Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

terça-feira, 9 de abril de 2019

CRB sofre gol no fim, perde para o Bahia e está eliminado da Copa do Brasil

FOTO: FELIPE OLIVEIRA/EC BAHIA
O CRB está eliminado da Copa do Brasil. A despedida do Galo da competição mais democrática do futebol brasileiro veio com requintes de crueldade, já que o time regatiano levava a decisão para os pênaltis, diante do Bahia, mas acabou sofrendo um gol no último lance da partida, na noite desta terça-feira (9), na Arena Fonte Nova, em Salvador-BA.
A bola que decretou o fim da linha para o Regatas na competição nacional em 2019, saiu em uma jogada pelo lado direito de ataque tricolor. Nino Paraíba chutou mal da entrada da área e a bola que parecia perdida, acabou sobrando para Élton, na pequena área, aproveitar a falha de Guilherme Mattis e tocar entre as pernas do goleiro Edson Mardden, aos 53 minutos da etapa final.
Com a classificação, o Bahia chegou à quarta fase da Copa do Brasil e faturou R$ 1,9 milhão. 
Bahia 1x0 CRB
Confira os melhores momentos da 2ª partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil
Agora, o CRB volta suas atenções para o Clássico das Multidões, contra o CSA, no próximo domingo (14), às 16h, no Rei Pelé, válido pelo jogo de ida das finais do Campeonato Alagoano. No mesmo dia e horário, o Tricolor, encara o Bahia de Feira, no Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana-BA, pelo primeiro duelo da decisão do Estadual.
Pressão tricolor
Jogando em casa o Bahia fez o que se espera e logo de cara partiu para cima do CRB. Com apenas dois minutos de jogo, a zaga do CRB se atrapalhou na saída de bola e Arthur Caíke só não abriu o marcador, porque a defensiva regatiana se recuperou e travou na hora h.
O CRB parecia nervoso no campo de jogo e não conseguia trocar passes, devido a forte marcação do Bahia. Após ótima troca de passes do meio-campo tricolor, a bola chegou até Douglas Augusto que arriscou da intermediária e a bola passou muito perto da meta regatiana, aos 3 minutos. 
A ideia de apostar nos contra-ataques com a velocidade de Mailson e William Barbio não funcionava para o CRB e o Galo seguia sem incomodar a defensiva baiana. Aos 22 minutos, Edson Mardden brilhou pela primeira vez, ao espalmar com a ponta dos dedos uma pancada de Douglas Augusto, que entraria no canto esquerdo do goleiro regatiano.
Aos 32, o técnico Roger Machado, estreante da noite, perdeu seu poder pelo lado direito. O atacante Élber sentiu um problema na coxa esquerda e deu lugar a Artur. 
A substituição pareceu ter ajudado o CRB, diminuindo a intensidade do Bahia e o Galo conseguiu manter mais a bola e até criou a melhor chance do primeiro tempo, aos 38 minutos, quando Zé Carlos veio buscar jogo no lado esquerdo, lançou Júnior, e o lateral regatiano encontrou Lucas, no meio da área baiana, mas ele chutou torto e a bola passou à esquerda do gol de Anderson.
Apesar do susto, o Bahia era mais organizado e teve uma última chance, antes do fim da primeira etapa. O meia Eric Ramires recebeu livre na entrada da área, encarou a marcação e emendou um veneno de perna esquerda. A bola passou raspando a trave de Mardden e foi para fora. 
Equipes
Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Douglas, Elton e Eric Ramires (Fernandão); Elber (Artur), Arthur Caíke (Shaylon) e Gilberto.
Técnico: Roger Machado
CRB: Edson Mardden; Júnior, Guilherme Mattis, Edson Henrique e Igor; Claudinei, Lucas e Felipe Menezes (Guilherme Souza); William Barbio, Mailson (Ferrugem) e Zé Carlos (Victor Rangel).
Técnico: Jean Carlos
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário