Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

terça-feira, 16 de abril de 2019

Sem vencer há cinco jogos, CRB tem final como 'alento' antes da Série B

FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS
A má fase parece ter se instalado no CRB e não quer mais sair. A derrota para o CSA no primeiro jogo da final do Campeonato Alagoano decretou a quinta partida seguida em que o Regatas não sai vencedor: três empates e duas derrotas. A vitória por 2x0, na volta da semifinal do Estadual, contra o Jaciobá, foi a última do time. Vencer o rival na finalíssima de domingo (21) pode ser um 'alento' antes da estreia na Série B, contra o Londrina.
A escala de maus resultados chegou, inclusive, no momento decisivo de todas as competições que disputara. Na última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste, empatou em 0x0 com o Botafogo-PB. Ainda no Regional, mas nas quartas de final, foi despachado pelo Santa Cruz: 1x1 no tempo normal e 8x7 nas cobranças de pênaltis. 
Último momento que o CRB comemorou uma vitória foi sobre o Jaciobá, 2x0, na volta da semifinal do Campeonato Alagoano
FOTO: AILTON CRUZ/GAZETA DE ALAGOAS

























A chance de dar a volta por cima era na partida milionária com o Bahia, pela terceira fase da Copa do Brasil. No entanto, depois de mais um resultado de igualdade (1x1, no Rei Pelé), veio outra frustração por parte dos regatianos. Na Arena Fonte Nova, o CRB estava conseguindo levar a partida para os pênaltis até aos 53 minutos do segundo tempo, quando houve uma "pane" do setor defensivo e Elton colocou a bola por entre as pernas do goleiro Edson Mardden, classificando o Tricolor de Aço
A última vez em que o CRB teve uma sequência sem vitórias foi em 2018, na Série B do Brasileiro, quando ficou sete rodadas na espera pelos três pontos. Sendo três derrotas (Avaí, Brasil de Pelotas e Ponte Preta) e quatro empates (Guarani, Coritiba, CSA e Paysandu). 
Empate em 1x1 com o Paysandu, na Curuzu, pela 31ª rodada da Série B de 2018, foi a partida que decretou a sétima partida sem vitória do CRB
FOTO: FERNANDO TORRES/PAYSANDU
























O momento de instabilidade da temporada passada sobrou para o técnico Doriva, que foi demitido pela direção regatiana, marcando a chegada de Roberto Fernandes. Coincidentemente, agora, Fernandes foi quem saiu do comando técnico do Galo, teoricamente, também por conta da má fase, sem vitórias. 
A missão de dar a volta por cima nos resultados caiu no colo de Marcelo Chamusca. Em coletiva após a derrota para o rival azulino, o novo comandante disse que a equipe se comportou bem e que o pouco tempo de trabalho foi fator preponderante para que o resultado positivo não viesse. 
Técnico Marcelo Chamusca fecha os treinamentos a partir desta quarta-feira para tentar colocar fim ao jejum de vitórias do CRB
FOTO: GUSTAVO HENRIQUE/CRB
























Com a semana toda de trabalho, o baiano acredita na reversão do placar - com vitória por dois gols de diferença - e a conquista do título estadual. "Eu tive apenas dois dias para trabalhar a minha equipe, e tenha certeza que nós vamos fazer uma grande semana para poder reverter. Está totalmente aberta a competição, principalmente pela nossa performance, e nós vamos trabalhar forte pra reverter e poder levantar o caneco porque é o nosso objetivo. O campeonato está aberto e temos total condições", acredita Chamusca. 
O comandante fecha os treinos da semana a partir desta quarta-feira (17), no CT Ninho do Galo. Tudo para conhecer melhor a equipe e traçar jogadas que possam surpreender o CSA na finalíssima de domingo (21), no Estádio Rei Pelé, às 16 horas. 
NM com Maurício Manoel

Nenhum comentário:

Postar um comentário