Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quarta-feira, 15 de maio de 2019

CRB vence Juazeirense e se classifica para Copa do Nordeste de 2020: 2 a 1

FOTO: AILTON CRUZ
O CRB suou, levou sufoco, mas venceu a Juazeirense-BA, por 2 a 1, no Estádio Rei Pelé, na noite desta terça-feira (14), e garantiu a vaga na  Copa do Nordeste de 2020. Na primeira partida entre ambos, em Juazeiro, deu 0 a 0. Assim, quem vencesse esta noite se classificaria e foi o que aconteceu com o Galo. Além dessa classificação, o time regatiano garantiu R$ 1.420.000 para a próxima temporada.
Os gols do CRB foram assinalados por Victor Rangel (de pênalti), no primeiro tempo, e Emilio (contra), no segundo tempo. Emilio, por sinal, também foi o autor do gol da Juazeirense, esses dois últimos marcados no segundo tempo. Detalhe: o goleiro Edson Mardden foi o salvador do Galo na partida, evitando vários gols que poderiam ter sido feitos pela Juazeirense.
Agora o Galo volta as atenções para o Campeonato Brasileiro da Série B, quando terá confronto com o Coritiba, na próxima segunda-feira (20), às 20 horas, também no Rei Pelé, pela 4ª rodada da competição.
Como foi a 1ª etapa

CRB passou sufoco para vencer a Juazeirense, esta noite, no Rei Pelé, mas garantiu a classificação para o Nordestão 2020
FOTO: AILTON CRUZ
























A equipe da Juazeirense começou logo metendo pressão no CRB, indo para cima do time regatiano. Aos 4 minutos, William arriscou de fora da área, a bola acertou em Ewerton Páscoa e saiu pela linha de fundo, em lance de escanteio para a Juazeirense. Na cobrança ensaiada de Clebson, a bola foi levantada na área, mas ficou fácil com o goleiro Edson Mardden.
Mas o Galo estava bem também no início da partida e teve uma grande chance aos 11 minutos. William Barbio rolou a bola para Júnior, que chutou rasteiro e a redonda foi na trave do goleiro Gleibson.
O jogo era equilibrado e, aos 12 minutos, o CRB teve um escanteio a seu favor. Felipe Ferreira cobrou, mandando na área, e William, praticamente em cima da linha, evitou o gol regatiano. O Galo estava impossível, cresceu nesse momento do jogo, e, aos 13 minutos, William Barbio avançou em velocidade pela direita, cruzou rasteiro, mas na hora "H" Emilio afastou a bola da área baiana.

Jogadores do Galo comemoram com Victor Rangel, o gol que ele fez, abrindo o placar no Trapichão
FOTO: AILTON CRUZ






















O CRB tinha um melhor volume de jogo, criava, se movimentava bem, mas não conseguia finalizar em gol. Mas aos 25 minutos, o Galo teve um pênalti marcado em seu favor, depois que o goleiro Gleibson derrubou Victor Rangel na área. O árbitro assinalou a penalidade e, aos 27 minutos, o próprio Victor Rangel cobrou e guardou. Bola de um lado, goleiro do outro: 1 a 0.
Aos 30 minutos, o time baiano tentou. Jeam insistiu, rolou a bola para Cesinha, que invadiu a área livre e chutou, mas viu Edson Mardden encaixar a bola e fazer a defesa. Aos 31 minutos, de novo a Juazeirense chegou e levou perigo a Edson Mardden. Nino Guerreiro fez a proteção da bola, tocou para Clebson, que acertou o chute, a bola desviou em Ewerton Páscoa, dando um susto no goleiro regatiano, que teve dificuldade para fazer a defesa, mas a bola saiu para escanteio. 
A Juazeirense estava perdendo, mas seguia exercendo pressão em cima do CRB. Aos 36 minutos, após a bola ser cruzada na área, a defesa regatiana afastou e, na sobra, Cesinha chutou forte, mas a redonda subiu muito e saiu, em lance de tiro de meta para Mardden. Aos 38 minutos, mais uma vez a Juazeirense levou perigo ao gol do Galo. Clebson chutou forte, a bola desviou na defesa do CRB e passou por cima do gol, assustando o goleiro Edson Mardden.

William Barbio até que fez uma boa partida pelo CRB e tentou algumas vezes, no primeiro tempo 
FOTO: AILTON CRUZ























O time baiano insistia. Aos 39 minutos, após cobrança do escanteio pela direita, Emilio cabeceou firme para o chão e a bola passou raspando a trave direita do goleiro do CRB. A Juazeirense quase chegava ao empate no Rei Pelé.
Aos 42 minutos, o CRB tentou. Júnior passou a bola para Felipe Ferreira, que cruzou no segundo pau, mas ela foi muito longa e Willie não conseguiu chegar. O CRB tentou de novo aos 46 minutos. Felipe Ferreira cobrou escanteio na área e William Barbio subiu na segunda trave, mas a zaga da Juazeirense afastou.
Como o árbitro tinha dado somente dois minutos de acréscimos, aos 47 minutos, pontualmente, ele apitou o final do primeiro tempo: vitória parcial do Galo por 1 a 0.
E a etapa final

Lateral Júnior, do CRB, bem marcado por jogador adversário, tenta se livrar do mesmo e seguir com a jogada
FOTO: AILTON CRUZ























No segundo tempo, a Juazeirense voltou a campo impossível. E não demorou a chegar ao gol de empate. Saiu logo aos 5 minutos. Clebson cobrou o escanteio na cabeça de Emilio, que testou, Edson Mardden tentou evitar, mas a bola já havia passado da linha, e a arbitragem assinalou o gol para o Cancão: 1 a 1.
Aos 10 minutos, de novo a Juazeirense chegou e por pouco não fez o gol da virada. Jeam deixou Nino Guerreiro na cara do gol, o atacante chutou em cima de Edson Mardden e, na sequência, Guilherme Mattis colocou para escanteio, livrando o que poderia ter sido o gol da equipe baiana. Só dava Juazeirense, que novamente chegou com perigo ao gol de Mardden. Clebson bateu o escanteio, o goleiro saiu "pegando o vento" e Iran desviou de cabeça, mas a bola passou raspando o travessão do CRB.

Emilio fez o gol do empate da Juazeirense, mas também foi o autor do gol contra, o segundo do CRB
FOTO: AILTON CRUZ























Aos 17 minutos, na cobrança de falta do CRB, a bola foi colocada na área da Juazeirense, Guilherme Costa cabeceou sozinho e o goleiro Gleibson colocou para escanteio. Ferrugem cobrou e a defesa do Cancão afastou.
O segundo gol do Regatas saiu aos 20 minutos. Igor chutou de perna direita, Emilio tentou afastar e jogou contra as próprias redes, para infelicidade do Cancão. Galo na frente de novo: 2 a 1.
Depois do gol, o técnico Marcelo Chamusca recurou todo o CRB. Mas o time tentou aos 32 minutos, quando Felipe Ferreira mandou a bola na pequena área e o goleiro Gleibson afastou de soco. Também aos 32 minutos, o Cancão respondeu. Nino Guerreiro foi lançado dentro da área do CRB e Igor fez o corte. 

Momento em que os jogadores comemoram o segundo gol do CRB na partida
FOTO: AILTON CRUZ























O Galo segurava a bola no campo de ataque, fazendo o tempo passar. Aos 34 minutos, Zé Carlos, que tinha entrado no segundo tempo, no lguar de Victor rangel, passou a bola para Felipe Ferreira, mas Gleibson saiu do gol e ficou com a redonda.
O time baiano pressionava nos minutos finais, tentando chegar ao gol da igualdade. Aos 39 minutos por exemplo, Emerson se arriscou ao campo de ataque, levantou a bola na área do CRB e Edson Mardden foi lá no alto para ficar com ela. O Galo passava sufoco, jogadores cansaram e o Cancão seguia tentando. Aos 44 minutos, Willian soltou um balaço, a bola desviou no meio do caminho e, de novo, Mardden (o salvador da pátria regatiana) espalmou para escanteio, salvando o time regatiano.
Aos 45 minutos, mais uma vez a Juazeirense chegou levando perigo à meta de Mardden. Clebson mandou na área, a bola foi cabeceada, o goleiro regatiano foi no cantinho, salvando mais uma vez e, na sequência, a zaga colocou novamente para escanteio. Só dava Juazeirense, enquanto o CRB estava visivelmente cansado. Mas a torcida do Galo não perdoou e vaiou a sua equipe, na bronca com o desempenho do time em campo.

CRB não levou mais gol no jogo porque o goleiro Edson Mardden fez defesas milagrosas no trapichão
FOTO: AILTON CRUZ























O árbitro deu mais quatro minutos de acréscimos e depois deu mais um minuto. Aos 49 minutos, o Cancão ainda tentou: Emilio rolou a bola para Caio César, o meio-campista chutou rasteiro, a redonda desviou na defesa e passou tirando tinta do gol do CRB. Aos 50 minutos, o árbitro Tiago Nascimento dos Santos apitou o final do jogo. CRB 2 a 1 sobre a Juazeirense e classificado para a Copa do Nordeste 2020.
Detalhe: houve exame anti-doping após o jogo. Pelo lado do CRB foram escolhidos Ewerton Páscoa e Zé Carlos. E pela Juazeirense foram selecionados Djair e Italo.
Ficha Técnica
CRB - Edson Mardden; Júnior, Ewerton Páscoa, Guilherme Mattis e Igor; Dirceu Lucas, Ferrugem (Mateus Silva) e Felipe Ferreira; Willie (Guilherme Costa), William Barbio e Victor Rangel (Zé Carlos). Técnico: Marcelo Chamusca.
Juazeirense - Gleibson; Ewerton, Emílio, Emerson e Cesinha (Marcos); Waguinho (Caio César), Iran (Toni Galego), William Kaefer e Clebson; Jeam e Nino Guerreiro. Técnico: Carlos Rabello.
Arbitro: Tiago Nascimento dos Santos (PE).
Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Junior (PE) e Bruno César Chaves Vieira. (PE).
Renda: R$ 16.022,00
Público Pagante: 1429 torcedores
Público Total: 2.304 torcedores
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário