Image Map
Image Map
Image Map

PARCEIRO NA MIRA

quarta-feira, 1 de maio de 2019

CSA arranca empate contra o Palmeiras no 1º jogo em casa pelo Brasileirão

FOTO: AIÇTON CRUZ
Aplaudido! Foi assim que o CSA deixou o gramado do Estádio Rei Pelé, nesta quarta-feira (1º), após empatar em 1x1 com o Palmeiras, pela 2ª rodada do Brasileirão. Depois da goleada sofrida em Fortaleza para o Ceará, o Azulão reagiu na competição e, com um time modificado, arrancou um empate precioso diante do atual campeão nacional, visando à permanência na Série A em 2020. 
O Verdão abriu o marcador aos 8 minutos do 1º tempo, com um lindo voleio de Rafael Veiga, após cruzamento de Lucas Lima. O empate azulino veio com o meia Matheus Sávio, que saiu do banco para substituir o lesionado Maidana e igualou o marcador aos 17 minutos da etapa final.
Com o primeiro pontinho conquistado na competição, o Azulão assume momentaneamente a 13ª posição, enquanto o Palmeiras aparece na ponta da tabela, com 4 pontos ganhos. Na próxima rodada, o CSA vai receber a visita de outro paulista, o Santos, no domingo (5), às 16h, no mesmo Trapichão. Um dia antes, o Verdão enfrenta o Internacional, no Allianz Parque, em São Paulo, às 19h.

Primeiro tempo da partida foi marcado por várias investidas ofensivas do Palmeiras
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















DOMÍNIO ALVIVERDE
Assim que a bola rolou, o Palmeiras mostrou que veio a Maceió para conquistar os três pontos. Comandado pelo talento do meia Lucas Lima, o Verdão dominava as ações no campo de jogo e não dava espaços ao CSA.
Com quatro minutos de jogo, o Palmeiras teve a primeira chance de finalização, em cobrança de falta, batida por Victor Luís. O lateral do Verdão soltou a bomba, mas a bola ficou na barreira. O CSA respondeu em troca de passes entre Maidana e Madson, mas, na hora da finalização, a defensiva alviverde afastou com Edu Dracena.
Tive alviverde martelou até que conseguiu abrir o marcador com Rafael Veiga
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















O Palmeiras era superior e mostrou isso aos 8 minutos. Hyoran recebeu um lindo lançamento na ponta-esquerda, dominou com categoria e cruzou na medida para Rafael Veiga, de voleio, mandar a redonda no cantinho direito de Jordi, que, estático, viu a bola beijar a trave e morrer no fundo das redes. Verdão 1x0.
O gol trouxe mais tranqüilidade ao time do técnico Felipão e, aos 20 minutos, o Verdão quase ampliou com Hyoran. Ele recebeu na entrada da área, ajeitou o corpo e, mesmo marcado por Gerson, finalizou bonito, de chapa, buscando o canto esquerdo de Jordi, que tocou com a ponta dos dedos e salvou o CSA. 
Com o Palmeiras superior no jogo, o goleiro Jordi interveio em várias jogadas, impedindo o segundo gol do adversário
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















Aos 27, o meia argentino Maidana sentiu um problema muscular e pediu substituição no CSA. Marcelo Cabo colocou Matheus Sávio, e o ex-jogador do Flamengo respondeu imediatamente. No primeiro toque na bola, Sávio cavou falta na entrada da área. Ele mesmo foi para a cobrança e mandou um balaço na trave esquerda de Jaílson.
O Palmeiras seguia melhor e por pouco não ampliou em uma finalização da entrada da área de Lucas Lima, aos 29 minutos, e em uma bobeira do zagueiro azulino Luciano Castán, que foi tentar afastar e, por pouco, não fez gol contra, aos 39.
SÁVIO EMPATA NA RAÇA
Matheus Sávio entrou no meio de campo azulino lugar de Maidana e mudou a história do jogo
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS





















No segundo tempo, o Palmeiras voltou disposto a definir a partida o mais rápido possível. Logo aos 3 minutos, o lateral Mayke avançou pelo lado direito, chegou à linha de fundo e cruzou na medida para Deyverson. O atacante alviverde testou bonito, mas o goleiro Jordi fez uma defesa de pagar ingresso no Trapichão.
Na sequência, Rafael Veiga recebeu cruzamento de Lucas Lima pelo lado esquerdo, tentou uma bicicleta, e o arqueiro azulino encaixou. Veiga tentou de novo aos 8 minutos em um chute rasteiro, e mais uma vez foi parado pela boa atuação do goleiro marujo.
Com o CSA se lançando ao ataque em busca do empate, Palmeiras era perigoso e o goleiro Jordi tinha trabalho para segurar
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS






















Aos 15 minutos, Madson cobrou falta da intermediária, a bola explodiu na barreira do Palmeiras e, na sobra, Cassiano recebeu de Didira, tentou o chute, mas a bola resvalou na defensiva alviverde e foi para escanteio. 
O lance animou o torcedor azulino, que passou a apoiar mais o time em campo e explodiu de vez dois minutos depois.
Madson bateu córner pelo lado esquerdo, Matheus Sávio desviou, a bola explodiu em Deyverson e voltou limpa para o camisa 10 do Azulão fuzilar no canto direito de Jaílson e igualar o marcador: CSA 1x1 Palmeiras.
Depois do escanteio cobrado por Madson, a bola ficou viva dentro da área alviverde, e Matheus Sávio emendou para o fundo das redes
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























Aos 22 minutos, Madson por pouco não virou o jogo para o CSA, com um chute da direita, que desviou na marcação do Palmeiras e quase encobriu Jaílson, mas foi para fora. 
Sabendo da importância do resultado, Marcelo Cabo colocou o zagueiro Leandro Souza no lugar do volante Naldo. A substituição deu certo, e o Azulão soube suportar a pressão do Verdão, correndo riscos apenas uma vez, aos 46 minutos, quando Lucas Lima cruzou rasteiro e Deyverson não conseguiu desviar, na pequena área. Fim de papo no Rei Pelé com empate importante para o CSA.
Empate com gostinho de vitória! Torcedor azulino cantou e se emocionou na estreia azulina, em casa, pelo Brasileirão Série A
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS























CSA: Jordi; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Pablo Armero; Naldo (Leandro Souza), Bruno Ramires (Dawhan), Madson, Maidana (Matheus Sávio) e Didira; Cassiano.
Técnico: Marcelo Cabo
Palmeiras: Jaílson; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Thiago Santos, Moisés (Matheus Fernandes) e Lucas Lima; Rafael Veiga (Carlos Eduardo), Hyoran (Felipe Pires) e Deyverson. 
Técnico: Felipão
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário