Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quinta-feira, 21 de março de 2019

CRB vence o Jaciobá em Coruripe e amplia vantagem na semifinal

FOTO: AILTON CRUZ
Na partida de ida da semifinal do Campeonato Alagoano, o CRB venceu o Jaciobá, por 3 a 2, na noite desta quarta-feira (20), no Estádio Gérson Amaral, e garantiu a vantagem do empate ou até de perder por um gol de diferença, inclusive o 3 a 2 (mesmo placar que ele venceu esta noite) no jogo da volta, que estará classificado para a grande final do Estadual. Quanto ao Jaciobá, precisará vencer por diferença de dois gols para garantir a vaga na final da competição.
Os gols do CRB foram assinalados por Ferrugem, Felipe Menezes e William Barbio. E poderia ter feito até mais, pois desperdiçou inúmeras oportunidades. Claudinei (contra) e David fizeram os gols do time de Pão de Açúcar.
O jogo da volta será realizado na próxima quarta-feira (27), às 20h30, no Estádio Rei Pelé. Antes disso, porém, o Galo tem compromisso pela Copa do Nordeste, quando vai enfrentar o Confiança, no próximo sábado (23), às 18 horas, no Batistão, em Aracaju-SE. E o time de Pão de Açúcar terá mais tempo para descansar e se preparar para o segundo jogo contra o Galo da Praia.
O primeiro tempo
Quem começou a levar perigo no jogo foi o Jaciobá. Aos 3 minutos, Hugo experimentou de longe, com um belo chute, assustando o goleiro Edson Mardden, que encaixou a bola com dificuldade. Aos 6 minutos, houve um choque de cabeça de Guilherme, do CRB, e Allef, do Jaciobá. Os dois jogadores ficaram no chão e quem levou a pior foi Allef, que saiu de campo de maca, com suspeita de fratura de clavícula, e foi levado para o hospital.
Lance do gol olímpico assinalado por Ferrugem (que não aparece na foto), logo no início do jogo no Gerson Amaral
FOTO: AILTON CRUZ
























O CRB tinha as melhores chances e aos 12 minutos, o Galo abriu o placar com Ferrugem. Ele cobrou o escanteio bem fechado e marcou um gol olímpico no Gerson Amaral: 1 a 0.
O Jaciobá não conseguia chegar com eficiência e o Galo mandava na partida. E não demorou a fazer o segundo gol. Aos 20 minutos, Felipe Menezes acertou um chutaço de fora da área e mandou no ângulo, como se diz na gíria: "onde a coruja dorme": 2 a 0. Este foi o terceiro gol de Felipe Menezes nesta temporada.
Aos 23 minutos, William Barbio foi à linha de fundo e cruzou: Felipe Menezes, com liberdade, cabeceou para fora. Quase saía o terceiro do Galo. Aos 25 minutos, o Jaciobá tentou, com o artilheiro Alexandre. Ele recebeu a bola na área, girou e chutou, mas foi para bem longe do gol, sem perigo para Edson Mardden. Aos 32 minutos, o CRB respondeu. Ferrugem recebeu em profundidade, rolou para trás e Lucas bateu, mas o goleiro Diogo ficou com a bola. Quase o terceiro gol do Galo.
Aos 35 minutos, de novo o time regatiano chegou. Felipe Menezes foi lançado, mas o goleiro Diogo saiu da área e tirou o perigo, de carrinho e a tempo. Aos 43 minutos, mais uma chance do CRB, desta vez com Ferrugem, que tentou surpreender novamente e fazer o seu segundo gol olímpico na partida, mas desta vez o goleiro Diogo defendeu, com dificuldade, mas conseguiu evitar.
O primeiro tempo foi até os 50 minutos. O Jaciobá não chegou com perigo nenhuma vez. Aos 43 minutos o time de Pão de Açúcar tentou com Diogo Evaristo, que bateu a falta, mas mandou muito longe da meta regatiana. Aos 50 minutos, o árbitro apitou o final da etapa inicial e o placar ficou no 2 a 0 para o CRB e poderia ter sido até mais porque o Galo teve muitas outras chances, mas que foram desperdiçadas. 
A etapa final
No segundo tempo, a bola mal começou a rolar e quem fez o gol foi o Jaciobá, diminuindo o placar logo aos 2 minutos. Após cobrança de falta, Claudinei desviou, mandando a bola para as próprias redes, no canto direito de Edson Mardden: 2 a 1.
Mas como o CRB não é bobo nem nada, não demorou a ficar folgado no placar novamente. Aos 12 minutos, Guilherme Balotelli ganhou a disputa por cima e William Barbio recebeu no comando de ataque. Ele protegeu, avançou, driblou o goleiro, bateu de canhota e guardou, fazendo o terceiro do CRB: 3 a 1.
E um detalhe curioso:  o atacante regatiano Zé Carlos, logo depois do gol, recebeu o cartão amarelo, mesmo estando no banco, por invadir o campo na hora de comemorar o gol de Barbio.
O CRB passou a investir nos contra-ataques e quase fez o quarto gol. Aos 26 minutos, Balotelli recebeu na área, limpou o zagueiro e viu o gol aberto. Ele bateu, mas o goleiro Diogo, atento, foi buscar e fez a defesa, livrando o Jaciobá do perigo. 
A partida se aproximava dos 40 minutos e o CRB, com a boa vantagem no placar, passou a se posicionar mais no campo de defesa, administrando bem o resultado e deixando o tempo passar. Além disso, com as mudanças promovidas pelo técnico Roberto Fernandes no segundo tempo, o time diminuiu o ritmo. Quanto ao Jaciobá, não conseguia esboçar nenhuma jogada de perigo. Ao contrário, quem tentou foi o CRB. Aos 40 minutos, Gustavo Balotelli cabeceou errado, sozinho, após cruzamento de Igor, e mandou para fora, perdendo o que poderia ter sido o quarto gol regatiano.
Momento em que Ferrugem comemora com Guilherme Mattis o gol olímpico que ele fez na partida: um belo gol! 
FOTO: AILTON CRUZ
O árbitro José Reinaldo Figueiredo deu três minutos de acréscimos, mas aos 47 minutos, o Jaciobá diminuiu o placar mais uma vez. Hugo cobrou a falta, a bola desviou na zaga e o zagueiro David tocou, meio sem querer, e guardou: 3 a 2. E já não havia tempo para mais nada e o árbitro apitou o fim da festa no Gérson Amaral, aos 48 minutos. 
Jaciobá - Diogo; Allef (Diogo Evaristo), David, Marcelo e Hugo; Kabelo (Claudevan), Gaspar, Soares (Gustavo) e Polinho; Alexandre e Fabinho. Técnico: Jaelson Marcelino.
CRB - Edson Mardden; Júnior, Wellington Carvalho, Guilherme Mattis e Igor; Claudinei, Ferrugem (Danilinho), Lucas e Felipe Menezes (Gustavo Balotelli.); William Barbio (Danillo Bala) e Guilherme. Técnico: Roberto Fernandes.
Árbitro - José Reinaldo Figueiredo. 
Auxiliares - Rondinelle dos Santos Tavares e Maxwell Rocha Silva. 
Público total - 973 torcedores. 
Renda - R$ 10.405,00
NM com Fernanda Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário