Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quarta-feira, 3 de abril de 2019

CRB empata com Bahia em 1x1 pelo jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil

FOTO: AILTON CRUZ
Em um jogo marcado por muita intensidade e várias chances para ambos os lados, o CRB ficou no empate por 1x1 com o Bahia, nesta terça-feira (2), no Rei Pelé, na primeira partida do mata-mata da terceira fase da Copa do Brasil. De pênalti, Zé Carlos colocou o Galo na frente, aos 21 minutos da primeira etapa. No segundo tempo, Arthur Caíke aproveitou assistência de Moisés e igualou o marcador, aos 31 minutos.
Com o resultado, o confronto segue aberto para o jogo da próxima terça-feira (9), na Arena Fonte Nova, em Salvador-BA, já que nenhum dos times jogará em vantagem. Como não há mais o critério do gol qualificado (marcado fora de casa) nesta fase, se houver um novo empate em solo baiano, a vaga será decidida em cobrança de pênaltis.
Antes, o CRB terá outra decisão pela frente, encarando o Santa Cruz, no próximo sábado (6), às 20h, no Arruda, em Recife-PE, pelas quartas de finais da Copa do Nordeste. Como foi eliminado na primeira fase do Nordestão, o Bahia volta a campo somente para encarar o próprio CRB, no duelo da volta pela Copa do Brasil, terça-feira (9).
Jogo intenso
Disposto a criar uma vantagem para o segundo jogo em Salvador-BA, o CRB encarou o Bahia de igual para igual desde os primeiros minutos. Aliás, com apenas 30 segundos de partida, o zagueiro regatiano Guilherme Mattis deu logo o cartão de visitas para o atacante Gilberto, levantou demais o pé, acertou o peito do jogador do Bahia e foi punido com um amarelo.
O primeiro lance de perigo foi do Galo. Igor deixou o marcador sentado no gramado, levantou na medida para Zé Carlos, só que o centroavante do Galo cabeceou fraco e Anderson segurou firme, aos 5 minutos. A reposta do Bahia veio aos 12, quando Arthur Caíke aproveitou cruzamento rasteiro de Élber, vindo da ponta-direita, e finalizou de primeira, obrigando Edson Mardden a salvar o CRB.
O CRB incomodava pelos lados e quatro minutos depois, William Barbio avançou pelo corredor direito e enxergou Felipe Menezes livre dentro da área. Ele cruzou com perfeição e o camisa 10 regatiano testou no cantinho de Anderson, que estático, só torceu e viu a bola ir para fora. 
O jogo era lá e cá, e logo na sequência, Gilberto aproveitou bobeira do zagueiro Edson Henrique, invadiu a área regatiana e chutou com muito perigo, raspando a trave do goleiro Edson Mardden.
Zé Carlos que retornava ao time nesta noite acabou premiado aos 21 minutos. Descida em velocidade de Barbio pela direita e empurrão do lateral Moisés no atacante regatiano: pênalti. Zé dos Gols foi para a cobrança e com muita categoria, deslocou Anderson e abriu o marcador no Rei Pelé: CRB 1x0.
Mardden brilha, mas não evita empate
No segundo tempo, o Galo voltou diferente, com o volante Mateus Silva no lugar de Claudinei. Aos dois minutos, Felipe Menezes cochilou e acabou dando um presente para Élber, que soltou um canudo e obrigou Edson Mardden a espalmar para o lado. 
Apesar da tentativa de manter a posse de bola, o CRB errava na transição e dava espaços. Aos 13, novamente Élber arriscou da intermediária e Mardden com as pontas dos dedos, colocou para escanteio.
FOTO: AILTON CRUZ

O Bahia seguia perigoso e então Fernandes tirou Zé Carlos e colocou Victor Rangel. Apesar da mudança, foi o Bahia que seguiu pressionado e aos 21 minutos, Edson Mardden voltou a trabalhar após chute de Arthur Caíke. O CRB só voltou a assustar a defensiva baiana aos 26, quando Mailson puxou contra-ataque, a bola chegou em Mateus Silva, que finalizou e a redonda raspou o pé da trave.
Mas, o empate do Bahia era questão de tempo e saiu aos 31 minutos, Moisés tentou cruzar da esquerda e a bola explodiu em Guilherme Mattis. Na sequência, o próprio lateral do Tricolor, encontrou Arthur Caíke, dentro da área, que finalizou com força, sem chances para Mardden, e deixou tudo igual no Rei Pelé: 1x1.
Roberto Fernandes ainda colocou Guilherme na vaga de Mailson, mas quem teve chances de virar foi o Bahia, aos 42 minutos. Moisés desceu pelo corredor esquerdo, bateu cruzado, a bola desviou em Gilberto e por pouco não entrou no canto direito de Edson Mardden, mas foi para fora. E ficou nisso: CRB 1x1 Bahia.
FICHA TÉCNICA
CRB: Edson Mardden; Júnior, Guilherme Mattis, Edson Henrique e Igor; Claudinei (Mateus Silva), Lucas e Felipe Menezes; William Barbio, Mailson (Guilherme) e Zé Carlos (Victor Rangel).
Técnico: Roberto Fernandes
Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Elton, Douglas (Fernandão) e Eric Ramires (Flávio); Elber, Arthur Caíke e Gilberto (Nilton).

Técnico: Claudio Prattes
NM com Isaac Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário