREMIERE























Por este motivo, o goleiro perdeu duas partidas e estaria cotado para retornar à equipe no jogo contra o Flamengo, na próxima rodada do Brasileiro. No vídeo em questão, Jordi não poupou as palavras para acusar as condições oferecidas pelo clube marujo a um "jogador em recuperação". 

"Tivemos que pedir uma quentinha porque não temos almoço e não temos talher para comer. É assim a recuperação de um atleta. Difícil. A gente busca fazer o melhor, mas um clube desse deixa a desejar pelo menos para oferecer uma refeição digna para trabalhar, descansar o corpo, se recuperar e voltar o quanto antes", criticou.

Goleiro Jordi gravou um vídeo durante almoço no CT do CSA, no Mutange
-
Como a declaração tomou grandes proporções nas redes sociais, o presidente azulino, Rafael Tenório, partiu em defesa da sua administração reiterando que Jordi faltou com a verdade e que "o CSA tem uma estrutura de profissionais competentes".
"Nada disso é verdade! Tomamos conhecimento e as medidas serão tomadas. O CSA é maior que qualquer comentário, qualquer condição individual. Nós vamos continuar firmes, fortes e trabalhando no CSA com responsabilidade", declarou Tenório. 

Presidente do CSA, Rafael Tenório rebateu acusações de Jordi
-
Uma reunião entre diretoria, jogador e comissão técnica deverá acontecer nesta quinta para saber qual punição Jordi receberá. A represália pode ser desde uma multa no salário, até a rescisão do contrato de empréstimo com o Vasco da Gama vigente até o fim da temporada.
NM com Maurício Manoel

Nenhum comentário:

Postar um comentário