Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 17 de março de 2019

CSA empata com o Coruripe e fica na vice-liderança do Alagoano: 1 a 1

FOTO: ASCOM CSA
Já classificado à semifinal, mas na briga pela liderança do Campeonato Alagoano, o CSA ficou no empate por 1 a 1, com o Coruripe, na tarde deste domingo (17), e não conseguiu terminar a primeira fase como líder. A primeira colocação ficou com o CRB, que venceu o CEO, por 3 a 0, e retomou a posição do Azulão. A partida entre Azulão e Hulk foi disputada no Estádio Gérson Amaral, em Coruripe, válida pela 7ª e última rodada da primeira fase.
E com esse resultado, o time azulino fica em segundo lugar, com 14 pontos, enquanto o Coruripe termina essa fase com 11 pontos, classificado e na terceira posição. Na semifinal, o CSA vai enfrentar de novo o Coruripe, que ficou na 3ª posição. As datas do confronto serão definidas pela Federação Alagoana de Futebol (FAF) nesta segunda-feira (18).
Os gols da partida foram assinalados por Islan, para o Coruripe, no primeiro tempo, e por Victor Paraíba, que empatou a partida para o CSA, no segundo tempo.
O 1º tempo
O Coruripe imprimiu velocidade logo no início do jogo. E não demorou para abrir o placar. Foi aos dois minutos. Na cobrança de Kiko Alagoano, a defesa do CSA deu vacilo, Islan subiu bem alto e cabeceou para o fundo da rede, abrindo o placar no Gerson Amaral: 1 a 0.
Em busca da classificação à semifinal, o Hulk jogava um futebol com muita seriedade, fazendo a marcação homem a homem. Isso fazia com que o CSA tivesse dificuldade para jogar e errava muitos passes. Em um deles, aos 12 minutos, Manga Escobar tentou acionar Patrick Fabiano, mas a bola correu demais e foi parar nas mãos do goleiro do Hulk. Depois, aos 17 minutos, Jhon Cley recebeu o passe de Celsinho, tentou cruzar e mandou a bola direto para fora, em um lance horroroso no Gerson Amaral. 
Aos 25 minutos, outro erro do Azulão. Patrick Fabiano foi lançado nas costas da defesa do Coruripe, mas errou feio na hora do chute, dando uma verdadeira furada. O jogo se encaminhava para os 30 minutos, e o Coruripe seguia melhor em campo, enquanto o CSA, jogava mal e com muita lentidão.
Manga Escobar tentou algumas jogadas em favor do Azulão, mas o time errou muitos passes, principalmente no 1º tempo, e ficou só no 1 a 1, com o Hulk
FOTO: ASCOM CSA
























Aos 37 minutos, de novo o CSA tentou, mas não teve sucesso. Hiago entrou na área, passou a bola para Patrick Fabiano, mas o jogador marujo perdeu a bola para a defesa do Coruripe. Aos 42 minutos, de novo o Azulão tentou, desta vez com Rafinha. Ele trabalhou com Manga Escobar, soltou a bomba e a bola foi por cima da meta defendida por Alexandre. Aos 43, mais uma tentativa frustrada do Azulão. Mauro Silva soltou a bomba da entrada da área, mas o goleiro do Hulk fez boa defesa, livrando o perigo.
O Coruripe ainda teve uma chance, aos 46 minutos, quando, após cruzamento de Alef Manga, a bola ficou viva dentro da área e o goleiro João Carlos saiu para ficar com a redonda. E, sem tempo para mais nada, o árbitro apitou o final da 1a etapa, aos 48 minutos. 
O 2º tempo
O CSA foi quem começou indo ao ataque no começo da segunda etapa. Aos 2 minutos, Celsinho cobrou o escanteio, Jhon Cley desviou, a bola passou e ninguém chegou para marcar, perdendo aquele que poderia ter sido o gol de empate azulino. Aos 6 minutos, de novo o CSA: Jhon Cley recebeu livre de marcação, levantou a bola na área do Coruripe, mas ela foi longe e pela linha de fundo.
CSA jogou mal, sobretudo no primeiro tempo, mas se recuperou na segunda etapa, empatou e teve boas chances de virar, mas desperdiçou todas
FOTO: ASCOM CSA
























O Azulão até que conseguiu melhorar em campo e o jogo ficou igual para os dois times. E o time azulino seguia tentando o gol do empate. Aos 11 minutos, após boa jogada, a bola sobrou para Rafinha e o lateral soltou uma bomba, de primeira, vendo a bola passar raspando na trave. De novo, aos 20 minutos, o CSA tentou com Mauro Silva, que soltou uma bomba e assustou o goleiro do Hulk.
O Hulk respondeu com perigo aos 21 minutos. Kiko Alagoano levantou a bola na área do CSA, Cosmo - que entrou no segundo tempo - desviou de cabeça e viu a bola passar à direita do gol de João Carlos. E aos 23 minutos, quase veio o empate azulino. Rafinha levantou na área do Hulk, Cassiano cabeceou bonito e Alexandre espalmou para escanteio. 
O CSA abusava de errar as finalizações. Aos 31 minutos, Celsinho levantou na área do Coruripe, Mauro Silva apareceu no meio da zaga, mas cabeceou por cima do gol de Alexandre. E aos 39 minutos, de novo com Mauro Silva. Ele avançou em velocidade, entrou na área do Coruripe, mas hora do chute, praticamente recuou para o goleiro Alexandre defender com tranquilidade.
Como diz o ditado "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura", o CSA, de tanto tentar, chegou à igualdade no marcador. Aos 40 minutos, Victor Paraíba chutou, a bola desviou em Jessé e foi morrer no fundo da rede, ficando tudo igual no Gerson Amaral: 1 a 1. O Azulão tentava e teve até mais duas boas oportunidades para virar o placar, mas desperdiçou ambas. 
Já o Hulk ainda tentou aos 46 minutos, quando, após cobrança de escanteio, Jessé cabeceou e acertou a trave direita de João Carlos. Depois, não houve tempo para mais nada e o árbitro decretou o final da partida, aos  49 minutos, e o resultado ficou mesmo no 1 a 1. 
Coruripe - Alexandre; Renato, Jessé, Islan (Cosmo Alagoano) e Chiquinho Bala (Jackson Olivença); Jair, Palhinha, Alef e Kiko Alagoano; Ivan (Lourinho) e Etinho. Técnico: Elenilson Santos.
CSA - João Carlos; Celsinho, Gerson, Ronaldo Alves e Rafinha; Dawhan, Mauro Silva, Jhon Cley (Victor Paraíba) e Hiago; Patrick Fabiano (Lohan) e Manga Escobar (Cassiano). Técnico: Marcelo Cabo.


Árbitro - Jonata de Souza Gouveia. Auxiliares - Brígida Cirilo Ferreira e Francisco Raimundo Freitas. 
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário