Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 21 de maio de 2019

Victor Ramos promete 100% de dedicação no CRB e diz que está 'louco para jogar'

FOTO: ASCOM CRB
Novo reforço do CRB, o zagueiro Victor Ramos, 30 anos, foi apresentado na tarde desta terça-feira (21), no CT Ninho do Galo. O jogador regatiano já está, inclusive, regularizado, pois teve o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, nesta terça. Portanto, fica à disposição do técnico Marcelo Chamusca para a partida da próxima sexta-feira (24), no Rei Pelé, contra o Vila Nova-GO, pela 5ª rodada da Série B.
Ramos já defendeu grandes clubes do futebol brasileiro, é conhecido por ter muita força na bola parada e tem o perfil de liderança, justamente o que é necessário neste Brasileiro da Série B. O novo zagueiro entra para substituir Guilherme Mattis, que já deixou o Galo. 
Victor Ramos é um desejo antigo da direção alvirrubra, sua negociação com o novo clube já se arrastava havia cerca de 30 dias, e, segundo o diretor de futebol do Galo, Thiago Paes, o jogador "é um presente para a torcida regatiana".
Durante a apresentação, nesta tarde, em entrevista coletiva, Ramos falou sobre este momento em que chega ao CRB, onde o time vem de duas vitórias no Brasileiro. Mas, primeiro, ele falou que está muito feliz por ter vindo para o time alagoano.
"Estou muito feliz por vestir essa grande camisa deste clube do futebol brasileiro. Esse namoro já é antigo. Tudo é no tempo de Deus, nada é por acaso, e agora estou aqui num grande clube, um grupo maravilhoso e sou muito grato a Deus por isso. Quero agradecer à diretoria, à comissão técnica. Estou muito feliz. Vamos no caminho certo. É um clube que tem grandes chances de chegar à Série A, pela estrutura, não tem vaidade, é um clube puro. É uma família. Isso é primordial no futebol", declarou.
E prosseguiu, garantindo que será um jogador 100% dedicado. "Não tenham dúvidas, podem esperar um Victor Ramos focado 100%, dando a vida por esta camisa aqui e 100% dedicado. Com fé em Deus, vamos conquistar o acesso. Vim para cá para conquistar o objetivo que é subir para a Série A. O CRB não é o maior do Estado por acaso. Então, tem que estar na Série A".
O jogador tem na bagagem dois acessos: um com o Vitória-BA, em 2012, e o outro com o Goiás, em 2018. Ele falou que este desejo do CRB em subir para a Série A poderá ser o terceiro. "O número três é o meu número da sorte. Tenho a sigla VR3 (Victor Ramos 3). Então, não é por acaso. Com fé em Deus vai ser o meu terceiro acesso. E com o CRB".
Ele lembrou que já veio jogar contra o CRB, várias vezes. "Ano passado contra o Goiás, perdemos. Aqui dentro o fator mando de campo é muito difícil e é isso aí. Vamos beliscar os pontos fora, e, dentro de casa, quem tem que mandar somos nós. Como fizemos ontem (segunda) contra o Coritiba".
Baiano de Salvador, Victor Ramos iniciou a carreira no Vitória. Logo depois se transferiu para o Standart Liege da Bélgica, onde ficou por duas temporadas. Também teve passagens marcantes por Vasco, Goiás, Chapecoense e Guarani, e defendeu o Monterrey do México em 2013 e 2014.
Ele destacou que escolheu certo vir defender as cores do CRB. "Fiz a escolha certa, tenho certeza disso. Vamos seguir em frente trabalhando no dia a dia, com humildade, pé no chão, e vamos chegar lá".
Sobre a briga sadia que sempre existe entre os jogadores, pela titularidade na equipe, Victor Ramos foi comedido ao falar. "Respeito os companheiros meus. Não tem no contrato dizendo que serei titular ou não. Mas, não tenha dúvida, por todos os clubes que passei eu joguei (como titular), graças a Deus. Eu não quero ser melhor do que ninguém, mas vou procurar conquistar meu espaço, trabalhar para ter a minha posição, jogar e dar o máximo pelo clube, pelo grupo. Futebol não é tênis, futebol é conjunto. Quando ganha, ganham todos, quando perde, perdem todos".
E encerrou, revelando que quer entrar em campo logo, com a camisa do Regatas: "Estou muito ansioso, louco para poder jogar logo e espero que sexta-feira (24) eu já possa estrear com a camisa do Galo, dar meu máximo, estrear com o pé direito, para que a gente, com fé em Deus, poder ir para o G4 e não sair mais de lá".
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário