Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

domingo, 28 de abril de 2019

No retorno à Série A do Brasileirão, CSA joga mal e é goleado pelo Ceará por 4x0

Stephan Eilert/cearasc.com
Uma estreia para esquecer. O retorno do CSA à elite do futebol nacional machucou o torcedor azulino, neste domingo (28). Com uma atuação repleta de erros, o Azulão acabou goleado pelo Ceará por 4x0, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela rodada de abertura do Brasileirão 2019. Ricardo Bueno (duas vezes), Leandro Carvalho e João Lucas marcaram os gols do Vozão.
O confronto em Fortaleza foi marcado pelo uso do VAR, que anulou um pênalti marcado para o Vozão e expulsou o goleiro azulino João Carlos, ainda no finzinho do primeiro tempo, por agressão ao lateral-direito Samuel Xavier.
Com a derrota, o CSA aparece na lanterninha do Brasileirão, enquanto o Ceará lidera a competição, graças ao saldo de gols. Na próxima rodada, o Azulão receberá a visita do atual campeão Palmeiras, quarta-feira (1º de maio), às 16h, no Estádio Rei Pelé. Já o Vozão visitará o Cruzeiro, no mesmo dia, às 19h15, no Mineirão.
Ceará 4x0 CSA - Brasileirão 2019
Confira os melhores momentos da partida válida pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019
Presa fácil

Assim que a bola rolou deu para perceber que não era uma tarde feliz para o CSA. Muito recuado, o Azulão não conseguia impor o seu jogo sobre o Ceará e foi presa fácil desde o primeiro minuto. 

Aos  5 minutos, Chico bateu escanteio com veneno e João Carlos tirou de soco, salvando o Azulão. Dois minutos depois, foi a vez de Didira ser o herói marujo. Na linha do gol, o camisa 19 tirou o chute de Ricardinho, que já tinha encoberto o arqueiro azulino, e impediu a abertura do placar.

Azulão fez uma partida muito abaixo e não incomodou o Ceará 
FOTO: STEPHAN EILERT/CEARASC.COM





















Apesar da dificuldade de sair do campo defensivo, o CSA teve a chance de sair na frente aos 14 minutos com Patrick Fabiano. Após cruzamento de Apodi pela direita, ele subiu sozinho dentro da área, mas cabeceou errado e mandou a bola por cima do gol defendido por Diogo Silva.

Na Série A do Brasileirão, não pode vacilar. Aos 20 minutos foi o Ceará que marcou. Depois de cobrança de escanteio curta, Samuel Xavier cruzou da esquerda e o artilheiro Ricardo Bueno, sem marcação, testou no canto direito de João Carlos, a bola bateu na trave e morreu no fundo das redes: 1x0 Vozão.

Ceará aproveitou as falhas da defensiva azulina no primeiro tempo para ficar a frente no placar
FOTO: STEPHAN EILERT/CEARASC.COM






















Depois do gol, o Ceará deu mais campo para o CSA e mudou sua estratégia, apostando nos contra-ataques. O resultado veio aos 34, quando Didira errou na saída de bola e entregou a bola para o time alvinegro. Leandro Carvalho recebeu na direita, invadiu a área, fez a finta em Luciano Castán e bateu seco, na saída de João Carlos para ampliar o marcador: Vozão 2x0.

Antes do final do primeiro tempo, o VAR entrou em ação para dois lances de ataque do Ceará. O primeiro, aos 38 minutos, Leandro Carvalho invadiu a área, fez o corte em Carlinhos e caiu. O árbitro paranaense Adriano Milevski (CBF) marcou pênalti, mas depois, ao ser auxiliado pelo vídeo, voltou atrás e anulou a jogada. 

Meia Didira não conseguiu executar seu bom futebol e foi sacado ao final do primeiro tempo
FOTO: STEPHAN EILERT/CEARASC.COM





















Já aos 49, Samuel Xavier foi lançado em posição de impedimento, nas costas da defensiva azulina, e acabou atingido por João Carlos, fora da área. Imediatamente, o árbitro aplicou a falta e o cartão amarelo, mas ao consultar novamente o VAR, anulou a infração, marcou o impedimento, retirou o cartão amarelo, mas aplicou o vermelho direto ao goleiro azulino por agressão.

Virou goleada

Com a expulsão de João Carlos, o técnico Marcelo Cabo sacou o atacante Robinho e colocou o goleiro Jordi em campo. Ele também optou por Madson no lugar de Didira, antes da bola voltar a rolar. 

Imagem do que foi o jogo: CSA correndo atrás e o Ceará com a bola
FOTO: STEPHAN EILERT/CEARASC.COM






















Em campo, o jogo seguia igual ao primeiro tempo, e o Azulão não conseguia incomodar o Vozão. Aos 19 minutos, o Ceará teve um gol anulado. Ricardo Bueno, em posição irregular, recebeu dentro da área e acertou a trave. No rebote, ele serviu Fernando Sobral, que empurrou para o gol, mas o árbitro já anulava o lance.

Aos 31 minutos saiu a primeira finalização do CSA em toda a partida. Matheus Sávio recebeu na ponta-esquerda, trouxe para o meio e bateu forte de canhota, obrigando Diogo Silva a espalmar. 

Apenas administrando o resultado e com muita calma, o Ceará chegou ao terceiro gol: bela troca de passes entre Bergson e Ricardo Bueno, e a bola chegou até João Lucas, que finalizou no cantinho de Jordi e estufou as redes do Azulão: 3x0.

Lateral-direito Samuel Xavier foi uns dos destaques do Vozão
FOTO: STEPHAN EILERT/CEARASC.COM




















Cabo ainda trocou Patrick Fabiano por Cassiano no comando de ataque. Mas, o atacante pouco ajudou e ainda viu o Vozão marcar o quarto, mais uma vez com o auxílio do VAR. 

Bergson dividiu com Luciano Castán dentro da área e Ricardo Bueno aproveitou para mandar para as redes. Com a dúvida de um toque de mão do jogador cearense, o árbitro consultou o vídeo e depois confirmou o gol. Fim de papo na Arena Castelão: Ceará 4x0 CSA.

Ceará: Diogo Silva; Samuel Xavier, Thiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto (João Lucas); Fabinho, Aremir, Ricardinho (Fernando Sobral), Chico e Leandro Carvalho (Bergson); Ricardo Bueno.

Técnico: Enderson Moreira

CSA: João Carlos; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Dawhan, Bruno Ramires, Didira (Madson), Matheus Sávio e Robinho (Jordi); Patrick Fabiano (Cassiano).

Técnico: Marcelo Cabo

NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário