Image Map
Image Map
Image Map

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

CRB tem mais gols sofridos do que marcados no Rei Pelé

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
O CRB tem uma campanha razoável no Estádio Rei Pelé. Dos 12 jogos em casa, o Galo conta com seis derrotas, quatro vitórias e dois empates. Isto até explica o saldo de gols obtido no gramado do maior palco do futebol alagoano: são 18 gols sofridos e 14 tentos marcados.
Apesar da trajetória, de certa forma negativa, o Galo manteve o equilíbrio nos placares. Em apenas três partidas o placar foi superior a dois gols: as derrotas para América-MG (3x1) e Bragantino (3x0) e a vitória sobre o Brasil de Pelotas (3x1). 
Destes gols sofridos, três foram marcados por jogadores que conhecem os caminhos do gol na área do Trapichão: Michel Douglas, ex-CSA, anotou o único gol do Guarani na vitória regatiana por 2 a 1; Aderlan, que teve passagens por Corinthians Alagoano e Santa Rita, também foi o responsável pelo segundo tento na partida contra o Bragantino; e Alisson Safira, recém-contratado pelo CSA, balançou as redes pelo Londrina. Além da lei do ex com Diego Jussani, pelo Vila Nova.
Já com a camisa regatiana, a disputa pela artilharia em casa é grande. Léo Ceará, Willie e Alisson Farias são os maiores goleadores com três gols cada. Farias, inclusive, assinalou o gol da vitória na última rodada, contra o Brasil de Pelotas. 
Já Léo Ceará, que tem cinco gols nesta Série B, não marca no Trapichão desde o dia 8 de junho, o último gol foi marcado contra o América-MG na sétima rodada. Willie, por sua vez, apesar de corresponder taticamente sempre que acionado, também vive uma seca de gols quando se trata de atuar em Maceió. Seu último foi contra o Criciúma, na 11ª rodada.
NM com Jean Nascimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário