Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

terça-feira, 14 de maio de 2019

CSA decide vender mando de campo e partida contra Flamengo será em Brasília

FOTO: FELIPE BRASIL
Apesar das críticas que recebeu da torcida ao longo das últimas horas, o presidente do CSA, Rafael Tenório, confirmou nesta terça-feira (14) que o CSA vai, sim, vender o mando de campo da partida entre o time do Mutange e o Flamengo, válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, marcada para 12 de junho. Mesmo não confirmando o valor, informações apontam que a proposta é de R$ 1,2 milhão líquido para o clube de Alagoas. 
Ao rebater os questionamentos realizados, Tenório afirmou que estas críticas são de pessoas que sempre "falaram mal do clube e que, após a sua gestão, perderam alguns benefícios ". O mandatário ressaltou, também, que, ao assumir a direção, encontrou um clube desestruturado e a realidade agora é outra. 
"Com o dinheiro que vamos receber nesta partida, o nosso objetivo é realizar duas boas contratações. Essa medida foi tomada para o bem do CSA. Precisamos fazer isso. A proposta que chegou é favorável ao clube. Então, diante disso, vamos levar o jogo contra o Flamengo para Brasília", expôs Tenório, acrescentando que o sócio torcedor terá a entrada gratuita na partida que será realizada fora de Alagoas.
Sobre a venda das partidas, Rafael Tenório explicou que o dinheiro que será ganho pelo clube "não vai para o seu bolso, nem do vice-presidente ou o presidente do conselho deliberativo". Ele destacou, também, que o seu grande objetivo e do corpo diretivo é assegurar a permanência do CSA na Série A na temporada 2020 e, que apesar das dificuldades, sua presidência tem tido resultados fora e dentro de campo. 
"Inicialmente, não vamos vender mais nenhum jogo no primeiro turno. Este é o nosso objetivo agora. No segundo turno, nosso objetivo é vender apenas mais um. Esta é a nossa intenção. As críticas que são feitas são injustas, porque a torcida precisa reconhecer o que fizemos desde que chegamos no CSA. É algo histórico. Quando chegamos aqui, só havia contas em atraso e funcionários sem receber. Mudamos isso", explicou Tenório ao conversar com a imprensa. O outro jogo que pode ser vendido é a partida contra o Corinthians. O CSA não confirma, por ora.


Ainda sobre a venda do mando de campo, a direção do CSA explicou que 100% do sócio torcedor terá acesso gratuito na partida que será realizada no Mané Garricha, em Brasília. "Vamos garantir a entrada do sócio, independente de quantos torcedores estiveram lá para o jogo. Aqui, em Maceió, vamos disponibilizar um telão no Mutange com uma programação especial com cerveja, refrigerante e outros. Tudo gratuito. Vamos prestigiar o torcedor Vamos garantir uma estrutura", explicou Tenório. 
NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário