Image Map
Image Map
Image Map

PARCEIRO NA MIRA

sábado, 1 de junho de 2019

CRB vence o São Bento por 2 a 1, em Sorocaba-SP, e dorme no G4 da Série B

FOTO: MIGUEL PESSOA/FUTURA PRESS
O CRB recuperou os pontos desperdiçados, em casa, contra o Vila Nova-GO na Série B do Brasileirão. O Galo foi até o Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba-SP, bateu o São Bento por 2 a 1, na noite desta sexta-feira (31) e entrou momentaneamente no G4 da Segundona. O zagueiro Victor Ramos e o atacante Léo Ceará marcaram os gols da vitória regatiana no interior paulista. O experiente atacante Alecsandro descontou para o Bentão.
O Galo agora é o terceiro colocado, com dez pontos ganhos na competição, enquanto o São Bento estacionou nos sete pontos, desceu um degrau e aparece na 11ª posição. A 6ª rodada da Série B segue no fim de semana e, dependendo de alguns resultados, o CRB poderá deixar o grupo dos clubes que sobem para a elite do futebol nacional em 2020.
Na próxima rodada, o CRB voltará a jogar diante de seu torcedor, no Estádio Rei Pelé. O Regatas recebe o América Mineiro, no sábado (6), às 20h30. Antes, na terça-feira (4), às 19h, o São Bento vai medir forças com o Bragantino-SP, no Estádio Nabi Abi Chedid, em São Paulo.

São Bento 1x2 CRB
Confira os melhores momentos da partida válida pela 6ª rodada da Série B do Brasileirão


Domínio regatiano

A bola rolou e o São Bento tomou a iniciativa da partida no Walter Ribeiro. No primeiro minuto de jogo, Régis avançou pelo lado direito, levantou na marca do pênalti, mas Alecsandro não conseguiu o domínio e a bola ficou com a defesa do CRB. A jogada do Bentão dava indícios de qual seria a aposta do time do técnico Doriva na partida.

O CRB teve paciência e conseguiu suportar as tentativas frustradas do clube paulista durante os minutos iniciais. Aos 10, o Galo chegou com Ferrugem. Ele arriscou da entrada da área, mas viu a bola passar por cima do gol defendido por Paulo Vitor.

Ferrugem escapa da marcação e puxa contra-ataque para o CRB
FOTO: MIGUEL PESSOA/FUTURA PRESS























Apesar das tentativas do Bentão com Régis pela direita, e Minho pela esquerda, o goleiro Edson Mardden seguia tranquilo em baixo dos três paus, sem precisar trabalhar. 

Percebendo a falta de eficiência do Bentão, o técnico Marcelo Chamusca adiantou as linhas do Galo e o time regatiano conseguiu impor seu futebol, sendo fatal aos 18 minutos. 

Ferrugem bateu escanteio pela direita, Victor Ramos subiu mais alto que a marcação e testou com estilo, para o chão, a bola quicou e morreu no ângulo superior esquerdo de Paulo Vitor: Galo 1 a 0.

Zagueiro Victor Ramos abriu o placar para o CRB com uma linda cabeçada no primeiro tempo
FOTO: JESUS/REPÓRTER AUTÔNOMO























facilidade do CRB em trocar passes em campo era nítida e, quatro minutos depois, Alisson Farias apareceu na esquerda, chegou a linha de fundo e cruzou rasteiro para Léo Ceará, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes: 2 a 0 CRB. 

Léo Ceará foi o autor do segundo gol regatiano em Sorocaba
FOTO: MIGUEL PESSOA/FUTURA PRESS






















Doriva trocou Bruno Moura por Cafu e colocou Régis na lateral-direita. A mudança deu certo e o Bentão acordou na partida chegando a assustar o Galo em duas oportunidades. 

Na primeira, aos 37, Minho tocou para Alecsandro, ele fez o pivô e devolveu a redonda para Minho que finalizou e viu a bola passar raspando a trave esquerda de Mardden. Já aos 45, Régis cruzou da ponta-direita e encontrou Wesley, sozinho na pequena área, mas o zagueiro do time paulista chutou por cima.

Vitória no sufoco

Técnico regatiano Marcelo Chamusca não gostou do início regatiano na segunda etapa
FOTO: MIGUEL PESSOA/FUTURA PRESS























Na segunda etapa, o São Bento voltou mais ofensivo, com o meia Fabrício Oya na vaga do volante Paulinho. Sempre apostando nos cruzamentos vindo pela direita, o Bentão assustou aos 3 minutos, em bola batida cruzada por Régis que obrigou Mardden a espalmar para escanteio.

Aos 7, o Galo quase ampliou. Felipe Ferreira arriscou da entrada da área e a bola raspou o travessão de Paulo Vitor. Mas, a insistência do Bentão nos cruzamento deu certo logo na sequência, só que pelo lado esquerdo.. Guilherme Romão lançou Alecsandro e o centroavante testou no cantinho direito de Edson Mardden. São Bento 1x2 CRB.

Apesar da expulsão do atacante Minho, aos 15 minutos por matar um contra-ataque do Galo, o gol mudou a cara da partida e o São Bento passou a rondar a área regatiana e Alecsandro, mesmo sozinho, levava muito perigo. Aos 23, ele recebeu cruzamento de Pablo e testou para o chão, mas a bola ganhou efeito e passou à esquerda de Mardden.

Goleiro Edson Mardden e atacante Alecsandro travaram um duelo a parte em Sorocaba
FOTO: JESUS/REPÓRTER AUTÔNOMO























Já aos 31, o camisa 9 do Bentão chegou mais perto e, novamente de cabeça, acertou o travessão do Galo, para o desespero de Doriva, à beira do gramado. 

Percebendo a desvantagem pelo alto, Chamusca colocou o zagueiro Ewerton Páscoa no lugar do volante Matheus Silva. Os lances pelo alto diminuíram, mas, por baixo, Fabrício Oya quase igualou ao marcador, aos 37, quando soltou uma pancada da entrada da área e viu Edson Mardden espalmar para o lado.

CRB soube resistir a pressão do São Bento e venceu a segunda partida fora de casa na Série B
FOTO: JESUS/REPÓRTER AUTÔNOMO























No desespero, o São Bento ainda teve o zagueiro Wesley e o técnico Doriva expulsos. O CRB soube suportar a pressão e conquistou sua segunda vitória fora de casa no Brasileiro. Fim de papo em Sorocaba: São Bento 1x2 CRB.

São Bento-SP: Paulo Vitor; Bruno Moura (Cafu), Wesley, Elton e Guilherme Romão; Fábio Bahia, Paulinho (Fabrício Oya) e Pablo (Joãozinho); Régis, Minho e Alecsandro.

Técnico: Doriva

CRB: Edson Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos, Edson Henrique e Igor; Matheus Silva (Ewerton Páscoa), Ferrugem, Felipe Ferreira, Alisson Farias (Willie) e Bryan (Guilherme Costa); Léo Ceará.

Técnico: Marcelo Chamusca

NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário